Transporte Refrigerado de Alimentos

‍Os alimentos perecíveis são aqueles que, segundo a ANVISA, possuem certa instabilidade à temperatura ambiente. Esse tipo de mercadoria requer mais atenção por ser mais sensível e suscetível a contaminar outros mantimentos. Alguns exemplos de produtos perecíveis são: carnes, legumes, aves, verduras, peixes e frutos do mar em geral.Isso também ocorre com o transporte de bebidas, como vinhos ou cerveja, todos possuem suas particularidades, principalmente em relação à necessidade de isolamento térmico e baixa movimentação. Que o transporte refrigerado de alimentos é essencial para conservação dos alimentos todos sabemos, mas você sabe quais são os cuidados que devem ser tomados desde a armazenagem até a seleção do veículo? 

Transporte Refrigerado de Alimentos

Boas práticas para armazenar alimentos

O transporte refrigerado de alimentos deve ser preparado para atender as peculiaridades de todos os insumos a serem transportados. Algumas práticas de armazenagem precisam ser cumpridas para garantir eficiência no processo.

Os alimentos perecíveis precisam de mais cuidado na hora do deslocamento, pois tendem a estragar com maior facilidade e rapidez. Para evitar esse problema, o melhor é garantir que aspectos como, iluminação, temperatura e ventilação estejam adequados.

Por esse motivo, os alimentos devem ser transportados frescos, refrigerados ou congelados. O aspecto de temperatura precisa ser definido de acordo com o tipo de insumo. Por exemplo: o melhor para as frutas é que elas fiquem em um ambiente mais ameno, de até 10 ºC, enquanto para os peixes, é necessário serem transportados gelados, a uma temperatura de até -18 ºC.

Abaixo, mostramos a temperatura média para a conservação de produtos refrigerados:

  • Quente: acima de 65 ºC;
  • Frio: entre 4 e 10 ºC;
  • Congelado: entre -12 e -18 ºC.

Importante lembrar que esses valores podem ser alterados e que é essencial sempre consultar quais são as melhores condições para envio de mercadoria!

Durante o transporte, alguns fatores importantes devem ser levados em consideração: o conceito básico é que alimentos diferentes não sejam transportados na mesma viagem, por apresentarem diferentes restrições em relação à mudança climática e iluminação.

Agora, vamos falar um pouco sobre os veículos ideais para transporte refrigerado de alimentos.

Veículos para o transporte refrigerado de alimentos

Como já mencionado anteriormente, o transporte de alimentos requer grande atenção para evitar contaminação ou perda de produtos durante o percurso. Abaixo, temos as principais normas da Diretoria Técnica do Centro de Vigilância Sanitária em relação ao transporte refrigerado de alimentos. Confira:

  • Os veículos para transporte de alimentos devem estar equipados com termômetros calibrados e de fácil leitura para garantir a temperatura controlada;
  • É proibido manter em um mesmo compartimento do veículo substâncias estranhas que podem contaminar os alimentos;
  • Todos os veículos de transporte refrigerado de alimentos devem possuir o Certificado de Vistoria de acordo com o Código Sanitário vigente;
  • O transporte de carga alimentícia deve estar devidamente higienizado para evitar proliferação de microrganismos.

É fundamental que os veículos estejam adaptados para receber as embalagens, garantindo a máxima segurança dos alimentos durante toda viagem. Importante ressaltar que as temperaturas precisam estar de acordo com as recomendações de cada produto isoladamente, e os carros devem ser capazes de se adequar para atender uma maior gama de suprimentos.