Transporte frigorífico

Transportar produtos perecíveis pode ser um desafio para muitas empresas. Por esse motivo é necessário ficar atento em como fazer a logística desse tipo de mercadoria através de transporte frigorífico. 

Transporte frigorífico

Vamos te dar algumas dicas para fazer o transporte frigorífico do jeito certo. 

Dicas para fazer transporte frigorífico

1- Acondicionamento

Esse é um item essencial para fazer a preservação dos produtos durante todo o procedimento logístico e sua distribuição. Isso ocorre devido ao fato de que cada produto possui especificações próprias, fazendo com que a tarefa de adaptação seja ainda mais complicada desde a escolha da embalagem, maneira de armazenamento, transporte adequado, até o consumidor final.

Outro fator que se torna extremamente importante são as embalagens dos produtos, já que elas devem ser adequadas a alguns padrões que possuem a intenção de manter a preservação física da carga, além de realizar o controle de fatores decisivos, como temperatura e pressão.

2- Legislação

Existe um manual de boas práticas desenvolvido pela ANVISA e alguns outros órgãos reguladores que dão informações sobre as melhores maneiras de se realizar o transporte de produtos que precisam de condições especiais.

3- Veículo

Para fazer o transporte de produtos que necessitem de condições especiais de forma correta, os veículos e equipamentos devem estar em ótimas condições de utilização, além de realizar manutenções periódicas e preventivas.

Como cada carga possui necessidades específicas, não é possível desenvolver a metodologia correta, mas é ideal que as dimensões do veículo, especificações de isolamento térmico e equipamentos de refrigeração estejam adequados ao produto transportado.

Para facilitar na preparação do veículo, há dois tipos de sistemas de temperatura, o de temperatura única e multitemperatura.

O de temperatura única possui um dimensionamento do equipamento adequado para o transporte de produtos congelados ou refrigerados. Seu nome é bastante sugestivo, afinal, não possui variação de temperatura.

Já o multitemperatura é uma das tendências do mercado de transporte frigorífico, já que realiza a distribuição através de cargas compartilhadas. Em um único veículo, há divisões internas que possibilitam o controle de temperatura de forma independente para cada compartimento, conseguindo transportar diferentes produtos, com diferentes características, em apenas uma viagem.

4- Rotas

É necessário que as rotas oferecidas pela transportadora sejam analisadas. Isso é essencial para compreender qual é a empresa que supre melhor as urgências de sua organização, até porque, esse tipo de produto apresenta um prazo para não sofrer avarias, e ele precisa ser respeitado sem atrasos.

5- Profissionais

Os profissionais responsáveis por desenvolver as atividades logísticas de transporte frigorífico precisam estar devidamente qualificados para essa tarefa, isso porque, eles devem dominar a utilização dos equipamentos utilizados, além de saberem o que devem fazer para manter os produtos de acordo com o que é preciso.

A adequação e os cuidados com os produtos são elementos chave para realizar um ótimo gerenciamento logístico de cargas. As transportadoras que prestam esse tipo de serviço devem estar aptas a oferecer segurança para realizar a tarefa.

Agora que já demos as dicas, que tal contratar uma gestão de logística para não ter que se preocupar com isso? A Pier 8 está disponível para tirar todas as suas dúvidas e ajudar a gerenciar todo processo logístico da sua empresa.