Logística das lojas virtuais

A logística das lojas virtuais são extremamente importantes para obter sucesso. Afinal, uma vez que o cliente esteja satisfeito, ele sempre retornará para onde foi bem atendido. O correto é sempre saber como a loja usará para manter o estoque abastecido, e como será feita a entrega.

Logística das lojas virtuais

A logística não se trata apenas de entrega do produto sendo feita por um serviço terceirizado. Mas também inclui vários outros itens. Os mais importantes são:

  • Recebimento da mercadoria;
  • Armazenamento no estoque;
  • Entrega ao cliente;
  • Resolução de problemas relacionados à entrega;
  • Cálculo do valor do frete;
  • Contato com os operadores de logística (Correios e/ou transportadoras);
  • Se tiver uma frota própria, é fundamental gerenciar a frota (manutenção, combustível, etc).

Estoque

O estoque para logística das lojas virtuais, é uma forma de armazenar a mercadoria que será vendida. É importante ter em mente o local onde a mercadoria será guardada (se será numa sala comercial, num galpão, num cômodo da loja etc.) e ver se a legislação exige algum armazenamento especial.

Entrega

De modo geral, existem 3 formas de fazer entregas para logística das lojas virtuais:

  1. Correios – a forma mais simples de começar a realizar suas entregas. Tem abrangência nacional, grande confiança das pessoas em geral e preços competitivos. Mas há desvantagens: limite de dimensões (2 metros de perímetro e 30kg de peso) no envio; greves, roubos de carga, entre outros.
  2. Transportadoras – maior estabilidade, por ter menos problemas com greves (por exemplo) e sem limitações quanto ao peso ou ao tamanho. Contudo, o custo é mais alto se a loja é ainda pequena.
  3. Própria – se o comércio eletrônico é regionalizado, um trabalho de entrega utilizando um automóvel ou ainda o serviço de motoboys é bem útil. Se o comércio eletrônico é grande, manter uma frota própria de veículos para entrega pode ser interessante em termos de economia.

Rastreamento

Todas as mercadorias devem ser rastreáveis em território nacional, sendo transportadas pelos Correios ou por transportadoras particulares. É essencial que seus clientes recebam seus respectivos números de rastreamento, dessa forma, conseguirão fazer o devido acompanhamento.

ERP

Um sistema de ERP (Enterprise Resource Planning, ou Planejamento de Recursos de Empresa) é um software que tem a funcionalidade de ajudar a empresa a otimizar processos: o que tem, quantos têm, como serão usados, entre outros. Logo, em um ERP há seções para lidar com o departamento financeiro (contas a pagar, por exemplo), departamento de pessoal, entre outros. Resumindo, tudo o que acontece na empresa passa e deve passar pelo ERP.

Um dos principais benefícios de usar um ERP é a centralização: Um sistema concentra toda a informação, evitando a dispersão e facilitando as tomadas de decisão. Como todos os lados estão num único lugar, fica mais rápido decidir o que fazer. Outro fator positivo é a padronização: todos os processos internos da empresa seguem um padrão, o que facilita a troca de dados com outros setores.

Opte por terceirizar logística das lojas virtuais

Esperamos que as informações acima te ajudem a fornecer bases para a melhor decisão no momento de escolher por terceirizar o processo na sua empresa.

O maior risco da terceirização logística está relacionado apenas em escolher o melhor custo-benefício para seu negócio. Uma empresa logística deve te fornecer credibilidade, estar alinhada com os compromissos da sua indústria e oferecer seus produtos da melhor forma com a melhor satisfação do cliente.

Mesmo uma empresa de logística grande e bem equipada pode trazer prejuízos se todas as questões já mencionadas não forem cumpridas. Sendo assim, o gestor precisa pensar se vale a pena terceirizar esse setor ou investir na estruturação de uma área própria para processos logísticos.

Caso tenha dúvidas, nos mantemos à disposição. Entre em contato com a Pier 8 para esclarecer como funciona nossa parceria.