Gestão de Frete

No Brasil, uma das grandes críticas (entre muitas) são as infraestruturas logísticas. Levando em conta que manter a competitividade no comércio eletrônico não é tarefa fácil, fica ainda mais complicado com empecilhos estruturais. 

Gestão de Frete

A circulação de rodovias nacionais é ocupada com 70% do transporte de cargas, no entanto, as más condições de eixos viários, os constantes riscos de assaltos, os altos tributos e a burocracia são alguns fatores que argumentam alto e complexo do mundo. 

Fatores externos, como os poucos investimentos na infraestrutura de transporte, são responsáveis pelo alto custo na entrega de mercadorias nacionais. 

Para driblar tais obstáculos, gestores acabam tendo que diluir a margem de lucro em despesas de transporte logístico que podem ultrapassar 30% das receitas de vendas.

No entanto, a boa é que grande parte das dificuldades que esses gestores passam conseguem ser superadas com uma boa gestão de frete

Como funciona a gestão de frete?

Para superar tais obstáculos de infraestrutura rodoviária, é preciso se adequar às soluções de inteligência artificial na logística.

Na Era da Tecnologia, Indústria 4.0 e Internet das Coisas, não há mais espaço para as empresas do comércio eletrônico e físico perderem produtividade ao realizar a consulta de frete de forma manual. O processo manual, além de ser penoso, pouco produtivo e muito suscetível a erros de avaliação, tende a desviar a atenção da equipe, tornando as tomadas de decisão propícias a falhas. 

O uso de um software que mostre onde está a mercadoria em tempo real (tanto aos clientes quanto a equipe de transporte) é capaz de evitar mal-entendidos, acúmulo de reclamações e suporte. 

Da mesma maneira, outro desgaste para saúde financeira de um negócio é não conseguir confrontar os documentos fiscais pelas transportadoras com os valores reais que deveriam ser cobrados. Além disso, há o fator das indenizações dos Correios, que deixam de ser recebidas pela ausência de controle das mercadorias despachadas. Portanto, automatizar operações logísticas com tecnologia em gestão de frete é ideal para redução de danos (emocionais na equipe) e de custos. 

Como ter uma gestão de frete eficiente?

Na gestão de frete, o maior desafio é o seu custo, considerado um dos mais altos valores que um e-commerce absorve na execução de suas atividades. 

O frete é uma variável importante, e a gestão de frete possibilita que haja uma redução nesse custo, favorecendo (e muito) o fechamento de contas no final do mês. 

No setor de logística é preciso identificar quais atividades de maior impacto devem ser monitoradas. 

Entre tantas ações para otimizar a gestão de frete, o sistema TMS é um deles, como já foi falado. Vários gestores ainda pensam que esse tipo de sistema é destinado apenas à organização logística de transportadoras, contudo, o TMS tem sido cada vez mais utilizado por empresas que necessitam definir qual a melhor proposta entre os orçamentos recebidos das empresas de transporte e qual o melhor frete para sua mercadoria. Diante disso, é essencial focar nossas atenções sobre a plataforma voltada ao embarcador.

Baseado em conceitos como Business Intelligence e Big Data, esses softwares são capazes de cruzar centenas de milhares de dados de inúmeras transportadoras. Eles encontram, em poucos segundos, qual a melhor opção de transporte para cada tipo de mercadoria, além de outras vantagens.

Entre em contato conosco. Vamos ser parceiros logísticos