Inscreva-se e receba nossos artigos

Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form.
17
11
2021

WMS na logística: mitos e tendências

Tag
WMS - Pier8 Logística para E-commerce

WMS na logística significa simplificar os processos mais importantes até a chegada do produto na casa do consumidor. Em linhas gerais, tratam-se de softwares ou aplicativos desenvolvidos para auxiliar na gestão, otimização e automação dos processos logísticos.

O WMS também irá auxiliar no controle de estoque e no planejamento logístico, bem como nos processos de picking (separação dos pedidos de embarque) e cross-docking (redução de estoque), melhorando a eficiência de armazenamento e transporte de mercadorias. Como resultado, também há economia de tempo e dinheiro.

Confira neste artigo os mitos e tendências da WMS na logística

WMS na logística: conheça os mitos e tendências!  

WMS trata-se de uma solução técnica integrada nas rotinas da cadeia de suprimentos, seu objetivo é garantir uma execução tranquila dos processos logísticos e evitar quaisquer falhas do programa.

O WMS é capaz de utilizar códigos de barras para identificar mercadorias e rastrear o estoque de entrada e saída dos produtos, bem como rastrear informações como data de vencimento, número de lote e uma série de outras informações.

Os códigos de barras podem ser substituídos por etiquetas RFID (Radio Frequency Identification), que permitem a identificação dos produtos à distância e podem ser operadas em dispositivos móveis, como tablets e smartphones conectados à Internet.

1. O WMS não reduzirá custos: Mito! 

Em geral, a logística sempre foi uma área que demanda parte considerável dos recursos da empresa. Por meio da aplicação da logística interna, é possível reduzir ativamente os custos e manter a saúde financeira da empresa.

Isso porque a tecnologia implementada melhora o fluxo de trabalho e torna mais óbvios os erros e gastos desnecessários. Como resultado, os gerentes têm as informações de que precisam para "cortá-lo pela raiz", eliminando assim o desperdício de recursos e tempo.

2. Possuir WMS ajuda a logística interna: Verdade! 

As empresas já entenderam como a aplicação da tecnologia da informação à logística pode trazer bons resultados. É o caso de um sistema de gerenciamento de armazém (WMS), que pode controlar todas as atividades de uma empresa.

Esse monitoramento é feito por meio de códigos de barras, dispositivos móveis e redes locais. Devido à coleta automática de dados, o WMS pode fornecer relatórios personalizados sobre vários produtos e processos.

3. A automação logística custa caro: Mito!

Quem pensa que a automação é um custo, ficou para trás em outros mercados. Embora o custo inicial pareça alto, o retorno sobre o investimento (ROI) é rápido.

Estudos mostraram que os custos podem ser pagos em no máximo cinco anos, enquanto o equipamento de armazém automatizado pode operar por períodos mais longos. 

Para garantir a durabilidade dos produtos, os gerentes precisam escolher seus fornecedores com muito cuidado. A má qualidade pode causar tempo de inatividade, portanto, certifique-se de que seus sistemas de coleta, manuseio e outros sejam confiáveis.

Principais tendências do WMS na Logística

Controle de segurança de carga

As etiquetas RFID  são capazes de controlar mercadorias à distância de maneira mais eficiente e facilitar o posicionamento de produtos e espaços vazios.

Integração com ERP

As soluções WMS podem ser integradas a sistemas de gestão e ERP, assim, é possível produzir compilações de informações mais interessantes.

Quando ambas soluções estiverem sincronizadas, o pedido cadastrado no ERP iniciará automaticamente o processo de entrega no WMS. Por consequência, acontecerá a sincronização de vários processos, desde a contabilização de estoques e pedidos até a emissão de notas fiscais desses pedidos.

Geração de relatório 

O WMS é capaz de gerar relatórios de estoque de maneira rápida: muito úteis para a tomada de decisões estratégicas, como a forma de manusear as mercadorias em um depósito para aproveitar ao máximo o espaço físico disponível.

Integração com outros departamentos

Uma das principais características do WMS é que ele pode ser acessado remotamente, ou seja, de outras áreas da empresa, e não está diretamente associado ao estoque, como o responsável pelas compras. As informações do WMS são assertivas, pois auxiliam na tomada de decisões e manter o gerenciamento de estoque em ordem.

Transferência de estoque 

Dentro de uma empresa com múltiplos estoques, todos os estoques podem ser integrados através do WMS, capaz de facilitar a transferência de um depósito para outro.

Quais são as vantagens do software wms?

Aumento de produtividade

O WMS irá proporcionar agilidade aos processos do negócio. Através deles, é possível localizar e enviar mercadorias rapidamente e notificar a equipe sobre a localização exata desses mesmos itens. Como resultado há uma maior eficiência e produtividade.

Reduza o tempo de espera

A automação do WMS irá ser útil no quesito de economizar tempo em diversas operações. A partir do uso de códigos de barras e etiquetas RFID, fica mais fácil registrar a entrada e saída de itens e outras informações, como datas de vencimento. Ao fornecer essas informações com mais rapidez, todos os outros processos são acelerados, como coleta e envio.

Controle de produtos de armazenamento

Toda empresa precisa ter um bom controle sobre os processos que ocorrem em seus negócios. Principalmente devido ao fato de que um departamento pode interferir em outro, então todas as informações devem ser confiáveis, facilmente acessíveis e imediatamente disponíveis quando necessário.

Por meio do sistema WMS, caso seja necessário verificar os itens disponíveis no estoque, é possível obter essas informações em tempo real para auxiliar outras áreas da empresa na tomada de decisões estratégicas.

Esse controle é feito de forma automática, pois o sistema calcula as informações e realiza a sincronização imediatamente.

Otimize o roteamento de pedidos

O WMS também fornece informações sobre a localização exata dos itens de estoque, sendo útil para empresas que contém vários depósitos e não pode perder tempo procurando produtos solicitados pelos clientes.

Melhorar a qualidade dos materiais de estoque

Quando o  espaço disponível no depósito é melhor aproveitado, como ocupado com sabedoria, a empresa poderá tomar melhores decisões sobre os tipos de produtos em estoque. 

O relatório WMS informará quais itens têm a melhor saída, portanto, nunca deve faltar. Esses itens de alta qualidade e baratos tendem a ocupar cada vez mais espaço no depósito.

Sistema WMS na Logística e ERP: principais diferenças

Um sistema integrado de gestão empresarial (ERP) também é uma solução técnica que ajuda a gerenciar o e-commerce, como é o caso do WMS. 

O ERP é usado para centralizar os dados e processos do e-commerce, consolidando registros, pedidos de vendas, faturas e registros financeiros: tudo feito em um só lugar. Ajuda na análise da lucratividade do comércio eletrônico e fornece insights para a tomada de decisões.

A confusão em acreditar que o WMS e ERP funcionam da mesma maneira é devido ao fato de que ambos lidam com informações de estoque, como depósitos usados ​​e registros de entradas e saídas. No entanto, fique claro:  WMS e ERP são soluções com propostas diferentes!

Nas empresas, há espaço para ambas soluções.  WMS é um software especializado com foco na otimização das operações logísticas. O escopo do ERP é diferente porque cobre diferentes áreas de negócios, como vendas e faturamento.

Gostou do conteúdo? A Pier 8 tem soluções em logística para seu negócio, entre em contato para saber mais. 




Inscreva-se e receba nossos artigos!

Tag
WMS - Pier8 Logística para E-commerce

WMS na logística: mitos e tendências

WMS na logística significa simplificar os processos mais importantes até a chegada do produto na casa do consumidor. Em linhas gerais, tratam-se de softwares ou aplicativos desenvolvidos para auxiliar na gestão, otimização e automação dos processos logísticos.

O WMS também irá auxiliar no controle de estoque e no planejamento logístico, bem como nos processos de picking (separação dos pedidos de embarque) e cross-docking (redução de estoque), melhorando a eficiência de armazenamento e transporte de mercadorias. Como resultado, também há economia de tempo e dinheiro.

Confira neste artigo os mitos e tendências da WMS na logística

WMS na logística: conheça os mitos e tendências!  

WMS trata-se de uma solução técnica integrada nas rotinas da cadeia de suprimentos, seu objetivo é garantir uma execução tranquila dos processos logísticos e evitar quaisquer falhas do programa.

O WMS é capaz de utilizar códigos de barras para identificar mercadorias e rastrear o estoque de entrada e saída dos produtos, bem como rastrear informações como data de vencimento, número de lote e uma série de outras informações.

Os códigos de barras podem ser substituídos por etiquetas RFID (Radio Frequency Identification), que permitem a identificação dos produtos à distância e podem ser operadas em dispositivos móveis, como tablets e smartphones conectados à Internet.

1. O WMS não reduzirá custos: Mito! 

Em geral, a logística sempre foi uma área que demanda parte considerável dos recursos da empresa. Por meio da aplicação da logística interna, é possível reduzir ativamente os custos e manter a saúde financeira da empresa.

Isso porque a tecnologia implementada melhora o fluxo de trabalho e torna mais óbvios os erros e gastos desnecessários. Como resultado, os gerentes têm as informações de que precisam para "cortá-lo pela raiz", eliminando assim o desperdício de recursos e tempo.

2. Possuir WMS ajuda a logística interna: Verdade! 

As empresas já entenderam como a aplicação da tecnologia da informação à logística pode trazer bons resultados. É o caso de um sistema de gerenciamento de armazém (WMS), que pode controlar todas as atividades de uma empresa.

Esse monitoramento é feito por meio de códigos de barras, dispositivos móveis e redes locais. Devido à coleta automática de dados, o WMS pode fornecer relatórios personalizados sobre vários produtos e processos.

3. A automação logística custa caro: Mito!

Quem pensa que a automação é um custo, ficou para trás em outros mercados. Embora o custo inicial pareça alto, o retorno sobre o investimento (ROI) é rápido.

Estudos mostraram que os custos podem ser pagos em no máximo cinco anos, enquanto o equipamento de armazém automatizado pode operar por períodos mais longos. 

Para garantir a durabilidade dos produtos, os gerentes precisam escolher seus fornecedores com muito cuidado. A má qualidade pode causar tempo de inatividade, portanto, certifique-se de que seus sistemas de coleta, manuseio e outros sejam confiáveis.

Principais tendências do WMS na Logística

Controle de segurança de carga

As etiquetas RFID  são capazes de controlar mercadorias à distância de maneira mais eficiente e facilitar o posicionamento de produtos e espaços vazios.

Integração com ERP

As soluções WMS podem ser integradas a sistemas de gestão e ERP, assim, é possível produzir compilações de informações mais interessantes.

Quando ambas soluções estiverem sincronizadas, o pedido cadastrado no ERP iniciará automaticamente o processo de entrega no WMS. Por consequência, acontecerá a sincronização de vários processos, desde a contabilização de estoques e pedidos até a emissão de notas fiscais desses pedidos.

Geração de relatório 

O WMS é capaz de gerar relatórios de estoque de maneira rápida: muito úteis para a tomada de decisões estratégicas, como a forma de manusear as mercadorias em um depósito para aproveitar ao máximo o espaço físico disponível.

Integração com outros departamentos

Uma das principais características do WMS é que ele pode ser acessado remotamente, ou seja, de outras áreas da empresa, e não está diretamente associado ao estoque, como o responsável pelas compras. As informações do WMS são assertivas, pois auxiliam na tomada de decisões e manter o gerenciamento de estoque em ordem.

Transferência de estoque 

Dentro de uma empresa com múltiplos estoques, todos os estoques podem ser integrados através do WMS, capaz de facilitar a transferência de um depósito para outro.

Quais são as vantagens do software wms?

Aumento de produtividade

O WMS irá proporcionar agilidade aos processos do negócio. Através deles, é possível localizar e enviar mercadorias rapidamente e notificar a equipe sobre a localização exata desses mesmos itens. Como resultado há uma maior eficiência e produtividade.

Reduza o tempo de espera

A automação do WMS irá ser útil no quesito de economizar tempo em diversas operações. A partir do uso de códigos de barras e etiquetas RFID, fica mais fácil registrar a entrada e saída de itens e outras informações, como datas de vencimento. Ao fornecer essas informações com mais rapidez, todos os outros processos são acelerados, como coleta e envio.

Controle de produtos de armazenamento

Toda empresa precisa ter um bom controle sobre os processos que ocorrem em seus negócios. Principalmente devido ao fato de que um departamento pode interferir em outro, então todas as informações devem ser confiáveis, facilmente acessíveis e imediatamente disponíveis quando necessário.

Por meio do sistema WMS, caso seja necessário verificar os itens disponíveis no estoque, é possível obter essas informações em tempo real para auxiliar outras áreas da empresa na tomada de decisões estratégicas.

Esse controle é feito de forma automática, pois o sistema calcula as informações e realiza a sincronização imediatamente.

Otimize o roteamento de pedidos

O WMS também fornece informações sobre a localização exata dos itens de estoque, sendo útil para empresas que contém vários depósitos e não pode perder tempo procurando produtos solicitados pelos clientes.

Melhorar a qualidade dos materiais de estoque

Quando o  espaço disponível no depósito é melhor aproveitado, como ocupado com sabedoria, a empresa poderá tomar melhores decisões sobre os tipos de produtos em estoque. 

O relatório WMS informará quais itens têm a melhor saída, portanto, nunca deve faltar. Esses itens de alta qualidade e baratos tendem a ocupar cada vez mais espaço no depósito.

Sistema WMS na Logística e ERP: principais diferenças

Um sistema integrado de gestão empresarial (ERP) também é uma solução técnica que ajuda a gerenciar o e-commerce, como é o caso do WMS. 

O ERP é usado para centralizar os dados e processos do e-commerce, consolidando registros, pedidos de vendas, faturas e registros financeiros: tudo feito em um só lugar. Ajuda na análise da lucratividade do comércio eletrônico e fornece insights para a tomada de decisões.

A confusão em acreditar que o WMS e ERP funcionam da mesma maneira é devido ao fato de que ambos lidam com informações de estoque, como depósitos usados ​​e registros de entradas e saídas. No entanto, fique claro:  WMS e ERP são soluções com propostas diferentes!

Nas empresas, há espaço para ambas soluções.  WMS é um software especializado com foco na otimização das operações logísticas. O escopo do ERP é diferente porque cobre diferentes áreas de negócios, como vendas e faturamento.

Gostou do conteúdo? A Pier 8 tem soluções em logística para seu negócio, entre em contato para saber mais. 




Preencha seus dados e acesse o e-book.

Tem alguma dúvida sobre Logística para E-Commerce?