Qual é o melhor para seu E-commerce? Operação logística própria ou terceirizada?

29.7.2019 16:16

Você já pensou qual é o melhor caminho para seu E-commerce? Quando abrimos uma comércio online precisamos tomar algumas decisões que possivelmente trarão resultados a longo prazo, por isso esse momento é fundamental. 

Operação logística própria ou terceirizada?

operação logística terceirizada

Escolher entre a operação logística terceirizada e a própria vai muito além do feeling. Ela depende de todos os setores da empresa, a escolha deve ser cuidadosa e muito bem pensada. Em um mundo em que cada vez mais as lojas virtuais estão ganhando espaço no mercado mundial, escolher a melhor gestão de logística é fundamental. 

As opções são muitas: escolher modelos com serviços definidos e combinar esses tipos de serviço com o tipo de consumidor. Não é uma tarefa fácil, mas nesse conteúdo, propomos facilitar uma parte grande do caminho. 

Para cada combinação de operações, é preciso pensar o qual é a melhor logística para cada tipo de negócio. 

Uma operação logística própria é a melhor saída?

Escolher o comprometimento de uma logística própria requer um investimento de grande porte. Isso certamente demandará um uso de capital extra e, para não dizer o óbvio, o tempo. A chamada logística in house pede por diversos materiais de manuseio de produtos, maquinário, espaço físico, veículos, pessoal qualificado para gestão e operação, transportes, manutenção e tecnologias de gerenciamento. Para cada empresa diferente, um novo uso desses materiais é requerido. 

Na logística própria, temos a ideia de um maior controle sobre o nivelamento do serviço. Mas isso também exige uma maior experiência de toda a equipe.  Alguns problemas com essa experiência e a escala (desde a armazenagem até a entrega do produto) podem aparecer e acarretar um resultado completamente oposto ao esperado.

Porque utilizar a prática de operação logística terceirizada?

O que está por trás, essencialmente, da logística própria é o enorme investimento que essa prática leva. A logística terceirizada ganha vantagem exatamente nesse ponto: é muito mais barata. Não somente isso, mas os prestadores de serviço logístico diluem todos os custos de maquinário, mão de obra e tecnologia entre seus clientes, para além de que o contratante pode escolher quais serviços deseja terceirizar.

Mas o que terceirizar?

 

Ainda que a empresa opte por uma logística própria, existem serviços que dependem muito do serviço terceirizado. Uma empresa pode terceirizar uma parte isolada ou toda a sua operação, e isso não se resume apenas aos transportes. Alguns serviços são incontornáveis no que diz respeito ao serviço terceirizado: 

  1. A mão de obra da empresa – ao passo que a empresa detém os ativos físicos da operação e a tecnologia, a terceirização de mão de obra vai operar nesses ambientes e evitar a contratação de funcionários próprios.
  2. O espaço físico da empresa – o aluguel de armazéns e centros de distribuição é fundamental. Você não pode, simplesmente, estocar os produtos em sua garagem pessoal, certo? Algumas empresas podem contratar serviços de self storage para controlar o estoque de forma mais econômica.
  3. A frota da empresa – tipo mais conhecido de terceirização. A empresa contratada “aluga” a sua frota para a contratante operar com a sua própria mão de obra. Também recebe o nome de 2PL.
  4. Embalagem e empacotamento – Não são muitas, mas existem algumas empresas que se colocam responsáveis por todo o empacotamento das encomendas de e-commerces.

Bem, mas qual caminho escolher? operação logística terceirizada ou própria? Nós separamos para você alguns exemplos práticos que vão te ajudar nessa questão e alguns motivos a ponderar. 

Como decidir entre operação logística terceirizada ou própria?

Antes da escolha, qualquer bom empreendedor de e-commerce precisa considerar o impacto no cliente, que atenda os mercados B2B ou B2C.

A escolha entre operação logística terceirizada ou própria deve ser fundamentada em motivações práticas e guiada por objetivos do negócio que serão consequências dessas decisões. 

O resultado da decisão vai envolver a demanda principal da empresa de diferentes níveis de serviços logísticos, não esquecendo o core business e os desdobramentos para o consumidor. A outra etapa diz respeito à avaliação financeira. O planejamento periódico do negócio vai influenciar na viabilidade da aquisição de uma operação logística terceirizada ou própria. 

Concluindo

operação logística terceirizada

O que precisa estar em primeiro lugar, acima de qualquer premissa, é a experiência e satisfação do consumidor. A avaliação financeira é importante, mas mais importante que essa questão é saber qual o melhor caminho para enlaçar ambas as vontades: gestão logística e satisfação do cliente. Seu público-alvo certamente controlará também as melhores cartas para a sua empresa. Pense nisso! 

De nada adianta economizar gastos se algum setor do E-commerce estiver lesado. Como consequência, a insatisfação do cliente pode trazer dois novos problemas: redução do “tempo de vida” dos clientes: custa muito mais caro adquirir um novo cliente do que manter os que já tem. Não se esqueça que reduzir custos e perder clientes pode reduzir a receita, proporcionalmente, é possível que o resultado da decisão seja igual ou pior do que antes de tomá-la.

A resposta lá no horizonte é a sua projeção de consequências em todos os cenários possíveis na tentativa de antecipar as implicações de cada decisão, em conjunto com todas as áreas da empresa. Faça a lista dos prós e contras e escolha entre manter ou mudar o serviço. A opção da operação logística terceirizada pode ser tomada com muito mais certeza de que a empresa economiza recursos enquanto o cliente tem a melhor experiência possível.

Gostou do nosso conteúdo? A Pier8 tem sempre as melhores dicas em logística! 

Tem uma loja virtual? Entre em contato conosco ainda hoje!

Até mais! 

Conteúdos Relacionados

Tem alguma dúvida sobre logística?

fale com um expert