Inscreva-se e receba nossos artigos

Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form.
29
01
2020

Qual a importância do Business Intelligence para as práticas logísticas?

logística

Antes de avançarmos no tema acho importante que entendam a diferença entre dois termos bastante debatido: BI (Business Intelligence) e BIG DATA. Qual a finalidade de cada um desses conceitos? 


Neste artigo você vai entender a real diferença entre esses termos e a questão central deste conteúdo, que acho interessante abordar, é a visão limitada sobre estes dados, não permitindo que as empresas de logísticas pensem além de indicadores de desempenho, capacidade de ocupação dos veículos e volume de avarias.


Fique por dentro da importância do BI paras práticas logísticas


Vamos lá! 

Leia também: Logística do futuro: tecnologias emergentes que vão mudar o segmento

Qual a diferença entre Business Intelligence (BI) e Big Data

Qual a importância do Business Intelligence para as práticas logísticas

O BI (Business Intelligence) trata das perguntas conhecidas e das nossas pré-concepções com relação aos dados. Por outro lado,  Big Data se envolve com um universo de novas possibilidades e perguntas que ainda não são do nosso conhecimento.


Tanto BI quanto Big Data possuem grande importância e devem ser bem entendidas para que as empresas possam aproveitá-las da melhor forma, agregando, alcançando os valores e resultados desejados aos negócios.


Business Intelligence (BI) tem foco na coleta, organização, transformação e disponibilização de dados estruturados para a tomada de decisão, além disso, permite a análise preditiva de modo rápido e assertivo às organizações. Fornecem insights e tendências aos gestores, para então poderem criar diretrizes eficientes e eficazes para o alcance dos resultados empresariais desejados.


Big Data, de modo geral, pouco se preocupa com a exatidão que é fornecida em um sistema de BI (com exceção de casos específicos ou onde a utilização de sensores se faz presente).O Big Data tende a focar no processamento dos dados em busca de correlações e descobertas. Exatamente por isso que no Big Data nem sempre saberemos os motivos para as correlações que existem, pois poderá ser algo jamais concebido ou estudado.


Aí está a grande diferença do Big Data: mostrar caminhos e correlações antes desconhecidos nos grandes volumes de dados, em tempo hábil, com o objetivo de que as empresas obtenham vantagens competitivas.


Um sistema de BI é responsável por coletar dados de inúmeros setores de uma empresa, como:


  • Dados corporativos tradicionais de sistemas operacionais;
  • Dados sobre tráfego e clima vindos de sensores, monitores e sistemas de previsão;
  • Diagnóstico do veículo, padrões de condução e informações de localização;
  • Previsões de negócios financeiros;
  • Dados de resposta à publicidade;
  • Dados do padrão de navegação de sites;
  • Dados de mídias sociais;
  • Dados de Serviço de Atendimento ao cliente;
  • Dados de Recursos Humanos, como custos com hora-extras, funcionários afastados, índice de satisfação dos colaboradores, entre outros;
  • Dados comerciais, como quantidades de propostas versus fechamentos;
  • Dados de portaria para acesso a empresa.


Não cruzar esses dados é um grande erro. Agora, uma empresa não é liderada seguindo a intuição, mas sim com dados que irão te ajudar a tomar decisões e validações de processos.


Não  adianta ter ótimos indicadores de desempenho em entregas SE:  


  • Se seu SAC segue recebendo reclamações;
  • Se o seu funcionário falta demais;
  • Se seu custo logístico está fora do mercado por ser muito alto;
  • Se você tem um alto giro de seus colaboradores;
  • Se sua área comercial traz muitas propostas e poucos fechamentos


Agora que esclarecemos a diferença entre BI e Big Data, assim como destacamos a importância de cruzar dados, podemos seguir nosso conteúdo. 

Por que unir Business Intelligence (BI) e Práticas Logísticas 

Qual a importância do Business Intelligence para as práticas logísticas

As tendências do mercado são trazidas pelo canal receptivo e pelos seus agentes comerciais. Pois é, poucas pessoas sabem disso. 


Muitos gestores ainda preferem ouvir o que vem de fora, aqueles agentes externos oportunistas com foco neles mesmos e naquilo que podem trazer, extrair o que interessar e depois de cumprirem sua missão egoísta vão embora. Na logística isso acontece diariamente.


Dado o alerta. Repito novamente, as respostas não estão fora de sua empresa mas sim dentro. Nesse sentido, só depende de sua interação com seus dados e seus colaboradores para extrair.


A integração de todos os setores é fundamental para a saúde de um negócio, podemos até fazer uma analogia com o corpo humano, não adianta o coração estar saudável, se outros órgãos não estão na mesma condição, afinal, gradativamente essa situação geraria danos ao coração.


A chave para o sucesso de um projeto de BI é a possibilidade de se analisar uma grande quantidade de dados variáveis, estruturados ou não estruturados com grande precisão e velocidade, proporcionando inteligência gerencial à empresa em questão.

Ferramenta Tecnológica para Práticas Logísticas

O que é muito comum acontecer é, ao implantar BI, os responsáveis pelas práticas logísticas de uma empresa terem algumas dúvidas quanto à sua efetividade, e ao modo como isso deverá ocorrer.


Posso afirmar que, para se ter sucesso com o BI, dois pontos-chave a serem enaltecidos são: o planejamento e a ferramenta tecnológica adequada. Se por um lado um planejamento bem estruturado ajuda a reduzir o tempo e os custos de implementação, a escolha de uma ferramenta tecnológica adequada melhora a eficácia das decisões tomadas e resulta em melhores resultados.

Logística Terceirizada Pier 8

Qual a importância do Business Intelligence para as práticas logísticas

Algumas das vantagens em terceirizar logística com a Pier 8, sob premissas em BI, estão em torno dos seguintes pontos: 


  • Diminuição nos custos de estoque;
  • Menos pessoas de sua equipe alocada;
  • Know-how do parceiro serviço de mais qualidade;
  • Redução no preço final do frete segurança prazos. 
  • Picking & Packing: Todo o nosso processo de picking é feito por código de barras e dupla conferência. No packing atendemos o que o seu produto precisar. 
  • Transporte: Pelo grande volume de vendas feito por nossos clientes possuímos condições diferenciadas de frete para reduzir seus custos e do cliente final. 
  • WMS: Temos parceria com diversas Plataformas de ERP, assim conseguimos integrar seus pedidos em nossa plataforma de forma simples e automatizada.
  • Segurança: Seu produto na Pier8 é nossa responsabilidade. Trabalhamos somente com produtos com NF e Seguro. 
  • 100% Online: Sua ferramenta de gestão é 100% online, onde você consegue acompanhar todas as etapas do seu processo.
Leia mais: 3 benefícios de terceirizar as entregas do seu e-commerce

Já deu para perceber que a Logística 4.0 é aliada de um trabalho eficiente e pode potencializar inclusive a segurança de seus colaboradores, processos e bens, não é mesmo?


 A novidade não é uma reinvenção da roda. Trata-se de uma realidade inegável que precisa ser tão bem aproveitada quanto possível pelo gestor moderno.


Neste artigo, espero ter demonstrado a importância que os dados possuem dentro da logística, e que se especializar para analisá-los será o grande diferencial entre as empresas.


Esteja por dentro daquilo que pode mudar o futuro da logística brasileira e principalmente o da sua empresa.

Aqueles que estiverem à frente destas análises irá descobrir o melhor caminho para se tornar cada vez mais competitivo no mercado. 


Continue nos acompanhando e receba mais dicas para seu negócio! 


Até a próxima!

Inscreva-se e receba nossos artigos!

Tem alguma dúvida sobre Logística para E-Commerce?