Inscreva-se e receba nossos artigos

Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form.
11
02
2021

Passo a passo para implantar logística reversa corretamente

Tag
logistica reversa

As mudanças no comportamento do consumidor e a necessidade de pensar no meio ambiente, tem tornado a logística reversa mais conhecida do que no passado (passado não tão distante). 

A logística reversa é o procedimento que torna possível que algo comprado pelo consumidor retorne à empresa após seu consumo, de modo que o fabricante possibilite um descarte correto, ou, precisará realizar a troca. Mas uma coisa é certa, a logística reversa se encontra com a crescente preocupação de pessoas e empresas em relação à consciência e sustentabilidade ambiental.

Entender a ideia da logística reversa é muito simples. Por um lado, a logística por si só possibilita que produtos e mercadorias sejam enviados aos consumidores, em qualquer parte do mundo, por outro, a logística reversa é o cuidado com os resíduos pós-consumo. Além do cuidado com o consumidor moderno em necessidades de pós-compra. 

Todos sabemos que essa é uma realidade: existem produtos que são prejudiciais à natureza, eles impactam, principalmente, a saúde e a qualidade de vida do ser humano. Dessa forma, compreender e implementar uma política de logística reversa é estar preocupado em estabelecer uma imagem positiva para sua marca, assim como um compromisso ambiental. 

Como a Logística Reversa pode ser estruturada

Antes de te apresentar um passo a passo completo para implantação da logística reversa, é importante que você saiba as diferenças na aplicação do conceito. Ou seja, como ela pode ser estruturada. Afinal, quando você pesquisa sobre o assunto se depara com um desencontro de informações, que ora diz que logística reversa é uma coisa, ora outra. Mas estamos aqui para esclarecer o assunto de uma vez por todas. 

Vamos lá!

Logística reversa pré-consumo

Logística reversa aplicada ao pré consumo está relacionada a defeitos de fabricação ou uso. Além disso, pode ser o caso de:

Avarias na embalagem ou no produto: em resumo, erros na emissão do pedido. Por exemplo: errar a quantidade ou o modelo solicitado;

Mercadorias em consignação: nesse caso, para teste antes da compra;

Término do prazo de validade antes do consumo: aqui, em caso de demora na entrega ao cliente final é um exemplo. 

Logística reversa no pós-consumo

Nosso conteúdo foi mais em torno desse tipo de logística reversa, e você está super dentro. Dessa forma, a logística reversa pós-consumo, como é sugerido pelo próprio nome, é mais vinculada às questões ambientais, isso porque soluciona o problema encontrado por todos os clientes: o descarte de materiais que envolvem o ciclo de compra. Por exemplo, quando um produto não é mais útil ou possível de ser utilizado, certamente ele precisa ser descartado. Porém, muitos produtos podem emitir substâncias tóxicas ao meio ambiente e à saúde do homem, assim, a logística reversa pode dar um fim, incentivando os consumidores, a tomar decisões conscientes.

Passo a passo para implantar logística reversa

Para quem atua no mercado de comércio eletrônico, digitalizado e de logística, certamente já identificou mudanças no comportamento de compra, principalmente nos últimos anos. Atualmente, isso pode ser explicado porque os clientes estão cada vez mais conectados, e suas expectativas não estão apenas relacionadas a bons preços. Os novos consumidores tendem a ser mais exigentes, e estão demandando experiências de consumo ‘’sem defeitos’’.

Diante disso, a necessidade de um bom planejamento logístico para obter benefícios e reduzir impactos se tornou cada vez mais relevante, sendo um fator de diferenciação no mercado competitivo.

1) Incentivar os usuários finais

O primeiro passo para aplicar a logística reversa corretamente é incentivar os consumidores. 

Com certeza você irá se lembrar das empresas que fazem campanhas para que você retorne pilhas e outros objetos utilizados, certo? É o esforço de uma empresa em melhorar sua logística reversa.

Nessas situações, os resíduos devem estar em um local específico para que seja realizada uma coleta otimizada. E assim, a empresa deve alinhar com todas as unidades da loja para que elas recebam esses produtos que voltaram (logística reversa). É essencial que os usuários devem receber essa orientação nas lojas e, o mais indicado, por todos meios de contato disponíveis: e-mail, telefone, WhatsApp, etc.

2) Adicionar uma rota de coleta à rota de entrega

Ao terminarem a rota de entregas, os caminhões devem voltar para o depósito, certo?

Entretanto, por que não fazer uma rota de retorno que contemple o recolhimento dos resíduos descartados?

Fazendo isso, o fabricante de pneus e sua transportadora conseguem aproveitar melhor a rotina de entregas, otimizando também a logística reversa. Afinal, existem outros meios de dar um bom destino ao produto final.

3) Seja criativo e eduque os consumidores

Não é necessário recolher 100% dos resíduos que voltam, a ideia é que eles também possam ser encaminhados para outro fim pelo usuário final.

Pensa só: não seria ótimo para o fabricantes de pneus, por exemplo, se eles fossem recolhidos por uma ONG que os utiliza em hortas comunitárias?

O efeito disso também pode ser a redução de custo ao recolher e encaminhar resíduos.  O produtor possa incentivar essa ONG com a doação de um pequeno utilitário para fazer a coleta.

A empresa ganha incentivo fiscal com a doação, a ONG ganha com o veículo e todos ganham com menos pneus poluindo o meio ambiente.

Outros exemplos para aplicar logística reversa:

  • Reciclagem de garrafas PET;
  • Devolução de correspondências;
  • Reciclagem de eletrônicos;
  • Reciclagem de pilhas.
  • Reciclagem de óleo lubrificante usados

Principais benefícios em estruturar a Logística Reversa 

Se tratando de metas, a principal meta da logística reversa é reduzir o impacto do lixo. Assim, direciona que empresas, governo e pessoas físicas tenham a responsabilidade sobre o ciclo de vida do produto, a fim de conscientizar acerca do seu papel e seu compromisso em relação ao meio ambiente

A logística reversa tem o grande potencial de fazer com que diversos setores possam cumprir uma importante função social e ambiental, contribuindo para a construção de um mundo melhor. Assim, tem-se um impacto de grande importância na preservação do meio ambiente e redução dos prejuízos à saúde do ser humano. Além disso, a logística reversa traz outros benefícios para qualquer negócio, de diversos setores, se colocando como estratégia eficaz para empresas de todos os segmentos.

Redução de custos

A logística reversa e redução de custos tem profunda ligação, o que diferencia ambos conceitos é a maneira como você vai trabalhar com eles! 

Na prática, se você estabelecer uma política de logística reversa, cujo objetivo é o reaproveitamento de matéria-prima para desenvolvimento de outros produtos, seu custo de operação logística pode ser bastante reduzido. Além disso, é possível reduzir custos melhorando o processo de produção, que é o processo item neste artigo.

Impactos positivos no processo produtivo

Fato é que, nem sempre a logística reversa é aplicada pós-consumo. Por exemplo, você pode ter uma política de logística reversa para recolher produtos com defeitos. Um dos objetivos dessa ação é acompanhar o volume de produtos devolvidos por defeito, insatisfação do cliente ou, até mesmo, erros na gestão de estoque ou de transporte, você poderá identificar oportunidades importantes, melhorando seus processos.

Imagem positiva da corporação e relacionamento com o consumidor

Toda empresa, ou indústria, que aposta em políticas de logística reversa (de pós-consumo, ou outros critérios), tende a causar uma boa imagem para o consumidor moderno, sendo mais querida pelos consumidores. 

Afinal, estará apresentando a consciência ambiental, a flexibilidade em compreender e se adaptar a novas necessidades, além disso, é capaz de reforçar conceitos positivos que estão sendo cada vez mais exigidos pelos clientes, sendo eles: responsabilidade, compromisso social e economia colaborativa.

Mais vantagens competitivas

Todas as transformações advindas da crise econômica, mudanças de comportamento do consumidor e afins, tornaram o mercado mais competitivo. Com isso, a logística reversa pode ser um diferencial e resultar em benefícios importantes para que você consiga sair à frente da concorrência, e assim, aumentar também o valor da sua marca.

Gostou do conteúdo? Escreva nos comentários sobre qual assunto você quer ler! 

A Pier 8 tem soluções em logística para seu negócio. Preencha o formulário, podemos agendar uma conversa! 



Inscreva-se e receba nossos artigos!

Tag
logistica reversa

Passo a passo para implantar logística reversa corretamente

As mudanças no comportamento do consumidor e a necessidade de pensar no meio ambiente, tem tornado a logística reversa mais conhecida do que no passado (passado não tão distante). 

A logística reversa é o procedimento que torna possível que algo comprado pelo consumidor retorne à empresa após seu consumo, de modo que o fabricante possibilite um descarte correto, ou, precisará realizar a troca. Mas uma coisa é certa, a logística reversa se encontra com a crescente preocupação de pessoas e empresas em relação à consciência e sustentabilidade ambiental.

Entender a ideia da logística reversa é muito simples. Por um lado, a logística por si só possibilita que produtos e mercadorias sejam enviados aos consumidores, em qualquer parte do mundo, por outro, a logística reversa é o cuidado com os resíduos pós-consumo. Além do cuidado com o consumidor moderno em necessidades de pós-compra. 

Todos sabemos que essa é uma realidade: existem produtos que são prejudiciais à natureza, eles impactam, principalmente, a saúde e a qualidade de vida do ser humano. Dessa forma, compreender e implementar uma política de logística reversa é estar preocupado em estabelecer uma imagem positiva para sua marca, assim como um compromisso ambiental. 

Como a Logística Reversa pode ser estruturada

Antes de te apresentar um passo a passo completo para implantação da logística reversa, é importante que você saiba as diferenças na aplicação do conceito. Ou seja, como ela pode ser estruturada. Afinal, quando você pesquisa sobre o assunto se depara com um desencontro de informações, que ora diz que logística reversa é uma coisa, ora outra. Mas estamos aqui para esclarecer o assunto de uma vez por todas. 

Vamos lá!

Logística reversa pré-consumo

Logística reversa aplicada ao pré consumo está relacionada a defeitos de fabricação ou uso. Além disso, pode ser o caso de:

Avarias na embalagem ou no produto: em resumo, erros na emissão do pedido. Por exemplo: errar a quantidade ou o modelo solicitado;

Mercadorias em consignação: nesse caso, para teste antes da compra;

Término do prazo de validade antes do consumo: aqui, em caso de demora na entrega ao cliente final é um exemplo. 

Logística reversa no pós-consumo

Nosso conteúdo foi mais em torno desse tipo de logística reversa, e você está super dentro. Dessa forma, a logística reversa pós-consumo, como é sugerido pelo próprio nome, é mais vinculada às questões ambientais, isso porque soluciona o problema encontrado por todos os clientes: o descarte de materiais que envolvem o ciclo de compra. Por exemplo, quando um produto não é mais útil ou possível de ser utilizado, certamente ele precisa ser descartado. Porém, muitos produtos podem emitir substâncias tóxicas ao meio ambiente e à saúde do homem, assim, a logística reversa pode dar um fim, incentivando os consumidores, a tomar decisões conscientes.

Passo a passo para implantar logística reversa

Para quem atua no mercado de comércio eletrônico, digitalizado e de logística, certamente já identificou mudanças no comportamento de compra, principalmente nos últimos anos. Atualmente, isso pode ser explicado porque os clientes estão cada vez mais conectados, e suas expectativas não estão apenas relacionadas a bons preços. Os novos consumidores tendem a ser mais exigentes, e estão demandando experiências de consumo ‘’sem defeitos’’.

Diante disso, a necessidade de um bom planejamento logístico para obter benefícios e reduzir impactos se tornou cada vez mais relevante, sendo um fator de diferenciação no mercado competitivo.

1) Incentivar os usuários finais

O primeiro passo para aplicar a logística reversa corretamente é incentivar os consumidores. 

Com certeza você irá se lembrar das empresas que fazem campanhas para que você retorne pilhas e outros objetos utilizados, certo? É o esforço de uma empresa em melhorar sua logística reversa.

Nessas situações, os resíduos devem estar em um local específico para que seja realizada uma coleta otimizada. E assim, a empresa deve alinhar com todas as unidades da loja para que elas recebam esses produtos que voltaram (logística reversa). É essencial que os usuários devem receber essa orientação nas lojas e, o mais indicado, por todos meios de contato disponíveis: e-mail, telefone, WhatsApp, etc.

2) Adicionar uma rota de coleta à rota de entrega

Ao terminarem a rota de entregas, os caminhões devem voltar para o depósito, certo?

Entretanto, por que não fazer uma rota de retorno que contemple o recolhimento dos resíduos descartados?

Fazendo isso, o fabricante de pneus e sua transportadora conseguem aproveitar melhor a rotina de entregas, otimizando também a logística reversa. Afinal, existem outros meios de dar um bom destino ao produto final.

3) Seja criativo e eduque os consumidores

Não é necessário recolher 100% dos resíduos que voltam, a ideia é que eles também possam ser encaminhados para outro fim pelo usuário final.

Pensa só: não seria ótimo para o fabricantes de pneus, por exemplo, se eles fossem recolhidos por uma ONG que os utiliza em hortas comunitárias?

O efeito disso também pode ser a redução de custo ao recolher e encaminhar resíduos.  O produtor possa incentivar essa ONG com a doação de um pequeno utilitário para fazer a coleta.

A empresa ganha incentivo fiscal com a doação, a ONG ganha com o veículo e todos ganham com menos pneus poluindo o meio ambiente.

Outros exemplos para aplicar logística reversa:

  • Reciclagem de garrafas PET;
  • Devolução de correspondências;
  • Reciclagem de eletrônicos;
  • Reciclagem de pilhas.
  • Reciclagem de óleo lubrificante usados

Principais benefícios em estruturar a Logística Reversa 

Se tratando de metas, a principal meta da logística reversa é reduzir o impacto do lixo. Assim, direciona que empresas, governo e pessoas físicas tenham a responsabilidade sobre o ciclo de vida do produto, a fim de conscientizar acerca do seu papel e seu compromisso em relação ao meio ambiente

A logística reversa tem o grande potencial de fazer com que diversos setores possam cumprir uma importante função social e ambiental, contribuindo para a construção de um mundo melhor. Assim, tem-se um impacto de grande importância na preservação do meio ambiente e redução dos prejuízos à saúde do ser humano. Além disso, a logística reversa traz outros benefícios para qualquer negócio, de diversos setores, se colocando como estratégia eficaz para empresas de todos os segmentos.

Redução de custos

A logística reversa e redução de custos tem profunda ligação, o que diferencia ambos conceitos é a maneira como você vai trabalhar com eles! 

Na prática, se você estabelecer uma política de logística reversa, cujo objetivo é o reaproveitamento de matéria-prima para desenvolvimento de outros produtos, seu custo de operação logística pode ser bastante reduzido. Além disso, é possível reduzir custos melhorando o processo de produção, que é o processo item neste artigo.

Impactos positivos no processo produtivo

Fato é que, nem sempre a logística reversa é aplicada pós-consumo. Por exemplo, você pode ter uma política de logística reversa para recolher produtos com defeitos. Um dos objetivos dessa ação é acompanhar o volume de produtos devolvidos por defeito, insatisfação do cliente ou, até mesmo, erros na gestão de estoque ou de transporte, você poderá identificar oportunidades importantes, melhorando seus processos.

Imagem positiva da corporação e relacionamento com o consumidor

Toda empresa, ou indústria, que aposta em políticas de logística reversa (de pós-consumo, ou outros critérios), tende a causar uma boa imagem para o consumidor moderno, sendo mais querida pelos consumidores. 

Afinal, estará apresentando a consciência ambiental, a flexibilidade em compreender e se adaptar a novas necessidades, além disso, é capaz de reforçar conceitos positivos que estão sendo cada vez mais exigidos pelos clientes, sendo eles: responsabilidade, compromisso social e economia colaborativa.

Mais vantagens competitivas

Todas as transformações advindas da crise econômica, mudanças de comportamento do consumidor e afins, tornaram o mercado mais competitivo. Com isso, a logística reversa pode ser um diferencial e resultar em benefícios importantes para que você consiga sair à frente da concorrência, e assim, aumentar também o valor da sua marca.

Gostou do conteúdo? Escreva nos comentários sobre qual assunto você quer ler! 

A Pier 8 tem soluções em logística para seu negócio. Preencha o formulário, podemos agendar uma conversa! 



Preencha seus dados e acesse o e-book.

Tem alguma dúvida sobre Logística para E-Commerce?