Inscreva-se e receba nossos artigos

Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form.
22
03
2021

O que mudou no setor logístico com avanço da tecnologia?

Tag
logística

A logística está em constante evolução, tanto é verdade que diariamente nos deparamos com notícias sobre inovações e tecnologias na cadeia de suprimentos

Fato é que, somado aos desafios e urgências de soluções diante da pandemia, as tecnologias têm sido responsáveis por segurar toda essa onda de incertezas, tornando os processos logísticos mais eficientes, ágeis e competitivos.

Mudanças no setor logístico com o avanço da tecnologia 

A união entre TI (Tecnologia da Informação) e profissionais especializados, elevaram a logística a um outro patamar, no lugar de que o pensamento estratégico unido à análise de dados e estatísticas proporciona às empresas uma visão muito ampla dos processos, tornando a gestão muito mais eficiente e econômica. Confira algumas mudanças no setor logístico com a tecnologia: 

1) Robótica

Na cadeia de suprimentos, a introdução da robótica reduziu custos e melhorou a eficiência logística. Paralelamente a isso, observa-se um aumento na produtividade e na precisão para tomada de decisões. 

No momento, as tecnologias de robótica estão cumprindo funções diversas, espalhadas em diversas etapas da logística, e cumprem funções importantes na cadeia de suprimentos, desde a montagem de widgets até a leitura de códigos de barras e a movimentação de produtos de uma área de um depósito para outro.

Além disso, a robótica tem um papel importante no oferecimento de um futuro promissor na distribuição. No transporte logístico, já se fala de caminhões automatizados na próxima década, mas, na nossa própria realidade é possível ver a robótica presente na entrega com drones.

Importante: há um debate sobre a percepção de que a robótica e os processos automatizados substituirão as tarefas manuais. Porém, cuidado! Nem sempre é o caso. O mais provável é que as tecnologias robóticas na cadeia de suprimentos criem novas oportunidades; por exemplo, a implementação de novas tecnologias, podem trazer a necessidade de manutenção e especialização em robótica.

2) Internet das coisas (IoT)

A Internet das Coisas (IoT ou Internet of Things) é  um conceito da área de Tecnologia da Informação e diz respeito à integração de objetos que, geralmente, não são “tecnológicos” com sensores e conexão à internet. A tendência é que todos os objetos do dia-a-dia passarão a ser conectados à rede, de forma inteligente e sensorial.

Na logística, a IoT está revolucionando a cadeia de suprimentos, afinal, através dela é possível incorporar sensores em peças, pacotes e equipamentos para rastreá-los ao longo de sua jornada. 

A IoT está sendo utilizada para diversas funções, desde rastrear o comportamento de compra através de produtos etiquetados com RFID até sinalizar novos pedidos de produtos quando o estoque está baixo. Para as empresas e indústrias, os benefícios incluem velocidade, precisão, redução de custos e melhor controle de estoque.

3) Sistemas avançados de gerenciamento de estoque

Graças ao avanço da tecnologia, o inventário na logística é altamente avançado e, hoje, as ferramentas de otimização de rede fornecem visibilidade e percepções em um nível alto e no nível mais granular. 

As tecnologias aplicadas no gerenciamento de estoque integram quase todos os aspectos de nosso complexo mundo de estoque físico. O melhor é que se reduz falhas humanas, os sistemas baseados em computador que os gerenciam com mais precisão. 

Muitas empresas têm em seu orçamento final um alto custo de estoque, principalmente essas organizações ficam sempre de olho nos níveis de estoque.

Contudo, à medida que a cadeia de suprimentos fica cada vez mais complexa, as tecnologias que monitoram, otimizam e reabastecem o estoque com precisão se tornaram grandes aliadas, essenciais para a atual conjuntura. Os sistemas de gerenciamento de estoque trazem como resultados: 

  • rastreamento de estoque;
  • auxiliam no gerenciamento de compras;
  • recebimento e devoluções;
  • auxiliam na previsão e planejamento de demanda;
  • trazem o alerta para deterioração e obsolescência e;
  • fornecem análises criteriosas em cada etapa (métricas).

Conheça as etapas do Fulfillment: tecnologia aplicada à logística com Pier 8 

1. Check In automatizado

A fase inicial do nosso fluxo logístico é o recebimento, nele todo o estoque enviado é cadastrado através do check in automatizado onde todos os produtos passam pelo check de um coletor de alta tecnologia integrado com a nossa plataforma. Assim, desde o início é possível ter o controle do processo, principalmente podendo também visualizar o processo de entrada.

2. Armazenagem Customizada

Na Pier 8, a armazenagem é customizada para que a integridade dos produtos seja mantida, o espaço seja otimizado, a disposição e organização facilite a separação. Além disso, a criação de ruas e setorização dos espaços são realizadas para que tudo seja mapeado e encontrado facilmente.

3. Pedido Integrado

Todos os pedidos realizados através do e-commerce dos clientes são integrados e sinalizados para sua unidade de destino Pier8 online e real time. Essa troca de informação é realizada por uma integração via API entre a nossa plataforma e o ERP do cliente, dessa forma, a nossa equipe inicia todo o processo com muito mais rapidez.

4. Smart Picking

Recebida a notificação de que existe um pedido a ser processado em nossa plataforma, a equipe faz o processo de smart picking. Essa etapa possui um processo de ondas de separação por modalidade de envio seja Same Day Delivery, D0 ou D+1. Dessa forma conseguimos cumprir com o SLA independente da opção selecionada pelo consumidor final. Os produtos também passam por um check nessa etapa via coletor o que reduz a margem de erro.

5. Packing Personalizado

O processo de embalagem é alinhado cliente a cliente, assim conseguimos entender qual a melhor maneira de acomodar os produtos.

6. Checkout

Assim como na entrada, antes dos produtos serem expedidos, são verificados novamente. Com isso, são expedidos e ficam disponíveis para a próxima etapa até ser entregue.

7. Gestão de transporte e tracking

Ainda durante o checkout após toda a verificação são gerados os trackings dos pedidos, estes também são integrados com a nossa plataforma e ficam disponíveis para que você possa comunicar o consumidor e assim ele acompanhar o status da entrega. Nossa equipe de gestão de transporte é responsável por toda a tratativa junto a transportadoras, ficando também à disposição para qualquer tratativa.

8. Excelente experiência do consumidor

Nossa armazenagem é customizada para que a integridade dos produtos seja mantida, o espaço seja otimizado, a disposição e organização facilite a separação. Além disso, a criação de ruas e setorização dos espaços são realizadas para que tudo seja mapeado e encontrado facilmente.

Conheça nossas soluções em logísticas alinhadas com tecnologia! Entre em contato conosco através do formulário, podemos tirar todas suas dúvidas! 





Inscreva-se e receba nossos artigos!

Tag
logística

O que mudou no setor logístico com avanço da tecnologia?

A logística está em constante evolução, tanto é verdade que diariamente nos deparamos com notícias sobre inovações e tecnologias na cadeia de suprimentos

Fato é que, somado aos desafios e urgências de soluções diante da pandemia, as tecnologias têm sido responsáveis por segurar toda essa onda de incertezas, tornando os processos logísticos mais eficientes, ágeis e competitivos.

Mudanças no setor logístico com o avanço da tecnologia 

A união entre TI (Tecnologia da Informação) e profissionais especializados, elevaram a logística a um outro patamar, no lugar de que o pensamento estratégico unido à análise de dados e estatísticas proporciona às empresas uma visão muito ampla dos processos, tornando a gestão muito mais eficiente e econômica. Confira algumas mudanças no setor logístico com a tecnologia: 

1) Robótica

Na cadeia de suprimentos, a introdução da robótica reduziu custos e melhorou a eficiência logística. Paralelamente a isso, observa-se um aumento na produtividade e na precisão para tomada de decisões. 

No momento, as tecnologias de robótica estão cumprindo funções diversas, espalhadas em diversas etapas da logística, e cumprem funções importantes na cadeia de suprimentos, desde a montagem de widgets até a leitura de códigos de barras e a movimentação de produtos de uma área de um depósito para outro.

Além disso, a robótica tem um papel importante no oferecimento de um futuro promissor na distribuição. No transporte logístico, já se fala de caminhões automatizados na próxima década, mas, na nossa própria realidade é possível ver a robótica presente na entrega com drones.

Importante: há um debate sobre a percepção de que a robótica e os processos automatizados substituirão as tarefas manuais. Porém, cuidado! Nem sempre é o caso. O mais provável é que as tecnologias robóticas na cadeia de suprimentos criem novas oportunidades; por exemplo, a implementação de novas tecnologias, podem trazer a necessidade de manutenção e especialização em robótica.

2) Internet das coisas (IoT)

A Internet das Coisas (IoT ou Internet of Things) é  um conceito da área de Tecnologia da Informação e diz respeito à integração de objetos que, geralmente, não são “tecnológicos” com sensores e conexão à internet. A tendência é que todos os objetos do dia-a-dia passarão a ser conectados à rede, de forma inteligente e sensorial.

Na logística, a IoT está revolucionando a cadeia de suprimentos, afinal, através dela é possível incorporar sensores em peças, pacotes e equipamentos para rastreá-los ao longo de sua jornada. 

A IoT está sendo utilizada para diversas funções, desde rastrear o comportamento de compra através de produtos etiquetados com RFID até sinalizar novos pedidos de produtos quando o estoque está baixo. Para as empresas e indústrias, os benefícios incluem velocidade, precisão, redução de custos e melhor controle de estoque.

3) Sistemas avançados de gerenciamento de estoque

Graças ao avanço da tecnologia, o inventário na logística é altamente avançado e, hoje, as ferramentas de otimização de rede fornecem visibilidade e percepções em um nível alto e no nível mais granular. 

As tecnologias aplicadas no gerenciamento de estoque integram quase todos os aspectos de nosso complexo mundo de estoque físico. O melhor é que se reduz falhas humanas, os sistemas baseados em computador que os gerenciam com mais precisão. 

Muitas empresas têm em seu orçamento final um alto custo de estoque, principalmente essas organizações ficam sempre de olho nos níveis de estoque.

Contudo, à medida que a cadeia de suprimentos fica cada vez mais complexa, as tecnologias que monitoram, otimizam e reabastecem o estoque com precisão se tornaram grandes aliadas, essenciais para a atual conjuntura. Os sistemas de gerenciamento de estoque trazem como resultados: 

  • rastreamento de estoque;
  • auxiliam no gerenciamento de compras;
  • recebimento e devoluções;
  • auxiliam na previsão e planejamento de demanda;
  • trazem o alerta para deterioração e obsolescência e;
  • fornecem análises criteriosas em cada etapa (métricas).

Conheça as etapas do Fulfillment: tecnologia aplicada à logística com Pier 8 

1. Check In automatizado

A fase inicial do nosso fluxo logístico é o recebimento, nele todo o estoque enviado é cadastrado através do check in automatizado onde todos os produtos passam pelo check de um coletor de alta tecnologia integrado com a nossa plataforma. Assim, desde o início é possível ter o controle do processo, principalmente podendo também visualizar o processo de entrada.

2. Armazenagem Customizada

Na Pier 8, a armazenagem é customizada para que a integridade dos produtos seja mantida, o espaço seja otimizado, a disposição e organização facilite a separação. Além disso, a criação de ruas e setorização dos espaços são realizadas para que tudo seja mapeado e encontrado facilmente.

3. Pedido Integrado

Todos os pedidos realizados através do e-commerce dos clientes são integrados e sinalizados para sua unidade de destino Pier8 online e real time. Essa troca de informação é realizada por uma integração via API entre a nossa plataforma e o ERP do cliente, dessa forma, a nossa equipe inicia todo o processo com muito mais rapidez.

4. Smart Picking

Recebida a notificação de que existe um pedido a ser processado em nossa plataforma, a equipe faz o processo de smart picking. Essa etapa possui um processo de ondas de separação por modalidade de envio seja Same Day Delivery, D0 ou D+1. Dessa forma conseguimos cumprir com o SLA independente da opção selecionada pelo consumidor final. Os produtos também passam por um check nessa etapa via coletor o que reduz a margem de erro.

5. Packing Personalizado

O processo de embalagem é alinhado cliente a cliente, assim conseguimos entender qual a melhor maneira de acomodar os produtos.

6. Checkout

Assim como na entrada, antes dos produtos serem expedidos, são verificados novamente. Com isso, são expedidos e ficam disponíveis para a próxima etapa até ser entregue.

7. Gestão de transporte e tracking

Ainda durante o checkout após toda a verificação são gerados os trackings dos pedidos, estes também são integrados com a nossa plataforma e ficam disponíveis para que você possa comunicar o consumidor e assim ele acompanhar o status da entrega. Nossa equipe de gestão de transporte é responsável por toda a tratativa junto a transportadoras, ficando também à disposição para qualquer tratativa.

8. Excelente experiência do consumidor

Nossa armazenagem é customizada para que a integridade dos produtos seja mantida, o espaço seja otimizado, a disposição e organização facilite a separação. Além disso, a criação de ruas e setorização dos espaços são realizadas para que tudo seja mapeado e encontrado facilmente.

Conheça nossas soluções em logísticas alinhadas com tecnologia! Entre em contato conosco através do formulário, podemos tirar todas suas dúvidas! 





Preencha seus dados e acesse o e-book.

Tem alguma dúvida sobre Logística para E-Commerce?