Inscreva-se e receba nossos artigos

Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form.
27
12
2020

O que causa problema no estoque?

Tag
logística

Parece óbvio, mas lembrar isso nunca é demais: produtos não devem faltar e nem estar em excesso dentro de um estoque. O motivo de muitas equipes não valorizarem isso traz como consequências falhas na gestão do estoque. Se os erros surgem, a tendência é sempre buscar os culpados, e com isso, analisar as causas sempre fica para depois, entretanto, somente entendendo os motivos que o gestor de logística terá condições de corrigir os problemas no estoque.

5 erros para entender o que causa problema no estoque

 1 – Falhas nas informações

Há uma importância central em acompanhar todos os indicadores de desempenho, o desencontro de informações é uma das principais causas para os problemas no estoque, logo, é urgente ser avaliada. Reflita sobre como está a comunicação no seu negócio. Caso qualquer informação sobre o produto, sua disponibilidade no estoque ou quantidade expedida estiver incorreta, os problemas no seu estoque tendem a repercutir. Por isso, conte com ferramentas tecnológicas, como o sistema WMS, para ter monitoramento assertivo sobre o processo que está acontecendo.

2 – Falta de inventários periódicos

O erro de muitas empresas é optar por fazer um único inventário por ano. Seguir à risca, com periodicidade, a produção de inventários, torna muito mais fácil controlar a quantidade certa de itens armazenados. Além disso, a partir disso é possível identificar pequenas divergências, impedindo que os problemas se tornem ainda maiores. 

3 – Falhas na segurança

É essencial se perguntar: quem sai de seu armazém?  Estão claras as funções que cada um está desempenhando nas atividades? 

A segurança interna dos processos logísticos é essencial para evitar perdas por furtos ou danificação de produtos. Um aliado para esse momento é a tecnologia, que através de câmeras de segurança e um sistema que monitora o trabalho de cada funcionário, permite um melhor controle do que acontece na parte interna do armazém

4 – Mau uso do armazém

Ter conhecimento sobre cada produto presente no estoque, assim como quais as temperaturas ideais de armazenagem, se o item tolera umidade, luz solar, entre outros detalhes, é o primeiro passo para driblar os problemas no estoque

São informações muito importantes para que não haja perda devido ao mau uso do armazém. Para isso, tenha um controle rígido de quais endereços são mais adequados para cada tipo de produto. Não se esqueça também da importância ( é fundamental) de monitorar as datas de validade e atender aos parâmetros FIFO ou FEFO, atinja a qualidade ideal para a expedição. 

5 – Ausência de tecnologia nos processos logísticos

Se seu negócio não está por dentro dessas soluções, que unem tecnologia e logística, é a hora de reverter essa situação. Saber as funcionalidades do WMS na logística é essencial para não ter dificuldades na hora de organizar e gerenciar processos relacionados ao estoque. O WMS nada mais é que um sistema de logística que integra a cadeia de suprimentos (SCM – Supply Chain Management), e seu principal objetivo é o gerenciamento e a automatização de todos os processos logísticos que ocorrem em um armazém ou centro de distribuição.

Com isso, houve uma revolução nos setores que demandam logística eficiente. Se antes o controle era feito manualmente, a partir dessa solução o próprio software assume total controle do estoque, desde o momento da chegada de um produto, até a etapa de expedição. O resultado? Diminuição de falhas nos processos logísticos e redução de custos, mas a lista não para por aí, além disso:

  • Otimização do tempo gasto;
  • Organização de todos os processos internos;
  • Controle da entrada e saída de produtos;
  • Planejamento de recursos;
  • Melhoria na comunicação;
  • Controle e abastecimento da linha de produção;

O sistema WMS na logística se conecta a um banco de dados, ali são registrados toda e qualquer movimentação que acontece dentro do armazém, tudo é mediado a partir do uso de códigos de barras, QR codes ou sensores automáticos. Algumas atividades realizadas pelo software, capaz de reduzir falhas importantes na logística:


  • Registra entrada e saída de mercadorias;
  • Atualizar o inventário com informações gerais sobre os produtos, como data de validade, peso, dimensões e número de lote;
  • Impulsiona a organização do estoque, com base na demanda, otimizando o espaço disponível;
  • Fornece relatórios atualizados sobre o status dos produtos no armazém.

Tecnologia logística para driblar problemas no estoque

Um dos desdobramentos a respeito do mundo cada vez mais digital é que estamos vivendo a era da automatização. Estudos apontam que muitas empresas já estão inseridas nessa dinâmica, e hoje têm soluções diversificadas nos setores internos da indústria e/ou empresa. 

Não seria por menos, os consumidores mudaram seu comportamento nos últimos anos. Por exemplo, há pessoas que desistem de compras quando o tempo de entrega é muito longo. Essa situação traz à tona uma realidade incontestável: não basta ter um produto de qualidade, o tempo de entrega é um diferencial a ser considerado. 

Em meio a tudo isso, ter à sua disposição ferramentas para otimizar os processos logísticos é o que irá gerar melhor desempenho nas atividades desenvolvidas, sobretudo na nova era em que é essencial prestar um serviço mais ágil e de qualidade, e assim manter-se na concorrência.

A partir da ideia de que é preciso ‘’segurar’’ as demandas do novo mercado, o Warehouse Management System, ou simplesmente WMS, surge para contemplar visionários. 

A Pier 8 tem soluções em logística a partir de tecnologias consistentes, como o sistema WMS. Entre em contato conosco!


Inscreva-se e receba nossos artigos!

Tag
logística

O que causa problema no estoque?

Parece óbvio, mas lembrar isso nunca é demais: produtos não devem faltar e nem estar em excesso dentro de um estoque. O motivo de muitas equipes não valorizarem isso traz como consequências falhas na gestão do estoque. Se os erros surgem, a tendência é sempre buscar os culpados, e com isso, analisar as causas sempre fica para depois, entretanto, somente entendendo os motivos que o gestor de logística terá condições de corrigir os problemas no estoque.

5 erros para entender o que causa problema no estoque

 1 – Falhas nas informações

Há uma importância central em acompanhar todos os indicadores de desempenho, o desencontro de informações é uma das principais causas para os problemas no estoque, logo, é urgente ser avaliada. Reflita sobre como está a comunicação no seu negócio. Caso qualquer informação sobre o produto, sua disponibilidade no estoque ou quantidade expedida estiver incorreta, os problemas no seu estoque tendem a repercutir. Por isso, conte com ferramentas tecnológicas, como o sistema WMS, para ter monitoramento assertivo sobre o processo que está acontecendo.

2 – Falta de inventários periódicos

O erro de muitas empresas é optar por fazer um único inventário por ano. Seguir à risca, com periodicidade, a produção de inventários, torna muito mais fácil controlar a quantidade certa de itens armazenados. Além disso, a partir disso é possível identificar pequenas divergências, impedindo que os problemas se tornem ainda maiores. 

3 – Falhas na segurança

É essencial se perguntar: quem sai de seu armazém?  Estão claras as funções que cada um está desempenhando nas atividades? 

A segurança interna dos processos logísticos é essencial para evitar perdas por furtos ou danificação de produtos. Um aliado para esse momento é a tecnologia, que através de câmeras de segurança e um sistema que monitora o trabalho de cada funcionário, permite um melhor controle do que acontece na parte interna do armazém

4 – Mau uso do armazém

Ter conhecimento sobre cada produto presente no estoque, assim como quais as temperaturas ideais de armazenagem, se o item tolera umidade, luz solar, entre outros detalhes, é o primeiro passo para driblar os problemas no estoque

São informações muito importantes para que não haja perda devido ao mau uso do armazém. Para isso, tenha um controle rígido de quais endereços são mais adequados para cada tipo de produto. Não se esqueça também da importância ( é fundamental) de monitorar as datas de validade e atender aos parâmetros FIFO ou FEFO, atinja a qualidade ideal para a expedição. 

5 – Ausência de tecnologia nos processos logísticos

Se seu negócio não está por dentro dessas soluções, que unem tecnologia e logística, é a hora de reverter essa situação. Saber as funcionalidades do WMS na logística é essencial para não ter dificuldades na hora de organizar e gerenciar processos relacionados ao estoque. O WMS nada mais é que um sistema de logística que integra a cadeia de suprimentos (SCM – Supply Chain Management), e seu principal objetivo é o gerenciamento e a automatização de todos os processos logísticos que ocorrem em um armazém ou centro de distribuição.

Com isso, houve uma revolução nos setores que demandam logística eficiente. Se antes o controle era feito manualmente, a partir dessa solução o próprio software assume total controle do estoque, desde o momento da chegada de um produto, até a etapa de expedição. O resultado? Diminuição de falhas nos processos logísticos e redução de custos, mas a lista não para por aí, além disso:

  • Otimização do tempo gasto;
  • Organização de todos os processos internos;
  • Controle da entrada e saída de produtos;
  • Planejamento de recursos;
  • Melhoria na comunicação;
  • Controle e abastecimento da linha de produção;

O sistema WMS na logística se conecta a um banco de dados, ali são registrados toda e qualquer movimentação que acontece dentro do armazém, tudo é mediado a partir do uso de códigos de barras, QR codes ou sensores automáticos. Algumas atividades realizadas pelo software, capaz de reduzir falhas importantes na logística:


  • Registra entrada e saída de mercadorias;
  • Atualizar o inventário com informações gerais sobre os produtos, como data de validade, peso, dimensões e número de lote;
  • Impulsiona a organização do estoque, com base na demanda, otimizando o espaço disponível;
  • Fornece relatórios atualizados sobre o status dos produtos no armazém.

Tecnologia logística para driblar problemas no estoque

Um dos desdobramentos a respeito do mundo cada vez mais digital é que estamos vivendo a era da automatização. Estudos apontam que muitas empresas já estão inseridas nessa dinâmica, e hoje têm soluções diversificadas nos setores internos da indústria e/ou empresa. 

Não seria por menos, os consumidores mudaram seu comportamento nos últimos anos. Por exemplo, há pessoas que desistem de compras quando o tempo de entrega é muito longo. Essa situação traz à tona uma realidade incontestável: não basta ter um produto de qualidade, o tempo de entrega é um diferencial a ser considerado. 

Em meio a tudo isso, ter à sua disposição ferramentas para otimizar os processos logísticos é o que irá gerar melhor desempenho nas atividades desenvolvidas, sobretudo na nova era em que é essencial prestar um serviço mais ágil e de qualidade, e assim manter-se na concorrência.

A partir da ideia de que é preciso ‘’segurar’’ as demandas do novo mercado, o Warehouse Management System, ou simplesmente WMS, surge para contemplar visionários. 

A Pier 8 tem soluções em logística a partir de tecnologias consistentes, como o sistema WMS. Entre em contato conosco!


Preencha seus dados e acesse o e-book.

Tem alguma dúvida sobre Logística para E-Commerce?