Join Our Newsletter
  Corrija o(s) campo(s) assinalado(s) acima.

Não sabe como calcular o ICMS? Nós te ajudamos!

22.7.2019 12:46
como calcular o ICMS

Quando chega o momento de calcular o ICMS, muitos empreendedores se desesperam. Apesar deste imposto ser um dos mais importantes para empresas que atuam com venda e entrega de mercadorias em diversos estados, a confusão é recorrente. O Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Prestação de Serviço (ICMS),  trata-se de um importante cálculo do tributo, sendo um dos principais encargos do mercado.

Neste conteúdo, vamos mostrar como calcular o ICMS, que possui uma legislação específica em cada Estado, e podemos até dizer que essa confusão toda gerada em torno deste imposto tem relação com este fato.

É por este motivo que agora você terá acesso a informações valiosas sobre o tema!

Como calcular o ICMS

O ICMS é um imposto que possui alíquota variável, como já dissemos na introdução, e acreditamos que este seja justamente o motivo que acaba fazendo tanta gente se confundir.

Porém, além de mostrar como calcular o ICMS, queremos mostrar que o funcionamento dele é relativamente simples. Quando a venda é realizada, o fator gerador desse tributo é concretizado. Ou seja, a empresa que vendeu essa mercadoria terá que pagar o valor. Entretanto, para a empresa que comprou, ele se torna um direito, podendo ser creditado.

O cálculo deste tributo tem que ser feito com base na tabela ICMS, afinal, ela reúne todas as alíquotas (def:  alíquota é o percentual ou valor fixo que será aplicado para o cálculo do valor de um tributo), considerando, como já dissemos, o Estado de origem e o destino. Por outro lado, ela também indica as porcentagens para o ICMS interno que corresponde a cada uma das unidades federais.

Não deixe de ler: Logística para E-commerce: Reduza custos com frete

Entendendo na prática como calcular o ICMS

Logo abaixo você pode conferir o documento de base com todas as alíquotas atualizadas.

Linhas verticais: você irá encontrar as porcentagens do local de destino;

Linhas horizontais: estão os valores do estado de origem.

As células que estão destacadas representam o ICMS interno. Ou seja, para mercadorias que possuem origem e destino dentro da mesma unidade federal.

Para saber quanto você deve pagar de ICMS é bem simples, multiplique o valor da mercadoria pela alíquota do imposto, e depois basta dividir o resultado por 100.

Se atente conosco:

Vamos supor que você venda uma mercadoria de R$ 200, e ela saia de São Paulo para o

Rio de Janeiro. Seguindo a tabela ICMS você verá que a alíquota será de 24%.

Logo a conta que deverá ser feita é a seguinte:

200x 12 = 2400

2400/ 100 = 24

Ou seja, o valor de ICMS a ser pago é de R$ 24.

Contudo, uma coisa que você precisa levar em consideração é o sistema de crédito desse imposto. Você pode compensar o valor do tributo considerando em conta valores cobrados para a entrada dele.

Utilizando o exemplo São Paulo/Rio de Janeiro, vamos supor que esse produto é revendido, e que a compra dele custou R$ 50. Quando você recebeu essa mercadoria, acabou tendo um crédito de R$12.

Leia também: Descubra como fazer o cálculo de frete sem prejuízo

Na hora de revendê-la por R$ 100, ao invés de pagar R$24 conforme visto no cálculo acima, a empresa terá que pagar apenas R$12 por conta do crédito que tinha.

como calcular o ICMS

O ideal é que você sempre peça auxílio de um profissional de contabilidade nesse processo, para nada ficar para trás. Dessa forma, não haverá problemas na verificação da tabela ICMS e do cálculo do imposto.

Continue nos acompanhando e receba mais dicas!

Até a próxima!

Conteúdos Relacionados

Tem alguma dúvida sobre logística?

fale com um expert