Inscreva-se e receba nossos artigos

Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form.
10
10
2021

Melhores práticas para Transporte e Logística

Tag
Transporte - Pier8 Logística para E-commerce
Confira nossas postagens sobre Logística aqui na Pier8!

A importância da área de transportes está ligada a operacionalizar o processo logístico. Neste caso, para otimizar as funções de transporte e logística, é essencial conhecer quais são as principais características que compõem o transporte.

Essa visão ajuda a construir uma perspectiva que vai além da movimentação de materiais e passa a constituir uma ferramenta de gestão extremamente valorizada. Para aplicar esse tipo de solução, é necessário investir em sistemas de informação e na capacitação da equipe, além de focar nas atividades de planejamento e controle.

Dessa forma, é possível destacar-se no mercado, reduzir custos e conquistar novos clientes. Se você tem interesse em saber mais sobre o papel estratégico dessa área, continue a leitura e fique por dentro de algumas informações úteis!

Entenda a importância das práticas de Transporte e Logística

Os últimos anos têm sido essenciais para consolidar o departamento de transportes como uma área estratégica, que fornece soluções para as demandas de movimentação de mercadorias.

Fora disso, sua principal função é reduzir distâncias entre os produtores, fabricantes e seus respectivos clientes. Esse tipo de posicionamento garante que o produto certo seja entregue no local certo e no momento estabelecido.

É importante compreender que essa área não se limita somente às atividades de distribuição. Na maioria dos casos, realiza também o gerenciamento dos níveis de estoque, atuando, constantemente, para garantir o abastecimento da linha de produção.

O processo de estoque também é considerado um fator essencial, pois lida diretamente com o fluxo de recebimento e com a saída de materiais, além de executar o armazenamento de forma inteligente e segura para evitar avarias e acidentes.

Como resultado, é possível garantir que os produtos serão disponibilizados para os consumidores dentro do prazo e com a qualidade desejada.

Quais são os principais elementos que compõem o Transporte e Logística?

Pensar na operação logística como o simples envio de mercadorias é uma visão restritiva de uma área com grande influência no resultado da empresa. Por esse motivo, é importante entender que as suas atividades podem ser consideradas estratégicas e que necessitam da participação de diversos departamentos.

Em primeiro lugar, vale destacar como a execução de cada etapa depende de planejamento, com o intuito de organizar cada função e antecipar imprevistos. Quando a equipe dedica tempo para planejar a movimentação, é possível tornar a operação mais econômica e capaz de atender aos clientes com flexibilidade.

Dessa forma, as etapas de armazenamento, expedição e distribuição oferecem oportunidades de melhoria que qualificam o atendimento. Essa medida favorece principalmente as empresas que atuam com entregas pulverizadas e dependem da utilização de galpões em locais estratégicos para possibilitar o envio dos pedidos

7 Melhores Práticas para Transporte e Logística a partir da integração de dados 

1. Melhor Previsão de Demanda 

A orientação através da coordenação entre ERP e sistemas de vendas pode resultar em previsões mais precisas, resultando em vendas com margens mais eficientes. 

A logística com base em dados precisos e na demanda reduz os custos de transporte e também o estoque, ao mesmo tempo é capaz de melhorar a vantagem competitiva ao permitir que as organizações ofereçam um melhor atendimento ao cliente.

2. Planejamento mais Abrangente 

Dados Integrados tornam possível que o gestor da cadeia de suprimentos possa tomar decisões com base em uma visão abrangente e precisa das atividades de operação: Vendas, Marketing, Gerenciamento de Produtos, Manufatura, Armazenagem, Compras, Finanças e Transporte).

Para reduzir custos e trabalhar com eficiência, é fundamental que a cadeia de suprimentos seja precisa para ter uma visão abrangente de todas as atividades relacionadas à logística. Por consequência, garantir que pedidos sejam feitos e atendidos da maneira mais econômica e eficiente possível.

3. Segmentação de Cadeias de Suprimentos 

A integração de dados na logística de transporte, como entre os sistemas CRM e ERP, pode permitir segmentar a carteira de clientes e produtos de modo muito mais fácil. A partir do desenvolvimento de cadeias de suprimentos personalizadas para proporcionar o máximo valor ao menor custo possível para cada grupo de clientes. 

Dessa maneira, garante-se que os clientes possam superar suas expectativas e permite que a segmentação seja uma estratégia realmente eficaz para que a empresa possa aumentar seus resultados em vendas, por exemplo. 

4. Decidir entre Entregas Rápidas ou Entregas sem Falhas 

Os custos envolvidos na cadeia de fornecimento devem ser analisados para obter uma visão ampla e unificada, esse feito permite que os objetivos operacionais possam atender aos objetivos empresariais e à imagem da marca. 

A maneira como os dados são gerenciados e localizados, é o que irá direcionar a empresa sobre movimentar o estoque onde possui menor custo, pode movimentar os ativos da maneira mais rápida possível, ou ter a maior qualidade possível de atendimento sem falhas. A integração de dados na logística de transporte, ou seja, ter dados de custos e variáveis juntos, em um único sistema, permite uma análise mais fácil de trade-off.

5. Transporte Logístico diferenciado 

Organizações que integram o ERP com o WMS para otimizar os processos de logística e permitir o menor tempo de permanência e prazos de entrega mais eficazes, será colocado no mercado como um transportador preferencial e terá mais facilidade de obter melhor desempenho, afinal, os operadores de logística gostam de trabalhar com empresas que aumentam sua eficiência nas operações logísticas.

6. Gerenciar a Última Milha da logística 

O ponto alto da entrega reflete a competência de toda a organização. Se uma empresa está constantemente atrasando as entregas, o cliente terá uma visão muito negativa desta companhia e provavelmente não usará seus serviços novamente. A última milha da logística, o último trecho antes do destino final, é o mais complicado e caro, e pode, muitas vezes, provocar interrupções e atrasos. A integração adequada entre o transporte e sistemas ERP garante que as encomendas cheguem ao destino correto e pode fornecer notificações automáticas de prazos de entrega, garantindo um desempenho superior no processo e maior satisfação do cliente.

7. Expedição de vendas online 

Carrinhos de compras que podem se conectar com os sistemas de fornecedores de frete permitem aos compradores obter uma cotação exata de preço para o transporte e prazos de entrega confiáveis. Ao integrar o ERP e sistemas de transportes de terceiros com sites de comércio eletrônico pode-se melhorar o atendimento ao cliente, acelerar o faturamento e reduzir as demandas das equipes de suporte.

Desse modo, a integração de dados na Logística será capaz de auxiliar na otimização da cadeia de suprimentos e permitir o melhor serviço ao cliente. 

Agora, quer uma solução para não ter que se preocupar com a integração de dados?

Uma plataforma logística, como a Pier 8, permite às empresas conectarem dados e processos em todos os sistemas, oferecendo às organizações a infraestrutura de TI adaptável necessária para garantir a eficiência da cadeia de suprimentos.

Quer conhecer as soluções para seu negócio em Logística de Transporte? Entre em contato



Inscreva-se e receba nossos artigos!

Tag
Transporte - Pier8 Logística para E-commerce
Confira nossas postagens sobre Logística aqui na Pier8!

Melhores práticas para Transporte e Logística

A importância da área de transportes está ligada a operacionalizar o processo logístico. Neste caso, para otimizar as funções de transporte e logística, é essencial conhecer quais são as principais características que compõem o transporte.

Essa visão ajuda a construir uma perspectiva que vai além da movimentação de materiais e passa a constituir uma ferramenta de gestão extremamente valorizada. Para aplicar esse tipo de solução, é necessário investir em sistemas de informação e na capacitação da equipe, além de focar nas atividades de planejamento e controle.

Dessa forma, é possível destacar-se no mercado, reduzir custos e conquistar novos clientes. Se você tem interesse em saber mais sobre o papel estratégico dessa área, continue a leitura e fique por dentro de algumas informações úteis!

Entenda a importância das práticas de Transporte e Logística

Os últimos anos têm sido essenciais para consolidar o departamento de transportes como uma área estratégica, que fornece soluções para as demandas de movimentação de mercadorias.

Fora disso, sua principal função é reduzir distâncias entre os produtores, fabricantes e seus respectivos clientes. Esse tipo de posicionamento garante que o produto certo seja entregue no local certo e no momento estabelecido.

É importante compreender que essa área não se limita somente às atividades de distribuição. Na maioria dos casos, realiza também o gerenciamento dos níveis de estoque, atuando, constantemente, para garantir o abastecimento da linha de produção.

O processo de estoque também é considerado um fator essencial, pois lida diretamente com o fluxo de recebimento e com a saída de materiais, além de executar o armazenamento de forma inteligente e segura para evitar avarias e acidentes.

Como resultado, é possível garantir que os produtos serão disponibilizados para os consumidores dentro do prazo e com a qualidade desejada.

Quais são os principais elementos que compõem o Transporte e Logística?

Pensar na operação logística como o simples envio de mercadorias é uma visão restritiva de uma área com grande influência no resultado da empresa. Por esse motivo, é importante entender que as suas atividades podem ser consideradas estratégicas e que necessitam da participação de diversos departamentos.

Em primeiro lugar, vale destacar como a execução de cada etapa depende de planejamento, com o intuito de organizar cada função e antecipar imprevistos. Quando a equipe dedica tempo para planejar a movimentação, é possível tornar a operação mais econômica e capaz de atender aos clientes com flexibilidade.

Dessa forma, as etapas de armazenamento, expedição e distribuição oferecem oportunidades de melhoria que qualificam o atendimento. Essa medida favorece principalmente as empresas que atuam com entregas pulverizadas e dependem da utilização de galpões em locais estratégicos para possibilitar o envio dos pedidos

7 Melhores Práticas para Transporte e Logística a partir da integração de dados 

1. Melhor Previsão de Demanda 

A orientação através da coordenação entre ERP e sistemas de vendas pode resultar em previsões mais precisas, resultando em vendas com margens mais eficientes. 

A logística com base em dados precisos e na demanda reduz os custos de transporte e também o estoque, ao mesmo tempo é capaz de melhorar a vantagem competitiva ao permitir que as organizações ofereçam um melhor atendimento ao cliente.

2. Planejamento mais Abrangente 

Dados Integrados tornam possível que o gestor da cadeia de suprimentos possa tomar decisões com base em uma visão abrangente e precisa das atividades de operação: Vendas, Marketing, Gerenciamento de Produtos, Manufatura, Armazenagem, Compras, Finanças e Transporte).

Para reduzir custos e trabalhar com eficiência, é fundamental que a cadeia de suprimentos seja precisa para ter uma visão abrangente de todas as atividades relacionadas à logística. Por consequência, garantir que pedidos sejam feitos e atendidos da maneira mais econômica e eficiente possível.

3. Segmentação de Cadeias de Suprimentos 

A integração de dados na logística de transporte, como entre os sistemas CRM e ERP, pode permitir segmentar a carteira de clientes e produtos de modo muito mais fácil. A partir do desenvolvimento de cadeias de suprimentos personalizadas para proporcionar o máximo valor ao menor custo possível para cada grupo de clientes. 

Dessa maneira, garante-se que os clientes possam superar suas expectativas e permite que a segmentação seja uma estratégia realmente eficaz para que a empresa possa aumentar seus resultados em vendas, por exemplo. 

4. Decidir entre Entregas Rápidas ou Entregas sem Falhas 

Os custos envolvidos na cadeia de fornecimento devem ser analisados para obter uma visão ampla e unificada, esse feito permite que os objetivos operacionais possam atender aos objetivos empresariais e à imagem da marca. 

A maneira como os dados são gerenciados e localizados, é o que irá direcionar a empresa sobre movimentar o estoque onde possui menor custo, pode movimentar os ativos da maneira mais rápida possível, ou ter a maior qualidade possível de atendimento sem falhas. A integração de dados na logística de transporte, ou seja, ter dados de custos e variáveis juntos, em um único sistema, permite uma análise mais fácil de trade-off.

5. Transporte Logístico diferenciado 

Organizações que integram o ERP com o WMS para otimizar os processos de logística e permitir o menor tempo de permanência e prazos de entrega mais eficazes, será colocado no mercado como um transportador preferencial e terá mais facilidade de obter melhor desempenho, afinal, os operadores de logística gostam de trabalhar com empresas que aumentam sua eficiência nas operações logísticas.

6. Gerenciar a Última Milha da logística 

O ponto alto da entrega reflete a competência de toda a organização. Se uma empresa está constantemente atrasando as entregas, o cliente terá uma visão muito negativa desta companhia e provavelmente não usará seus serviços novamente. A última milha da logística, o último trecho antes do destino final, é o mais complicado e caro, e pode, muitas vezes, provocar interrupções e atrasos. A integração adequada entre o transporte e sistemas ERP garante que as encomendas cheguem ao destino correto e pode fornecer notificações automáticas de prazos de entrega, garantindo um desempenho superior no processo e maior satisfação do cliente.

7. Expedição de vendas online 

Carrinhos de compras que podem se conectar com os sistemas de fornecedores de frete permitem aos compradores obter uma cotação exata de preço para o transporte e prazos de entrega confiáveis. Ao integrar o ERP e sistemas de transportes de terceiros com sites de comércio eletrônico pode-se melhorar o atendimento ao cliente, acelerar o faturamento e reduzir as demandas das equipes de suporte.

Desse modo, a integração de dados na Logística será capaz de auxiliar na otimização da cadeia de suprimentos e permitir o melhor serviço ao cliente. 

Agora, quer uma solução para não ter que se preocupar com a integração de dados?

Uma plataforma logística, como a Pier 8, permite às empresas conectarem dados e processos em todos os sistemas, oferecendo às organizações a infraestrutura de TI adaptável necessária para garantir a eficiência da cadeia de suprimentos.

Quer conhecer as soluções para seu negócio em Logística de Transporte? Entre em contato



Preencha seus dados e acesse o e-book.

Tem alguma dúvida sobre Logística para E-Commerce?