Inscreva-se e receba nossos artigos

Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form.
09
09
2021

Logística indústria 4.0: como o conceito é aplicado no Brasil

Tag
logística
logística 4.0

No Brasil, a Logística 4.0 ainda está dando seus primeiros passos. Se por um lado, essa pode parecer uma notícia ruim, afinal, neste quesito estamos atrás dos países mais desenvolvidos, por outro, é uma grande oportunidade para aplicar inovações no seu negócio. 

Aliás, você terá uma vantagem competitiva, pois se as estratégias e ferramentas da logística indústria 4.0 , ainda não se popularizaram, o seu negócio pode sair na frente dos concorrentes. O caminho é investir em tecnologia logística

Neste artigo, vamos apresentar mais informações do conceito logística 4.0, acompanhe o conteúdo!  

Logística Indústria 4.0: o que é e como funciona no Brasil?

O conceito de Logística 4.0 faz referência ao termo 4.ª Revolução Industrial, devido às transformações tecnológicas ocorridas nas últimas décadas. Como consequência, nada melhor do que direcionar o conceito às transformações que estão acontecendo agora. 

A automação é um dos pilares da revolução industrial que está em percurso, porém, não estamos falando apenas sobre tecnologia. A revolução 4.0 trata-se de uma modernização estrutural completa dos meios de produção e uma nova visão no planejamento e na execução do desenvolvimento de produtos.

Sobretudo se tratando de conectividade, integração e do uso muito mais inteligente – e estratégico – de dados e informações. As principais ferramentas de da Indústria 4.0 são: Big Data, IoT, Inteligência Artificial, Machine Learning.

Todas as transformações oriundas de soluções tecnológicas correspondem ao fato de que, com todo o avanço industrial, a logística não poderia se manter desatualizada. Por isso, o resultado foi o aumento do investimento em tecnologia, integração, automação e planejamento. Contudo, como em outros processos históricos, de mudanças, os avanços não ocorreram na mesma velocidade – e profundidade – em todos os países do mundo. 

A indústria 4.0 insere em seu processo a aplicação de alta tecnologia, que gerou um salto de eficiência incomparável, no qual diversos processos foram automatizados e digitalizados, tanto na indústria, quanto na logística.

Por diversas limitações, a onda de tecnologias complexas, integrativas e interconectadas não chegou com a mesma rapidez no Brasil. Por conta disso, o país, além de todos os desafios naturais, também é condicionado a enfrentar muita resistência na importação de inovações, pesquisas e desenvolvimento.

Apesar da existência de muitos obstáculos, o cenário pandêmico atual forçou uma atualização rápida e urgente da logística. O motivo se deve ao fato de que, precisávamos atender uma demanda completamente inesperada e ainda muito nova para boa parte das empresas.

Precisa-se reconhecer que, apesar do crescimento em automação ser uma realidade, boa parte do Brasil apresenta elementos em estruturas, técnicas e ferramentas da 2.ª e da 3.ª Revolução. Contudo, o nível de automação nas empresas é crescente. 

Transformações digitais em decorrência da pandemia

Apesar da evolução em todos os setores empresariais, ainda estamos muito distantes de alcançar o nível de automação dos países desenvolvidos. O atraso em relação aos outros países se tornou ainda mais evidente após o boom do consumo digital, impulsionado pelas medidas de contenção da pandemia do novo coronavírus.

A pandemia acelerou a necessidade de se digitalizar. Por consequência, além da transição de canais de venda e relacionamento com o cliente, que já era de se esperar, houve um aumento de consumo não imaginado. Nos primeiros meses de pandemia, os e-commerces puderam experienciar a movimentação semelhante a mais de 4 Black Fridays. 

Se por uma lado, é possível identificar benefícios disso, por outro, o período evidenciou nossas deficiências logísticas, falta de planejamento, tecnologias ineficientes, falta de integração e conexão com outras áreas.

Outra consequência foi o aumento dos e-commerces e, para atender essa demanda, as empresas viram enquanto necessidade incluir ferramentas e tecnologias da logística 4.0 no Brasil, como as estratégias omnichannel, por exemplo.

Inclusive, boa parte delas precisaram antecipar planos de inovação e implantação de novos canais. No entanto, esta evolução ainda não coloca a logística 4.0 na condição de consolidada no Brasil. Ainda é necessário investir em pesquisa, desenvolvimento, infraestrutura e tecnologia. 

Principais desafios da Logística Indústria 4.0 no Brasil

Se tratando de logística, o Brasil é um país desafiador em diversos aspectos, como:

  • O Brasil detém dimensões continentais;
  • Forte dependência do total do modal rodoviário;
  • Déficit na taxa de investimento destinada ao setor;
  • Frota antiga;
  • Resistência a mudanças;
  • Falta de integração com outros setores e;
  • Tecnologias ultrapassadas.

Além disso, as etapas e processos logísticos ainda estão inseridos em dinâmicas burocratizadas. Com isso, naturalmente, há um retardo da alocação do país na logística 4.0.

Então, dito isso, significa que não há nada que as empresas possam fazer a respeito?

Não! Muito pelo contrário, as expectativas para o futuro da logística indústria 4.0 no Brasil são extremamente positivas. Empresas que conseguem inserir tais tecnologias e inovações da 4ª Revolução e, assim, garantir mais agilidade e eficiência tem forte vantagem competitiva. 

Algumas mudanças na Logística com a chegada da Indústria 4.0:

Benefícios da indústria 4.0 na pandemia 

Um dos principais benefícios relacionados à indústria 4.0 na logística é a otimização da execução do processo produtivo, que são observados com a redução de custos e tempo, além disso, tem-se um melhor uso dos recursos internos à indústria. 

Inovações aplicadas na indústria 4.0, como Big Data, automação, inteligência artificial e muitas outras soluções, agilizam as operações logísticas, aumentando sua segurança e transparência. 

Qual a consequência dessa dinâmica?

São inovações que trazem novas maneiras de trabalhar, aqui, tarefas repetitivas não têm mais tanto espaço. As mudanças no mundo exigem melhorias no planejamento e na operação remota, sendo importante desenvolver novas profissões, melhorar a qualidade do trabalho para todos e, como consequência, otimizar as entregas e o desempenho interno dos setores dentro de uma indústria moderna.

Por que automatizar a logística industrial?

A principal vantagem em automatizar a logística é contar com uma equipe altamente qualificada e dedicada no setor logístico, prestando todo o suporte para um negócio voar. Dessa forma, todo o restante das atividades nas organizações ganham mais atenção, os contratantes usam esse tempo para dedicação exclusiva ao próprio negócio. Vantagens em logística terceirizada:

  • Aumento de produtividade;
  • Maior qualidade nos serviços;
  • Agilidade e eficiência;
  • Flexibilidade;
  • Otimizar tempo;
  • Segurança;
  • Redução do trabalho manual;
  • Reduzir os custos;
  • Rentabilidade.

Para finalizar, se você quer conhecer as soluções em logística oferecidas pela Pier 8, entre em contato



Inscreva-se e receba nossos artigos!

Tag
logística
logística 4.0

Logística indústria 4.0: como o conceito é aplicado no Brasil

No Brasil, a Logística 4.0 ainda está dando seus primeiros passos. Se por um lado, essa pode parecer uma notícia ruim, afinal, neste quesito estamos atrás dos países mais desenvolvidos, por outro, é uma grande oportunidade para aplicar inovações no seu negócio. 

Aliás, você terá uma vantagem competitiva, pois se as estratégias e ferramentas da logística indústria 4.0 , ainda não se popularizaram, o seu negócio pode sair na frente dos concorrentes. O caminho é investir em tecnologia logística

Neste artigo, vamos apresentar mais informações do conceito logística 4.0, acompanhe o conteúdo!  

Logística Indústria 4.0: o que é e como funciona no Brasil?

O conceito de Logística 4.0 faz referência ao termo 4.ª Revolução Industrial, devido às transformações tecnológicas ocorridas nas últimas décadas. Como consequência, nada melhor do que direcionar o conceito às transformações que estão acontecendo agora. 

A automação é um dos pilares da revolução industrial que está em percurso, porém, não estamos falando apenas sobre tecnologia. A revolução 4.0 trata-se de uma modernização estrutural completa dos meios de produção e uma nova visão no planejamento e na execução do desenvolvimento de produtos.

Sobretudo se tratando de conectividade, integração e do uso muito mais inteligente – e estratégico – de dados e informações. As principais ferramentas de da Indústria 4.0 são: Big Data, IoT, Inteligência Artificial, Machine Learning.

Todas as transformações oriundas de soluções tecnológicas correspondem ao fato de que, com todo o avanço industrial, a logística não poderia se manter desatualizada. Por isso, o resultado foi o aumento do investimento em tecnologia, integração, automação e planejamento. Contudo, como em outros processos históricos, de mudanças, os avanços não ocorreram na mesma velocidade – e profundidade – em todos os países do mundo. 

A indústria 4.0 insere em seu processo a aplicação de alta tecnologia, que gerou um salto de eficiência incomparável, no qual diversos processos foram automatizados e digitalizados, tanto na indústria, quanto na logística.

Por diversas limitações, a onda de tecnologias complexas, integrativas e interconectadas não chegou com a mesma rapidez no Brasil. Por conta disso, o país, além de todos os desafios naturais, também é condicionado a enfrentar muita resistência na importação de inovações, pesquisas e desenvolvimento.

Apesar da existência de muitos obstáculos, o cenário pandêmico atual forçou uma atualização rápida e urgente da logística. O motivo se deve ao fato de que, precisávamos atender uma demanda completamente inesperada e ainda muito nova para boa parte das empresas.

Precisa-se reconhecer que, apesar do crescimento em automação ser uma realidade, boa parte do Brasil apresenta elementos em estruturas, técnicas e ferramentas da 2.ª e da 3.ª Revolução. Contudo, o nível de automação nas empresas é crescente. 

Transformações digitais em decorrência da pandemia

Apesar da evolução em todos os setores empresariais, ainda estamos muito distantes de alcançar o nível de automação dos países desenvolvidos. O atraso em relação aos outros países se tornou ainda mais evidente após o boom do consumo digital, impulsionado pelas medidas de contenção da pandemia do novo coronavírus.

A pandemia acelerou a necessidade de se digitalizar. Por consequência, além da transição de canais de venda e relacionamento com o cliente, que já era de se esperar, houve um aumento de consumo não imaginado. Nos primeiros meses de pandemia, os e-commerces puderam experienciar a movimentação semelhante a mais de 4 Black Fridays. 

Se por uma lado, é possível identificar benefícios disso, por outro, o período evidenciou nossas deficiências logísticas, falta de planejamento, tecnologias ineficientes, falta de integração e conexão com outras áreas.

Outra consequência foi o aumento dos e-commerces e, para atender essa demanda, as empresas viram enquanto necessidade incluir ferramentas e tecnologias da logística 4.0 no Brasil, como as estratégias omnichannel, por exemplo.

Inclusive, boa parte delas precisaram antecipar planos de inovação e implantação de novos canais. No entanto, esta evolução ainda não coloca a logística 4.0 na condição de consolidada no Brasil. Ainda é necessário investir em pesquisa, desenvolvimento, infraestrutura e tecnologia. 

Principais desafios da Logística Indústria 4.0 no Brasil

Se tratando de logística, o Brasil é um país desafiador em diversos aspectos, como:

  • O Brasil detém dimensões continentais;
  • Forte dependência do total do modal rodoviário;
  • Déficit na taxa de investimento destinada ao setor;
  • Frota antiga;
  • Resistência a mudanças;
  • Falta de integração com outros setores e;
  • Tecnologias ultrapassadas.

Além disso, as etapas e processos logísticos ainda estão inseridos em dinâmicas burocratizadas. Com isso, naturalmente, há um retardo da alocação do país na logística 4.0.

Então, dito isso, significa que não há nada que as empresas possam fazer a respeito?

Não! Muito pelo contrário, as expectativas para o futuro da logística indústria 4.0 no Brasil são extremamente positivas. Empresas que conseguem inserir tais tecnologias e inovações da 4ª Revolução e, assim, garantir mais agilidade e eficiência tem forte vantagem competitiva. 

Algumas mudanças na Logística com a chegada da Indústria 4.0:

Benefícios da indústria 4.0 na pandemia 

Um dos principais benefícios relacionados à indústria 4.0 na logística é a otimização da execução do processo produtivo, que são observados com a redução de custos e tempo, além disso, tem-se um melhor uso dos recursos internos à indústria. 

Inovações aplicadas na indústria 4.0, como Big Data, automação, inteligência artificial e muitas outras soluções, agilizam as operações logísticas, aumentando sua segurança e transparência. 

Qual a consequência dessa dinâmica?

São inovações que trazem novas maneiras de trabalhar, aqui, tarefas repetitivas não têm mais tanto espaço. As mudanças no mundo exigem melhorias no planejamento e na operação remota, sendo importante desenvolver novas profissões, melhorar a qualidade do trabalho para todos e, como consequência, otimizar as entregas e o desempenho interno dos setores dentro de uma indústria moderna.

Por que automatizar a logística industrial?

A principal vantagem em automatizar a logística é contar com uma equipe altamente qualificada e dedicada no setor logístico, prestando todo o suporte para um negócio voar. Dessa forma, todo o restante das atividades nas organizações ganham mais atenção, os contratantes usam esse tempo para dedicação exclusiva ao próprio negócio. Vantagens em logística terceirizada:

  • Aumento de produtividade;
  • Maior qualidade nos serviços;
  • Agilidade e eficiência;
  • Flexibilidade;
  • Otimizar tempo;
  • Segurança;
  • Redução do trabalho manual;
  • Reduzir os custos;
  • Rentabilidade.

Para finalizar, se você quer conhecer as soluções em logística oferecidas pela Pier 8, entre em contato



Preencha seus dados e acesse o e-book.

Tem alguma dúvida sobre Logística para E-Commerce?