Inscreva-se e receba nossos artigos

Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form.
18
05
2020

Logística Farmacêutica: oportunidade de investimento para o setor!

logística
gestão
gestão de logística

Se tratando de logística, entre a fábrica e o consumidor, os medicamentos percorrem um longo caminho. Nesse processo, alguns cuidados são fundamentais. Investir em uma logística farmacêutica eficiente tem se apresentado como um diferencial competitivo, tanto para empresas quanto aos profissionais do setor.


As atividades de transporte e armazenamento dos medicamentos não são iguais às de outros produtos. Há regras específicas para essa cadeia de distribuição, com foco em garantir a qualidade e a segurança dos fármacos. O cuidado reflete na saúde e até no equilíbrio financeiro das empresas, evitando prejuízos por contaminação, entre outros problemas.

Por que a Logística Farmacêutica é oportunidade de investimento para o setor

Logística Farmacêutica: oportunidade de investimento para o setor!

No quesito distribuição de medicamentos, a portaria 1052/98  da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) indica a documentação necessária para que a empresa seja autorizada a transportar produtos farmacêuticos. Algumas das exigências são parte da lei nº 6.360 /76, que também determina os quesitos relacionados ao transporte, seja ele rodoviário, fluvial, lacustre, marítimo ou aéreo.


Se tratando da cadeia logística, as normas tratam de boas práticas de distribuição, armazenagem e transporte de medicamentos, tendo como uma das indicações o controle de umidade na locomoção e na armazenagem desses itens. A medida diminui as chances de contaminação e requer investimento em desumidificadores de ar e sistemas de refrigeração eficientes.


Outra iniciativa importante no sentido acima é a implementação de um programa de manejo de pragas com agentes seguros e regularizados pelos órgãos competentes. Além disso, esse processo demanda a assistência técnica de profissionais capacitados para as atividades de logística farmacêutica.


Os profissionais são os principais responsáveis pela criação do manual de boas práticas e pelo treinamento das equipes envolvidas na logística farmacêutica. A sua função central é orientar sobre questões como desinsetização e desratização das instalações da empresa e dos veículos.


A presença de farmacêuticos é essencial em distribuidoras, representantes, importadoras e exportadoras de medicamentos, insumos farmacêuticos e correlatos. Segundo a Resolução nº 365/2001, do Conselho Federal de Farmácia (CFF), as responsabilidades desta função envolvem organização, supervisão e orientação no recebimento, na estocagem, na conservação e na distribuição eficiente dos produtos.


Por outro lado, a resolução nº 495/2008 instrui a atuação dos farmacêuticos em terminais aquaviários, portos, aeroportos, postos de fronteiras e alfândegas. As atividades incluem tanto o assessoramento das empresas na regularização junto às autoridades sanitárias competentes como a exigência do cumprimento das normas.

Distribuição de medicamentos com drones

Logística Farmacêutica: oportunidade de investimento para o setor!

A utilização de drones na entrega de medicamentos é uma inovação que está começando a se popularizar. Ruanda foi o primeiro país a sentir as primeiras iniciativas, em 2016. No país africano, uma empresa privada entregou bolsas de sangue e medicamentos a hospitais localizados em áreas rurais.


No Brasil, o recurso foi testado recentemente pela rede Farmácias São João. O drone, da FlyTech Delivery, era equipado com GPS e sensores que impedem colisões. A entrega foi monitorada via aplicativo, e partiu do centro de distribuição da empresa, em Passo Fundo (RS), e chegou à residência de um cliente, na mesma cidade.

Planejamento de estoque em farmácias

Logística Farmacêutica: oportunidade de investimento para o setor!

Ao desembarcarem nas farmácias, os medicamentos demandam ser colocado em prática o que foi planejado em relação ao estoque. O responsável por conduzir esse processo, formado por atividades operacionais e estratégicas, é o farmacêutico. No entanto, o profissional deve buscar uma gestão de estoque qualificada


Todo esse trabalho começa ainda na encomenda dos fármacos. Para conhecer essa demanda, é necessário que o estabelecimento tenha um sistema de controle eficiente, que permita o registro de entrada e saída dos medicamentos. Essa solução evita compras e gastos desnecessários, além da falta de abastecimento do estoque. Além disso, essa iniciativa também contribui para a quantificação dos retornos financeiros.


É importante que na etapa de armazenamento se respeite os cuidados específicos demandados por cada tipo de medicamento. Isso inclui, por exemplo, a observação de condições de temperatura ambiente ou refrigeração, além de detalhes. A identificação de datas de vencimento é outra tática para evitar desperdícios e prejuízos à saúde dos consumidores.


A logística farmacêutica se mostra mais complexa nas farmácias hospitalares, como aborda um dos ciclos da Atualização em Ciências Farmacêuticas (PROFARMA). São espaços que querem que a instituição de saúde mantenha o menor estoque e a maior disponibilidade possível dos produtos, que torna a gestão logística indispensável.


Além disso, valelembrar que essa atualização é desenvolvida pela Associação Brasileira de Ciências Farmacêuticas (ABCF) e profissionais consagrados da área. Diante disso, é uma boa maneira para se estar sempre atualizado nos temas mais relevantes aos farmacêuticos.


A Pier 8 tem soluções em logística para seu negócio. Entre em contato conosco, ficaremos felizes em fechar uma boa parceria logística com você. 


Até a próxima! 

Inscreva-se e receba nossos artigos!

Tem alguma dúvida sobre Logística para E-Commerce?