Join Our Newsletter
  Corrija o(s) campo(s) assinalado(s) acima.

Indicadores Logísticos que você precisa conhecer!

16.1.2020 16:10

Não há discussão diante do impacto da logística na satisfação do cliente final. Uma entrega fora do prazo, pacote com avaria ou ainda, produto fora da especificação do consumidor são alguns dos erros mais comuns. 


Na loja virtual, a logística possui um papel ainda mais importante, podendo ser um grande problema ou vista como diferencial competitivo.


Durante uma compra online o consumidor desenvolve algumas expectativas. A partir do clique final da compra, certas emoções surgem até que o pacote esteja na mão do comprador. A expectativa de receber o pedido é gigante!


Na era da internet, um comprador que não está satisfeito, compartilha sua experiência com muita gente. Diante disso, é preciso escolher o operador logístico certo e controlar muito bem as operações logísticas. Saiba disso: do centro de distribuição ao lar do consumidor muita coisa pode acontecer!


Leia também: Entregas para loja virtual: como funciona o frete para uma loja virtual

Principais indicadores logísticos para e-commerce

Indicadores logísticos que você precisa conhecer!
  1. Pedido Perfeito: É o indicador mais importante da logística, afinal, está diretamente relacionado com a satisfação do cliente quanto à operação logística. Engloba inúmeros outros índices, como OFR, OTIF, OCT, não conformidade, avarias e acuracidade de inventário.
  2. OFR: Order Fill Rate. É a taxa de processamento de pedidos, ou seja, o tempo médio para realizar o fulfillment, do picking, packing até a expedição de uma compra.
  3. OTIF: On Time In Full. Trata-se do cumprimento da entrega no prazo acordado, ou seja, informado no momento da compra.
  4. OCT: Order Cycle Time. É o prazo gasto entre o recebimento do pedido do cliente e data efetiva de entrega. Considera todas as atividades de backoffice de um pedido. Geralmente é o tempo de compra percebido pelo cliente final.
  5. Não Conformidades: Qualquer divergência entre o que foi comprado e o que foi recebido.
  6. Avarias: Dano físico no material ou embalagem, como amassados, furos e riscos.
  7. Acuracidade de Inventário: Diferença entre a disponibilidade de material no estoque dentro do centro de distribuição em relação ao saldo sistêmico, apresentado no e-commerce.


Apresentamos 7 indicadores logísticos essenciais em qualquer operação de backoffice de e-commerce. Existem centenas de outros que podem ser interessantes para cada loja virtual. Separamos também problemas que gestores de logística enfrentam para você driblar todos os erros! 

Erros que Gestores de Logística devem evitar

Falta de planejamento

A implantação de gestão da qualidade é importante, entretanto ela precisa ser estruturada de forma correta para não se tornar ineficiente e ocasionar perda de tempo e dinheiro, pontos importante quando o assunto são os negócios. Portanto, para que ela dê certo, é essencial estabelecer um planejamento detalhado de todos os processos e acompanhar, permanentemente, se esse planejamento está sendo cumprido.

Para iniciar com o pé direito, é preciso deixar claro que um planejamento de sucesso começa a partir da alta direção, sendo necessário a aplicação de mudanças internas que irão possibilitar elevar a corporação a outro patamar. Os gestores de logística precisam ter em mente quais metas, objetivos e índices de qualidade esperam. São fatores que irão constituir o planejamento estratégico.

Se guiando por essa premissa, chegamos à etapa de alinhamento entre as equipes, as quais precisam ter uma definição esclarecida das metas e caminhos que serão percorridos. Elas podem participar desse processo de definição para otimizar as diretrizes,que em sequência permite o estabelecimento de indicadores robustos e controles. Esses irão servir para demonstrar a direção, as metas e as correções em casos de desvios dos focos principais definidos de forma prévia.

Para além do planejamento estratégico da alta direção, em que se define o modo geral da organização, é importante ter planejamentos estratégicos em setores, pois auxiliam a diagnosticar a necessidade de mercado, sendo importante possuírem metas, tempo de execução e acompanhamentos esperados para fomentar e manter o sucesso da empresa e dos seus clientes.

Falta de indicadores de desempenho

É muito importante ter indicadores de desempenho que reflitam os processos da empresa, o que demanda um amplo conhecimento dos processos internos.

Os principais KPIs, ou indicadores chaves de desempenho, têm como responsabilidade refletir os valores estratégicos da empresa, garantindo o sucesso futuro da organização. Nesse sentido, precisam ter por base pilares que envolvam qualidade, nível de serviço e custos operacionais.

Você pode estabelecer alguns indicadores como os principais para abarcar as metas estratégicas da empresa, como:

  • índices de prazos de entrega;
  • níveis de satisfação dos clientes;
  • taxas de rupturas operacionais;
  • índices e controles de ociosidade;
  • níveis de custos operacionais.

Ausência de profissionais de supply chain qualificados

Indicadores logísticos que você precisa conhecer!

A cadeia logística possui como foco a integração ou junção das etapas logísticas — e o transporte é somente uma delas. Entretanto, ele é tão fundamental quanto o desenvolvimento e produção de um produto, sua estratégia comercial e sua disponibilidade no mercado.

A equipe de supply chain qualificada é essencial para garantir uma integração excelente, exemplar e magnífica entre esses elos e a todos os membros e processos de suprimento, dando a devida importância ao transporte e armazenagem. Isso irá proporcionar o equilíbrio e qualidade entre fornecedores e clientes.

É justamente por esse motivo que é fundamental a contratação de profissionais especializados que possam contribuir com a gestão da qualidade.

Por outro lado, é necessário fazer com que a equipe absorva a cultura empresarial e conheça o modo mais adequado de realizar os processos. Ela também necessita ter consciência dos resultados que as perdas causam para o empreendimento, é o que irá colaborar para a excelência nas rotinas logísticas, afinal, serão colaboradores capacitados e conscientes que irão realizá-las.


Leia mais: Terceirizar logística para o seu negócio online ou não? Eis a questão

Falta de agilidade no transporte de cargas

O transporte de cargas é um dos fatores mais importantes na cadeia de suprimentos, e merece atenção especial. A gestão da qualidade precisa definir instrumentos que permitam otimizar essa área, sob risco de impactar e tornar menos eficientes os outros processos logísticos que com ela interagem ou dela dependem.

Nesse sentido, para otimizar esse setor e conseguir aumentar os níveis de satisfação dos clientes, o interessante é contratar uma transportadora de cargas que seja qualificada, apta a assegurar agilidade e segurança na entrega dos produtos. O indicado é que ela tenha capacidade de atender, de forma efetiva, as demandas dos clientes, sobretudo em épocas de maior sazonalidade de vendas.

Outra questão importante é o fator tecnológico. Isso ocorre porque, em um mundo globalizado, as exigências impõem que as relações de consumo sejam cada vez mais competitivas, o que faz com que o investimento em tecnologia seja primordial para o sucesso das entregas.

Portanto, contrate uma transportadora que realize investimentos altos em ferramentas tecnológicas que vão além de inovações, mas que também entregam informações rápidas, precisas e seguras, bem como constantes atualizações e cumprimentos legais.

Não podemos deixar de falar sobre outro recurso importante, que é o rastreamento logístico, operacional e também de processos, que garante a perenização da empresa e, principalmente, irá proporcionar soluções diferenciadas aos clientes.

Falta de tecnologia especializada

Indicadores logísticos que você precisa conhecer!

Você deve contar com uma transportadora que invista em tecnologia para agilizar o transporte, mas também é vital que a própria organização dê atenção especial para a tecnologia.

Dessa forma, é essencial contar com sistemas de automação e outras ferramentas tecnológicas voltadas para a gestão da qualidade na logística. Por exemplo, um sistema/software robusto (ERP), que permite a gestão integrada e confere maior confiabilidade ao negócio da empresa, podendo entregar informações em tempo real e melhorar o controle e gerenciamento de dados. Além disso, colabora para tomadas de decisões rápidas, otimização de desperdícios e aumento do aproveitamento do tempo, o qual é obtido em resposta a uma padronização dos serviços.


Leia mais: 7 Dicas para Evitar Problemas com Entrega de Mercadorias


Definir os key performance indicators (KPI) é essencial, porém de nada adianta se não forem controlados periodicamente, avaliados e implementados planos de ação para melhoria contínua.


A periodicidade do controle e análise também é essencial, quanto mais pró-atividade nas ações, menos o cliente final sentirá os problemas.

A Pier8 pode ajudar você nessa etapa importante a partir das soluções em logísticas para e-commerce!

Entre em contato conosco através do formulário , podemos tirar todas suas dúvidas! :) 

Até breve!


Categorias

Conteúdos Relacionados

Tem alguma dúvida sobre logística?

fale com um expert