Inscreva-se e receba nossos artigos

Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form.
07
06
2021

Gestão de fretes e transportes

Tag
transporte
logística

No Brasil, uma das grandes críticas (entre muitas) são as infraestruturas logísticas. 

Levando em conta que manter a competitividade no comércio eletrônico não é tarefa fácil, fica ainda mais complicado com empecilhos estruturais. 

A circulação de rodovias nacionais é ocupada com 70% do transporte de cargas, no entanto, as más condições de eixos viários, os constantes riscos de assaltos, os altos tributos e a burocracia são alguns fatores que argumentam alto e complexo do mundo. 

Fatores externos, como os poucos investimentos na infraestrutura de transporte, são responsáveis pelo alto custo na entrega de mercadorias nacionais. 

Para driblar tais obstáculos, gestores acabam tendo que diluir a margem de lucro em despesas de transporte logístico que podem ultrapassar 30% das receitas de vendas.

No entanto, a boa é que grande parte das dificuldades que esses gestores passam conseguem ser superadas com uma boa gestão de fretes e transporte

Como funciona a gestão de fretes e transportes?

Para superar tais obstáculos de infraestrutura rodoviária, é preciso se adequar às soluções de inteligência artificial na logística.

Na Era da Tecnologia, Indústria 4.0 e Internet das Coisas, não há mais espaço para as empresas do comércio eletrônico e físico perderem produtividade ao realizar a consulta de fretes de forma manual. O processo manual, além de ser penoso, pouco produtivo e muito suscetível a erros de avaliação, tende a desviar a atenção da equipe, tornando as tomadas de decisão propícias a falhas. 

O uso de um software que mostre onde está a mercadoria em tempo real (tanto aos clientes quanto a equipe de transporte) é capaz de evitar mal-entendidos, acúmulo de reclamações e suporte. 

Da mesma maneira, outro desgaste para saúde financeira de um negócio é não conseguir confrontar os documentos fiscais pelas transportadoras com os valores reais que deveriam ser cobrados. Além disso, há o fator das indenizações dos Correios, que deixam de ser recebidas pela ausência de controle das mercadorias despachadas. Portanto, automatizar operações logísticas com tecnologia em gestão de fretes é ideal para redução de danos (emocionais na equipe) e de custos. 

Sistema TMS para gerenciar frete

O sistema de TMS é centralmente útil às transportadoras. A principal função do TMS é auxiliar no controle de informações relacionadas a fretes, entregas, eficiência dos profissionais de transporte (motoristas) e veículos, roteiros de viagens, rastreamento em tempo real das mercadorias (mais segurança logística) e até a emissão de documentos fiscais de cargas.

O TMS é responsável por otimizar a qualidade e produtividade em todo o processo de transporte, possibilitando assim uma maior integração e controle de toda operação, fornecendo um panorama completo dos custos relacionados à operação. Outra vantagem é que facilita o desempenho de algumas funções burocráticas como a emissão de NF-e (Nota Fiscal Eletrônica).

Software de Otimização de Rota

Pensando em logística de transporte, atraso de entregas é o que mais preocupa gestores. No entanto, um software de rotas funciona da melhor forma para as tomadas de decisões, pois é capaz de identificar a rota de transporte mais econômica para você, de forma automatizada, reunindo dados como número de motoristas, frequência de congestionamento, número de paradas ao longo da viagem de entrega, previsão do tempo entre outras informações valiosas.

É nessa fase que o pacote é etiquetado e estará disponível no sistema. A etiqueta que identifica o pacote contém um código de barras que é ‘bipado’ toda vez que a encomenda é movimentada.

Todos os dias, a Pier 8 realiza transferências do sudeste e rotas de entrega. Utilizamos uma roteirização estratégica pensada de forma inteligente. Todas as etapas logísticas da Pier 8 são registradas em um sistema e as informações são cruzadas para otimizar nossos processos de maneira permanente.

Qual a diferença entre Gestão de Transportes e Gestão de Fretes?

O que compõe a gestão de transporte?

Pensar na operação logística como o simples envio de mercadorias é uma visão restritiva de uma área com grande influência no resultado da empresa. Por esse motivo, é importante entender que as suas atividades podem ser consideradas estratégicas e que necessitam da participação de diversos departamentos.

Em primeiro lugar, vale destacar como a execução de cada etapa depende de planejamento, com o intuito de organizar cada função e antecipar imprevistos. Quando a equipe dedica tempo para planejar a movimentação, é possível tornar a operação mais econômica e capaz de atender aos clientes com flexibilidade.

Dessa forma, as etapas de armazenamento, expedição e distribuição oferecem oportunidades de melhoria que qualificam o atendimento. Essa medida favorece principalmente as empresas que atuam com entregas pulverizadas e dependem da utilização de galpões em locais estratégicos para possibilitar o envio dos pedidos.

Como ter uma gestão de fretes eficiente?

Na gestão de fretes, o maior desafio é o seu custo, considerado um dos mais altos valores que um e-commerce absorve na execução de suas atividades. 

O frete é uma variável importante, e a gestão de frete possibilita que haja uma redução nesse custo, favorecendo (e muito) o fechamento de contas no final do mês. 

No setor de logística é preciso identificar quais atividades de maior impacto devem ser monitoradas. 

Entre tantas ações para otimizar a gestão de fretes, o sistema TMS é um deles, como já foi falado. Vários gestores ainda pensam que esse tipo de sistema é destinado apenas à organização logística de transportadoras, contudo, o TMS tem sido cada vez mais utilizado por empresas que necessitam definir qual a melhor proposta entre os orçamentos recebidos das empresas de transporte e qual o melhor frete para sua mercadoria. Diante disso, é essencial focar nossas atenções sobre a plataforma voltada ao embarcador.

Baseado em conceitos como Business Intelligence e Big Data, esses softwares são capazes de cruzar centenas de milhares de dados de inúmeras transportadoras. Eles encontram, em poucos segundos, qual a melhor opção de transporte para cada tipo de mercadoria, além de outras vantagens.

Como funciona a terceirização logística?

Outra forma de otimizar a gestão de fretes é por meio da terceirização logística, que é uma tendência cada vez maior no mercado. Aliás, em grande parte isso se deve às vantagens que essa relação comercial proporciona para as empresas e os consumidores. 

A terceirização de logística atua de modo a auxiliar no planejamento das melhores
estratégias para entrega da mercadoria, controlar o estoque, armazenar e entregar dentro do prazo o produto de modo seguro. 

Além de mais precisão e redução de falhas, a partir do monitoramento de cargas, ele também contribui para a segurança no transporte, já que esse recurso intensifica o controle da frota e minimiza as chances de ataques nas estradas.

O acompanhamento online traz outro benefício: com ele, os responsáveis pelo Transporte supervisionam o serviço dos condutores, pois tem meios de checar se eles estão cumprindo os percursos definidos ou infringindo limites de velocidade.

Com relação às rotas, elas também podem ser otimizadas com o auxílio de um software qualificado. Programas de planejamento automatizam a criação de trajetos, levando em conta diversos fatores definidos pela transportadora, por exemplo:

  • pontos de entrega de carga;
  • paradas programadas;
  • percursos mais rápidos;
  • vias notoriamente perigosas ou em más condições — que precisam ser evitadas.

O uso de sistemas de informação é o que viabiliza inúmeros setores que fazem parte das inovações apresentadas neste conteúdo. Afinal, por meio deles é possível centralizar a gestão da informação de toda a empresa, integrando a logística de variadas filiais em diferentes localidades, por exemplo, e permitindo uma tomada de decisão muito mais conjunta, que podemos chamar também de alinhada.

Por outro lado, esses sistemas permitem a análise dos dados de modo a antecipar futuras demandas e/ou possíveis inconsistências nos processos, dando permissão a empresa que se adapte para um aumento ou diminuição no fluxo de entregas,este é um exemplo, ou corrija falhas antes que elas tenham o poder de ocasionar prejuízos.

Entre em contato conosco. Vamos ser parceiros logísticos


Inscreva-se e receba nossos artigos!

Tag
transporte
logística

Gestão de fretes e transportes

No Brasil, uma das grandes críticas (entre muitas) são as infraestruturas logísticas. 

Levando em conta que manter a competitividade no comércio eletrônico não é tarefa fácil, fica ainda mais complicado com empecilhos estruturais. 

A circulação de rodovias nacionais é ocupada com 70% do transporte de cargas, no entanto, as más condições de eixos viários, os constantes riscos de assaltos, os altos tributos e a burocracia são alguns fatores que argumentam alto e complexo do mundo. 

Fatores externos, como os poucos investimentos na infraestrutura de transporte, são responsáveis pelo alto custo na entrega de mercadorias nacionais. 

Para driblar tais obstáculos, gestores acabam tendo que diluir a margem de lucro em despesas de transporte logístico que podem ultrapassar 30% das receitas de vendas.

No entanto, a boa é que grande parte das dificuldades que esses gestores passam conseguem ser superadas com uma boa gestão de fretes e transporte

Como funciona a gestão de fretes e transportes?

Para superar tais obstáculos de infraestrutura rodoviária, é preciso se adequar às soluções de inteligência artificial na logística.

Na Era da Tecnologia, Indústria 4.0 e Internet das Coisas, não há mais espaço para as empresas do comércio eletrônico e físico perderem produtividade ao realizar a consulta de fretes de forma manual. O processo manual, além de ser penoso, pouco produtivo e muito suscetível a erros de avaliação, tende a desviar a atenção da equipe, tornando as tomadas de decisão propícias a falhas. 

O uso de um software que mostre onde está a mercadoria em tempo real (tanto aos clientes quanto a equipe de transporte) é capaz de evitar mal-entendidos, acúmulo de reclamações e suporte. 

Da mesma maneira, outro desgaste para saúde financeira de um negócio é não conseguir confrontar os documentos fiscais pelas transportadoras com os valores reais que deveriam ser cobrados. Além disso, há o fator das indenizações dos Correios, que deixam de ser recebidas pela ausência de controle das mercadorias despachadas. Portanto, automatizar operações logísticas com tecnologia em gestão de fretes é ideal para redução de danos (emocionais na equipe) e de custos. 

Sistema TMS para gerenciar frete

O sistema de TMS é centralmente útil às transportadoras. A principal função do TMS é auxiliar no controle de informações relacionadas a fretes, entregas, eficiência dos profissionais de transporte (motoristas) e veículos, roteiros de viagens, rastreamento em tempo real das mercadorias (mais segurança logística) e até a emissão de documentos fiscais de cargas.

O TMS é responsável por otimizar a qualidade e produtividade em todo o processo de transporte, possibilitando assim uma maior integração e controle de toda operação, fornecendo um panorama completo dos custos relacionados à operação. Outra vantagem é que facilita o desempenho de algumas funções burocráticas como a emissão de NF-e (Nota Fiscal Eletrônica).

Software de Otimização de Rota

Pensando em logística de transporte, atraso de entregas é o que mais preocupa gestores. No entanto, um software de rotas funciona da melhor forma para as tomadas de decisões, pois é capaz de identificar a rota de transporte mais econômica para você, de forma automatizada, reunindo dados como número de motoristas, frequência de congestionamento, número de paradas ao longo da viagem de entrega, previsão do tempo entre outras informações valiosas.

É nessa fase que o pacote é etiquetado e estará disponível no sistema. A etiqueta que identifica o pacote contém um código de barras que é ‘bipado’ toda vez que a encomenda é movimentada.

Todos os dias, a Pier 8 realiza transferências do sudeste e rotas de entrega. Utilizamos uma roteirização estratégica pensada de forma inteligente. Todas as etapas logísticas da Pier 8 são registradas em um sistema e as informações são cruzadas para otimizar nossos processos de maneira permanente.

Qual a diferença entre Gestão de Transportes e Gestão de Fretes?

O que compõe a gestão de transporte?

Pensar na operação logística como o simples envio de mercadorias é uma visão restritiva de uma área com grande influência no resultado da empresa. Por esse motivo, é importante entender que as suas atividades podem ser consideradas estratégicas e que necessitam da participação de diversos departamentos.

Em primeiro lugar, vale destacar como a execução de cada etapa depende de planejamento, com o intuito de organizar cada função e antecipar imprevistos. Quando a equipe dedica tempo para planejar a movimentação, é possível tornar a operação mais econômica e capaz de atender aos clientes com flexibilidade.

Dessa forma, as etapas de armazenamento, expedição e distribuição oferecem oportunidades de melhoria que qualificam o atendimento. Essa medida favorece principalmente as empresas que atuam com entregas pulverizadas e dependem da utilização de galpões em locais estratégicos para possibilitar o envio dos pedidos.

Como ter uma gestão de fretes eficiente?

Na gestão de fretes, o maior desafio é o seu custo, considerado um dos mais altos valores que um e-commerce absorve na execução de suas atividades. 

O frete é uma variável importante, e a gestão de frete possibilita que haja uma redução nesse custo, favorecendo (e muito) o fechamento de contas no final do mês. 

No setor de logística é preciso identificar quais atividades de maior impacto devem ser monitoradas. 

Entre tantas ações para otimizar a gestão de fretes, o sistema TMS é um deles, como já foi falado. Vários gestores ainda pensam que esse tipo de sistema é destinado apenas à organização logística de transportadoras, contudo, o TMS tem sido cada vez mais utilizado por empresas que necessitam definir qual a melhor proposta entre os orçamentos recebidos das empresas de transporte e qual o melhor frete para sua mercadoria. Diante disso, é essencial focar nossas atenções sobre a plataforma voltada ao embarcador.

Baseado em conceitos como Business Intelligence e Big Data, esses softwares são capazes de cruzar centenas de milhares de dados de inúmeras transportadoras. Eles encontram, em poucos segundos, qual a melhor opção de transporte para cada tipo de mercadoria, além de outras vantagens.

Como funciona a terceirização logística?

Outra forma de otimizar a gestão de fretes é por meio da terceirização logística, que é uma tendência cada vez maior no mercado. Aliás, em grande parte isso se deve às vantagens que essa relação comercial proporciona para as empresas e os consumidores. 

A terceirização de logística atua de modo a auxiliar no planejamento das melhores
estratégias para entrega da mercadoria, controlar o estoque, armazenar e entregar dentro do prazo o produto de modo seguro. 

Além de mais precisão e redução de falhas, a partir do monitoramento de cargas, ele também contribui para a segurança no transporte, já que esse recurso intensifica o controle da frota e minimiza as chances de ataques nas estradas.

O acompanhamento online traz outro benefício: com ele, os responsáveis pelo Transporte supervisionam o serviço dos condutores, pois tem meios de checar se eles estão cumprindo os percursos definidos ou infringindo limites de velocidade.

Com relação às rotas, elas também podem ser otimizadas com o auxílio de um software qualificado. Programas de planejamento automatizam a criação de trajetos, levando em conta diversos fatores definidos pela transportadora, por exemplo:

  • pontos de entrega de carga;
  • paradas programadas;
  • percursos mais rápidos;
  • vias notoriamente perigosas ou em más condições — que precisam ser evitadas.

O uso de sistemas de informação é o que viabiliza inúmeros setores que fazem parte das inovações apresentadas neste conteúdo. Afinal, por meio deles é possível centralizar a gestão da informação de toda a empresa, integrando a logística de variadas filiais em diferentes localidades, por exemplo, e permitindo uma tomada de decisão muito mais conjunta, que podemos chamar também de alinhada.

Por outro lado, esses sistemas permitem a análise dos dados de modo a antecipar futuras demandas e/ou possíveis inconsistências nos processos, dando permissão a empresa que se adapte para um aumento ou diminuição no fluxo de entregas,este é um exemplo, ou corrija falhas antes que elas tenham o poder de ocasionar prejuízos.

Entre em contato conosco. Vamos ser parceiros logísticos


Preencha seus dados e acesse o e-book.

Tem alguma dúvida sobre Logística para E-Commerce?