Join Our Newsletter
  Corrija o(s) campo(s) assinalado(s) acima.

Entenda o que é a taxa de conversão no carrinho abandonado e o qual o valor dela no seu e-commerce

22.7.2019 12:46
taxa de conversão no carrinho, taxa de conversão

Era das compras online, o que você tem à dizer sobre o carrinho na sua loja virtual? É muito frustrante quando vemos o número de pessoas que praticamente fecharam negócio e do nada desistiram no meio do caminho.

Além de se muito triste essa ação pode indicar que em algum momento houve uma distração, ou real desistência da compra, a grande questão é descobrir o porquê, uma vez que o cliente estava tão próximo da conclusão da compra.

Seu e-commerce precisa estar preparado para todo tipo de imprevistos, inclusive a possibilidade de carrinho abandonado. Mas você vai deixar para lá? Não mesmo! Essa é a hora de arregaçar as mangas e ir atrás do cliente que está saindo de fininho pela porta da frente e deixando as compras no balcão.

Claro que essa conversão só será possível se você tiver tato, conhecimento e estratégia, e o combo completo você não consegue da noite para o dia. São necessárias algumas horas para compreender o que se passou na mente no cliente, e qual o investimento necessário para trazê-lo de volta.

Não precisa se desesperar quando isso acontecer, pois infelizmente essa é uma prática comum em praticamente todas as lojas virtuais. Mas sendo um bom administrador, será possível contornar a situação e ainda ganhar estrelinhas no final da compra.

Mas, quando posso considerar que o carrinho foi abandonado?

Muitos fazem confusão nessa hora, acreditam que o abandono acontece em um ponto específico simplesmente porque o cliente não estava completamente satisfeito com o produto.

A verdade é que não acontece em um único ponto, e os motivos podem ser diversos. Se o cliente adicionou algum item na lista, mas no final das contas não finalizou, isso pode ser considerado abandono de carrinho.

O momento que isso acontece podem vir em vários formatos, tais como:

A questão que não deve nunca ficar de lado é: se o cliente chegou tão próximo, passando por todas as etapas do funil de vendas, por qual motivo não concluiu a compra?

Apenas com essa pergunta em mente que você terá disposição para descobrir o que houve e achar uma forma de solucionar o problema e converter a situação para benefício do seu e-commerce.

Não desista! Abandonar o carrinho não significa compra perdida. Estudos apontaram que cerca de 70% dos carrinhos abandonados não estão definitivamente perdidos. Essa é uma excelente perspectiva para correr atrás do prejuízo.

Motivos que levam os clientes a abandonarem o carrinho

Claro que existem vários quesitos que levam uma pessoa a desistir da compra, é necessário descobrir quais são para poder tratar pontualmente cada caso. Vamos dar algumas dicas básicas para ficar de olho, segue abaixo:

1 - Informações ocultas

Existem dois grandes fatores mais citados pelos consumidores que os fazem  desistir de uma compra, são eles, valor do frete e a falta de opções de meios de pagamento.

Na maioria das vezes, isso ocorre porque a loja não passa essas informações em detalhes logo na página do produto. Encontramos vários sites que só mostram o valor do prazo e custo de frete durante o checkout.

Tendo essas informações em mente, temos alguns pontos a destacar:

  • nunca esconda o valor do frete para que o cliente “descubra mais na frente”. Deixe essa informação logo de início para o cliente saber se vai ser vantajoso ou não;
  • se há desconto no frete, apresente ao usuário desde a entrada dele na loja;
  • apresente pelo menos 2 opções de envio;
  • de o máximo de opções de pagamento;
  • disponibilize um chat no processo de checkout para ajudar os clientes a se guiarem.

2 - Checkout longo e complexo

Uma razão bastante relevante é o fato dos consumidores terem que pensar ou agir demais para completar a compra de um produto. Todo esse processo deve vir antes da finalização da compra e não durante.

Exigir cadastros, formulários extensos, botões de CTA confusos e lentidão no carregamento das páginas só dificultam a compra, estressam o cliente, e caso ele não esteja realmente desesperado a compra não acontecerá no seu site.

3 - Comparação de preço

É válido considerar também a questão de valores, por isso é bom estar de olho na precificação dos concorrentes. Não estamos dizendo para reduzir os valores ao máximo para poder ter mais vendas, mas caso o valor esteja muito diferente e acima do mercado você pode ter problemas.

Hoje com tantas formas de pesquisar os valores, fica cada vez mais fácil de saber o que está acontecendo a nossa volta, então não vá perder vendas por besteira.

4 - Falta de confiança

É muito comum clientes desconfiarem de lojas virtuais, principalmente por algumas delas serem palcos de fraudes que levam as pessoas a desconfiarem dos demais e-commerces.

Para que isso não ocorra no seu site obtenha selos de e certificados que garantam a segurança dos dados do usuário.

O que pode ser feito para recuperar o carrinho?

taxa de conversão no carrinho, taxa de conversão

Existem algumas estratégias que você pode utilizar na busca de reconquistar o cliente e fazer com que ele finalize a compra. Para isso é necessário compreender a necessidade do seu cliente e o motivo pelo qual ele abandonou esse carrinho.

Algumas dessas estratégias são:

  1. Informe os custos da compra e detalhes do produto
  2. Envie um e-mail marketing para os quase clientes
  3. Ofereça variedade nas opções de frete e compra
  4. Simplifique o processo de checkout
  5. Salve o carrinho dos clientes

Conclusão

O e-commerce é um excelente mercado que vem se expandindo a cada dia. Por conta disso é necessário estar por dentro das atualizações e fazer de tudo para ter um bom relacionamento com seu cliente para que esse não seja mais um motivo para abandono de carrinho.

Tenha foco e sempre analise o número de possíveis clientes que estão abandonando a compra e o que fazer para fidelizá-los, apenas assim você conseguirá converter a situação a seu favor.

Gostou? Para mais conteúdos como este não deixe de nos acompanhar.

Até a próxima!

Conteúdos Relacionados

Tem alguma dúvida sobre logística?

fale com um expert