Join Our Newsletter
  Corrija o(s) campo(s) assinalado(s) acima.

Entenda como é calculado o frete de transportadora

25.4.2020 14:55

O cálculo de frete de transportadora é feito com base em diversas variáveis, afinal, o objetivo é cobrir os custos operacionais e ainda gerar lucro para a empresa. A complexidade que envolve a formação de preço faz com que muitos gestores se sintam confusos e tenham dificuldades para aprovar as cobranças com a certeza de que o valor está correto.


Diante disso, resolvemos falar melhor sobre esse processo e explicar as questões relacionadas a ele. Neste artigo você vai saber melhor como funciona a formação do preço de transporte


Continue com a leitura e aproveite!

Conheça os tipos de frete de e-commerce

Entenda como é calculado o frete de transportadora

Antes de começar este conteúdo com tudo, é sempre bom ressalvar, que o frete de loja virtual é realizado de inúmeras formas, algo que é influenciado pelo tipo de carga que é transportada, pelo percurso a ser feito e pelas diferentes necessidades em comparação aos prazos de entrega. Os principais fretes são: normal, subcontratação e redespacho. 

Direto/Normal

Este serviço é o mais tradicional e com alta demanda, o frete direto, também conhecido como normal, é aquele em que a carga é coletada no remetente e levada diretamente ao destinatário. Tudo é feito entre somente duas partes (contratante e transportadora), sem nenhum detalhe a mais.

Subcontratação

Neste serviço de subcontratação, a transportadora direciona o frete a meios de transporte de outras empresas, em uma espécie de terceirização. Dessa forma, ela fica responsável somente pela gestão e logística dessa entrega.

Redespacho

O redespacho trata-se de um serviço parecido com a subcontratação, entretanto a transportadora chega a recolher a carga no contratante. Em seguida, esse volume é repassado a quem fará o transporte até o destinatário.

Correios x Transportadoras

Os Correios, além de oferecerem serviços postais, também realizam o transporte de mercadorias para empresas, por meio da definição de um contrato comercial. Essa ação faz com que essa instituição seja uma alternativa para as transportadoras, podendo oferecer prazos menores, porém por custos um pouco mais elevados.


O preço do transporte também se difere do cálculo de frete por transportadoras. Neste momento, leva-se em consideração a relação entre o peso e o espaço que os objetos ocupam. Entretanto, nesse caso, o fator de cubagem usado é de 167 kg/m³ — diferentemente do rodoviário, que é de 300 kg/m³.


A fórmula utilizada para se chegar ao peso cúbico é o mesmo, ou seja:

Comprimento x Largura x Altura x Fator de cubagem

Realizado o cálculo, considera-se a relação entre o peso físico e o peso cúbico, sendo que a cobrança será efetuada com base no maior valor entre os dois. No entanto, é importante observar duas questões importantes:


  1. se o volume tiver peso cubado menor que 10kg, é o seu peso físico que é considerado, mesmo o peso cúbico sendo maior que o físico;
  2. caso a encomenda tenha peso cubado maior que 10kg, o que conta é o maior entre a comparação.

Como é feito o cálculo de frete por transportadoras

Entenda como é calculado o frete de transportadora

Existem algumas características ligadas ao frete, que envolvem a forma de contratação, as responsabilidades sobre o pagamento e seguro, além da forma como a carga é transportada. Conheça algumas delas. 


Por envolver diversas variáveis, o cálculo do frete por transportadoras é altamente complexo. Nesse instante, são realizados diversos cruzamentos com as informações referentes ao serviço — que vão variar a cada transporte que é feito — e, de acordo com as características, chega-se ao valor ideal.


Diante disso, fazer essas contas manualmente é um trabalho praticamente impossível, sendo demorado e sujeito a muitos erros. Para contornar esse problema, as empresas utilizam um recurso chamado de tabela de frete.


Essas tabelas possuem todas as informações que são utilizadas pelas transportadoras para formar o preço do frete e ajudam a cruzar as informações referentes ao transporte e chegar a um valor mais preciso.

Consequências do cálculo errado

Nas vezes em que o valor é menor que o ideal, a transportadora não consegue cobrir seus custos operacionais e sofre prejuízo. A longo prazo, esses problemas podem fazer com que ela não seja mais capaz de honrar seus compromissos, capaz de comprometer a qualidade dos serviços prestados e a perenidade do negócio no mercado.


Além disso, estabelecer um preço acima do necessário pode fazer com que se perca clientes, o que também é muito prejudicial para o negócio — a não ser que se consiga oferecer um diferencial que realmente possa justificar a cobrança.


Dessa maneira, podemos dizer que do mesmo jeito que as empresas possuem interesse em saber se as transportadoras estão oferecendo um frete justo e, principalmente, fazendo a cobrança da maneira correta, as prestadoras do serviço também querem garantir que todo o processo flua sem erros.

Custo x qualidade

No momento de escolher a transportadora para o negócio, muitos gestores levam em consideração os preços que são cobrados e a comparação com o que é oferecido no mercado. Apesar de ser um dos fatores mais importantes para a decisão, ele não deve ser o principal.


Além disso, também é necessário avaliar qual é a qualidade do serviço oferecido, uma vez que ela afeta a satisfação dos clientes e a eficiência dos resultados — mesmo o transporte sendo um processo externo.


É comum que um alto preço esteja associado a excelência nos negócios, apesar de não ser uma relação diretamente proporcional. Entretanto, analise os preços que são cobrados e veja quais serviços a transportadora oferece, se possui diferencial, se a reputação no mercado é boa, além de outras coisas.


Com esse tipo de análise, é possível saber se vale a pena pagar, ou se é melhor procurar outros parceiros de negócios. Além disso, não se esqueça de identificar qual é a tratativa que essas empresas dão para questões como atrasos, avarias e extravios. Já que algumas taxas são cobradas com base nas particularidades da sua operação, e é justo incluir no contrato cláusulas de nível de serviço e a possibilidade de cobrar multas nos casos de falta de compromissos.


Essa é uma forma de resguardar o seu negócio de falhas que podem ocorrer ao longo do processo e geram prejuízos. Apesar de não corrigir as possíveis insatisfações que podem surgir por parte dos clientes, pelo menos é uma maneira de não ter um prejuízo financeiro ainda maior.

Pier 8: importância da tecnologia no transporte

Entenda como é calculado o frete de transportadora

Já sabemos que a realização de processos manuais aumenta as chances de falhas, fazendo com que o cálculo de frete seja errado. Entretanto, investir em tecnologia é uma excelente saída para evitar esse risco.


Da mesma forma que todas as relações estão cada vez mais conectadas, investir em tecnologia é uma maneira de modernizar as operações e fazer com que a empresa alcance maior agilidade em suas operações, além de aumentar a qualidade do serviço.


Por meio da utilização de um TMS, o Sistema de Gerenciamento de Transporte, inúmeras atividades passam a ser automatizadas, incluindo a formação do preço de frete. Assim, as tabelas de frete são utilizadas como base e, a partir dos dados inseridos, chega-se ao preço ideal em instantes.


Algumas das vantagens de ter a Pier 8 como parceira logística!

  • Diminuição nos custos de estoque;
  • Menos pessoas de sua equipe alocada;
  • Know-how do parceiro serviço de mais qualidade;
  • Redução no preço final do frete segurança prazos. 


Independentemente da operação, seja ela terceirizada ou interna, utilize essas dicas em seu processo de fulfillment. Essas estratégias irão te ajudar a reduzir custos e otimizar sua gestão na loja virtual.

  1. Picking & Packing: Todo o nosso processo de picking é feito por código de barras e dupla conferência. No packing atendemos o que o seu produto precisar. 
  2. Transporte: Pelo grande volume de vendas feito por nossos clientes possuímos condições diferenciadas de frete para reduzir seus custos e do cliente final. 
  3. WMS: Temos parceria com diversas Plataformas de ERP, assim conseguimos integrar seus pedidos em nossa plataforma de forma simples e automatizada.
  4. Segurança: Seu produto na Pier8 é nossa responsabilidade. Trabalhamos somente com produtos com NF e Seguro. 
  5. 100% Online: Sua ferramenta de gestão é 100% online, onde você consegue acompanhar todas as etapas do seu processo.


Uma coisa é certa: as ambições do seu negócio e suas competências internas vão determinar o tipo de solução que deve ser buscada no mercado. O uso inteligente da tecnologia e operação logística são os principais motivos críticos de sucesso para o e-commerce.


Esperamos ter ajudado! 


Até a próxima!

Conteúdos Relacionados

Tem alguma dúvida sobre logística?

fale com um expert