Inscreva-se e receba nossos artigos

Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form.
26
12
2021

Dicas para Vender mais no E-commerce em 2022

Tag
Vendas - Pier8 Logística para E-commerce

A ascensão do comércio eletrônico, principalmente em 2020, fez com que até marcas que vendiam apenas para profissionais tenham lançado seus próprios e-commerces, disponibilizando os produtos ao público em geral.

Vender os próprios produtos na Internet certamente traz vantagens significativas neste contexto. No entanto, muitas empresas têm uma nova plataforma de vendas com imenso potencial, mas carecem de estratégia ou conhecimento para aumentar as vendas online.

A principal vantagem do comércio eletrônico, além da economia de custos, é a oportunidade dos clientes poderem fazer compras a qualquer hora do dia e em qualquer dia da semana. Com o seu negócio online sempre aberto, a vantagem é que as vendas são ilimitadas. A começar e no início, as dicas a seguir nos ajudarão a vender nossos produtos com mais facilidade. 

Acompanhe nossas dicas para vendas mais no e-commerce em 2022. Boa leitura! 

Dicas essenciais para Vender mais no E-commerce em 2022

1. Designer de Web

É lógico e não clichê que o web design é muito mais do que um aspecto técnico do comércio eletrônico. O design de um site deve ser prático e estético ao mesmo tempo. Também deve ter um design e uma organização que convide o usuário a comprar e seja de fácil compreensão.

É importante ter em mente que quando um usuário está navegando em um site de comércio eletrônico, ele está sozinho, sem um assistente de vendas para aconselhá-lo e a última coisa que deseja é uma experiência desorganizada. Imagine visitar uma loja de roupas e encontrar calças masculinas desdobradas misturadas com vestidos femininos?

Uma loja de ferragens online deve ser disposta de forma lógica, onde lâmpadas e chaves não são simplesmente colocadas juntas em "diversos"

Todos os elementos do web design devem ser criados para atrair e cativar a atenção do usuário com o objetivo de convertê-lo em clientes. Todos os elementos, incluindo fotos de produtos, podem influenciar drasticamente os níveis de conversão de nosso comércio eletrônico e podem aumentar ou diminuir as vendas.

2. Compre a qualquer hora… do seu smartphone!

O usuário da Internet de hoje compra com frequência; até mesmo completando várias compras por dia. Na maioria das vezes, ele está usando seu smartphone, enquanto ele está no ônibus ou esperando o próximo prato no restaurante.

A experiência de compra móvel é totalmente diferente da experiência em um computador. Posteriormente, para além da loja online ser ágil, devemos considerar a mentalidade do utilizador móvel e antecipar as suas necessidades com funções específicas incluindo; pagamento em poucos cliques, funções para economizar carrinhos e, claro, navegação de página rápida e ágil.

3. A importância do motor de busca interno

Para que um usuário se torne um comprador online, ele deve encontrar facilmente o que procura em sua loja. Para fazer isso, você deve criar um mecanismo de busca poderoso que leve em consideração coisas como possíveis erros de grafia e tenha a capacidade de fazer sugestões.

3. Destaque suas vantagens

A menos que você seja um grande mercado como a Amazon, deve sempre lembrar ao usuário por que ele deve escolher o seu comércio eletrônico e não outro. Seu serviço pós-venda, devoluções gratuitas, suporte via chat e telefone e avaliações de clientes de outros clientes irão ajudá-lo a fazer isso. Que tal otimizar seu e-commerce com técnicas de SEO? 

4. Envio

Como já explicado, o usuário de hoje é um usuário com pressa… para tudo. É importante informar aos usuários os prazos exatos de recebimento das mercadorias e, claro, quanto isso vai custar a ele.

O frete grátis é uma das iniciativas que mais ajuda nas conversões. Embora nem todas as empresas possam oferecer frete grátis em todos os pedidos, é mais fácil fazer isso para compras acima de um determinado valor.

5. Pagamentos seguros

O usuário online de hoje ainda é relativamente desconfiado, ao contrário do que podemos pensar. Devemos oferecer o maior número possível de métodos de pagamento, principalmente os mais comuns, e garantir que sejam totalmente seguros durante o processo de pagamento. Além de um bom portal de pagamento; gateway de banco, Paypal, etc., ter um certificado SSL para o nosso site é fundamental.

6. Lealdade para vender mais no e-commerce

É importante entender que o comércio eletrônico adotou muitas das tendências do comércio tradicional. Portanto, é muito mais fácil para um cliente que já fez uma compra confiar em nós novamente e tornar-se efetivamente um comprador recorrente do que para um “novo” usuário que ainda não nos conhece. A boa fidelidade do cliente pode salvar uma empresa mesmo nos momentos mais difíceis.

7. Preço; o fator determinante

Muito poucas marcas podem se gabar de que seus clientes não estão preocupados com o preço e comprarão seus produtos independentemente do preço. Para a maioria, o preço é um fator determinante que leva a uma transação ou não.

No entanto, deve-se ter em mente que o preço de venda de um produto importado é determinado por muitos aspectos diferentes e, embora as vendas online reduzam significativamente os custos, o custo de compra do produto tem uma influência importante no preço do varejo.

Muitas empresas, portanto, entendem que otimizar os custos de compras é a melhor opção para aumentar seus lucros e, para isso, precisam da ajuda de uma equipe de profissionais de compras ou de um parceiro logístico para apoiá-las nesse processo.

A Pier 8 tem soluções para vender mais no e-commerce, como a plataforma de logística. Entre em contato para saber mais! 






Inscreva-se e receba nossos artigos!

Tag
Vendas - Pier8 Logística para E-commerce

Dicas para Vender mais no E-commerce em 2022

A ascensão do comércio eletrônico, principalmente em 2020, fez com que até marcas que vendiam apenas para profissionais tenham lançado seus próprios e-commerces, disponibilizando os produtos ao público em geral.

Vender os próprios produtos na Internet certamente traz vantagens significativas neste contexto. No entanto, muitas empresas têm uma nova plataforma de vendas com imenso potencial, mas carecem de estratégia ou conhecimento para aumentar as vendas online.

A principal vantagem do comércio eletrônico, além da economia de custos, é a oportunidade dos clientes poderem fazer compras a qualquer hora do dia e em qualquer dia da semana. Com o seu negócio online sempre aberto, a vantagem é que as vendas são ilimitadas. A começar e no início, as dicas a seguir nos ajudarão a vender nossos produtos com mais facilidade. 

Acompanhe nossas dicas para vendas mais no e-commerce em 2022. Boa leitura! 

Dicas essenciais para Vender mais no E-commerce em 2022

1. Designer de Web

É lógico e não clichê que o web design é muito mais do que um aspecto técnico do comércio eletrônico. O design de um site deve ser prático e estético ao mesmo tempo. Também deve ter um design e uma organização que convide o usuário a comprar e seja de fácil compreensão.

É importante ter em mente que quando um usuário está navegando em um site de comércio eletrônico, ele está sozinho, sem um assistente de vendas para aconselhá-lo e a última coisa que deseja é uma experiência desorganizada. Imagine visitar uma loja de roupas e encontrar calças masculinas desdobradas misturadas com vestidos femininos?

Uma loja de ferragens online deve ser disposta de forma lógica, onde lâmpadas e chaves não são simplesmente colocadas juntas em "diversos"

Todos os elementos do web design devem ser criados para atrair e cativar a atenção do usuário com o objetivo de convertê-lo em clientes. Todos os elementos, incluindo fotos de produtos, podem influenciar drasticamente os níveis de conversão de nosso comércio eletrônico e podem aumentar ou diminuir as vendas.

2. Compre a qualquer hora… do seu smartphone!

O usuário da Internet de hoje compra com frequência; até mesmo completando várias compras por dia. Na maioria das vezes, ele está usando seu smartphone, enquanto ele está no ônibus ou esperando o próximo prato no restaurante.

A experiência de compra móvel é totalmente diferente da experiência em um computador. Posteriormente, para além da loja online ser ágil, devemos considerar a mentalidade do utilizador móvel e antecipar as suas necessidades com funções específicas incluindo; pagamento em poucos cliques, funções para economizar carrinhos e, claro, navegação de página rápida e ágil.

3. A importância do motor de busca interno

Para que um usuário se torne um comprador online, ele deve encontrar facilmente o que procura em sua loja. Para fazer isso, você deve criar um mecanismo de busca poderoso que leve em consideração coisas como possíveis erros de grafia e tenha a capacidade de fazer sugestões.

3. Destaque suas vantagens

A menos que você seja um grande mercado como a Amazon, deve sempre lembrar ao usuário por que ele deve escolher o seu comércio eletrônico e não outro. Seu serviço pós-venda, devoluções gratuitas, suporte via chat e telefone e avaliações de clientes de outros clientes irão ajudá-lo a fazer isso. Que tal otimizar seu e-commerce com técnicas de SEO? 

4. Envio

Como já explicado, o usuário de hoje é um usuário com pressa… para tudo. É importante informar aos usuários os prazos exatos de recebimento das mercadorias e, claro, quanto isso vai custar a ele.

O frete grátis é uma das iniciativas que mais ajuda nas conversões. Embora nem todas as empresas possam oferecer frete grátis em todos os pedidos, é mais fácil fazer isso para compras acima de um determinado valor.

5. Pagamentos seguros

O usuário online de hoje ainda é relativamente desconfiado, ao contrário do que podemos pensar. Devemos oferecer o maior número possível de métodos de pagamento, principalmente os mais comuns, e garantir que sejam totalmente seguros durante o processo de pagamento. Além de um bom portal de pagamento; gateway de banco, Paypal, etc., ter um certificado SSL para o nosso site é fundamental.

6. Lealdade para vender mais no e-commerce

É importante entender que o comércio eletrônico adotou muitas das tendências do comércio tradicional. Portanto, é muito mais fácil para um cliente que já fez uma compra confiar em nós novamente e tornar-se efetivamente um comprador recorrente do que para um “novo” usuário que ainda não nos conhece. A boa fidelidade do cliente pode salvar uma empresa mesmo nos momentos mais difíceis.

7. Preço; o fator determinante

Muito poucas marcas podem se gabar de que seus clientes não estão preocupados com o preço e comprarão seus produtos independentemente do preço. Para a maioria, o preço é um fator determinante que leva a uma transação ou não.

No entanto, deve-se ter em mente que o preço de venda de um produto importado é determinado por muitos aspectos diferentes e, embora as vendas online reduzam significativamente os custos, o custo de compra do produto tem uma influência importante no preço do varejo.

Muitas empresas, portanto, entendem que otimizar os custos de compras é a melhor opção para aumentar seus lucros e, para isso, precisam da ajuda de uma equipe de profissionais de compras ou de um parceiro logístico para apoiá-las nesse processo.

A Pier 8 tem soluções para vender mais no e-commerce, como a plataforma de logística. Entre em contato para saber mais! 






Preencha seus dados e acesse o e-book.

Tem alguma dúvida sobre Logística para E-Commerce?