Inscreva-se e receba nossos artigos

Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form.
19
12
2020

Dicas para aumentar produtividade do processo de packing

logística

O processo de packing está totalmente relacionado a agilidade e assertividade na entrega de um pedido, o que irá refletir de maneira direta na experiência do consumidor. Justamente por isso que os gestores de logística devem estar atentos com as etapas de packing e picking, para buscarem não apenas uma elevada produtividade, como também fazer um uso inteligente dos recursos (pessoas, equipamentos e área).

Entretanto, aqui vale uma atenção: o picking e packing são processos que demandam boa parte dos custos da operação logística, porém, é importante otimizar o processo de packing para reduzir custos e garantir um alto padrão de atendimento ao consumidor final. 

5 Dicas para aumentar produtividade do processo de packing

1) Coletar dados mais relevantes do produto 

Entrar com um item no Centro de Distribuição torna fundamental a ação de verificar seus dados e atualizá-lo no sistema (lote, data de validade, IMEI, quantidade por caixa, entre outros detalhes). Além disso, deve-se obter todas as informações relevantes acerca das especificidades do produto – tamanho e peso, regulamentações de armazenamento, modo de envio e assuntos de segurança logística. São informações que auxiliam no uso da embalagem apropriada e no treinamento da equipe responsável pela área de packing.

2) Conhecer cada etapa do processo de embalagem e as especificidades dos produtos

É comum que os processos de embalagem, assim como os materiais utilizados (formas e tamanhos de caixas, plástico bolha, etc.) sofram alterações, tratando especificamente de produto para produto. Dessa maneira, é essencial conhecer os requisitos de embalagem e rótulo de cada item e treinar a equipe de logística para que consiga lidar com essas mudanças. Embalagens mais frágeis, por exemplo, demandam um cuidado maior tanto no manuseio, assim como na escolha do material para embalar

3) Definir o melhor local para o packing

O mais indicado é que o packing seja feito em uma posição fixa no armazém, que seja próxima ao final da linha de picking, de maneira que consiga reduzir os deslocamentos e aumentar a produtividade dos operadores logísticos. Na logística terceirizada com a Pier 8, você não precisará se preocupar com isso, mas vamos falar disso mais adiante.

4) Minimizar o desperdício

Compreender as demandas específicas sobre embalagem, rotulagem e teste para os itens enviados por sua indústria ou empresa é essencial, pois assim há grandes chances de  eliminar o desperdício. Reduzir etapas desnecessárias e excesso de embalagem, por exemplo, é uma mão na roda para agilizar as operações logísticas e, simultaneamente a isso, a reduzir os custos.

5) Tecnologia e logística aumentar produtividade

Introduzir tecnologia para agilizar e coordenar o packing não é mais estar à frente do tempo, é questão de sobrevivência para negócios que querem se destacar, hoje, no mercado.

Na logística, através de softwares de gestão ou de sistemas automáticos, como o WMS, por exemplo, auxiliam na definição da embalagem ideal, indicando-a conforme as dimensões de cada item e o volume do pedido. O sistema WMS baseia-se na utilização do menor tamanho necessário para reduzir os custos.

Além disso, o WMS permite reduzir o tempo de confecção das mercadorias, afinal, o monitoramento acontece em etapas anteriores (recebimento, entrada em depósito e picking). Esse recurso utiliza informações atualizadas para garantir que os produtos sejam embalados no tempo certo, assim que o último item da remessa alcança o depósito. 

Mudanças no comportamento de novos consumidores

Atualmente, tecnologia e logística andam juntas para o futuro. Uma plataforma logística com alta tecnologia, por exemplo, possui maior relevância no desempenho das vendas online. Afinal, é exatamente o correto controle de estoque, cálculo de frete, planejamento de vendas e até o empacotamento do produto, que tornam a relação de uma indústria bem avaliada por consumidores modernos

Os novos consumidores estão cada vez mais ávidos por resultados rápidos. A preocupação em torno da satisfação do cliente aumentou ainda mais. Uma das grandes questões no setor logístico é se todos estão preparados para suprir as necessidades logísticas de suas vendas. Realmente, esta é a grande dúvida. 

Sabemos que atualmente, o consumidor, além de estar atento à entrega dos seus pedidos, também se preocupa com o estado que a encomenda chegou até à sua residência e sem dúvidas o tempo, ou seja, quantos dias levou para sair da empresa enviada. 

Como a automação logística melhora o processo de packing

Para o picking dar certo, todos os processos logísticos devem estar em conexão, alinhados. No entanto, a automação logística possibilita que sistemas de gestão e outras ferramentas que fazem com que os processos sejam executados de maneira automática. E assim, elimina-se — ou diminui-se de forma considerável— a necessidade de trabalhos e controles manuais.

1. Monitoramento do processo logístico

Com o uso de sistemas como o TMS (ferramenta de controle no gerenciamento de transporte) é possível monitorar informações sobre o frete, rastreamento de mercadorias, planejamento das rotas entre outras tarefas relacionadas aos processos de logística. Este recurso, além de melhorar a qualidade do serviço, pode exterminar com os erros na gestão da cadeia de suprimentos.

2. Redução de custos

A partir de um melhor aproveitamento de estoque, sistemas de gerenciamento e equipamentos que eliminam o esforço físico, é possível ter uma redução de custos operacionais considerável, o que permite que a empresa faça uma boa economia.

3. Oportunidades em áreas estratégicas

Apesar da tecnologia dispensar alguns serviços operacionais, antes realizados por colaboradores, a automação logística é capaz de gerar mais oportunidades aos funcionários nas áreas com funções mais estratégicas como: pesquisa, desenvolvimento de produtos e gestão de equipes.

4. Segurança para o colaborador

Os recursos que permitam a automação logística de armazéns e em outras atividades operacionais são capazes de garantir mais segurança para as pessoas, pois reduzem de forma significativa os riscos físicos associados às tarefas que exponham os empregados às lesões.

5. Monitoramento de desempenho

Os sistemas de avaliação de desempenho e competências possibilitam que a liderança de cada área identifique a queda de produtividade e as falhas em alguns processos gerenciais, administrativos e operacionais. E mais que isso, os supervisores e o RH contam com este tipo de tecnologia para o suporte na tomada de decisão para demissões e promoções dos funcionários.

6. Integração dos processos

O uso de ferramentas que auxiliem na automação logística garante a integração nos processos, permitindo que o fluxo das atividades seja otimizada de modo mais rápido e eficiente. Além desses benefícios, a interligação dos processos contribui para que gestores tenham uma visão sistêmica dos processos para a tomada de decisões.

7. Controle de estoques

O uso de softwares de gestão de estoque na cadeia de suprimentos torna possível controlar com maior precisão as entradas e saídas de insumos, dessa forma, garante que a disponibilidade dos itens acompanhe a demanda para a comercialização, evitando possíveis faltas e também desperdícios.

8. Maior índice de produtividade

Recursos tecnológicos, como sistemas de gerenciamento nos processos e ferramentas de automatização logística, possibilitam o alcance de maiores índices de produtividade e qualidade. Este ponto é crucial na capacidade de atender grandes demandas e atingir metas desafiadoras.

Principais vantagens da plataforma logística da Pier 8:

  1. Poder de negociação oriundo dos grandes volumes de carga, que podem gerar acordos vantajosos para o prestador de serviços;
  2. Utilização das áreas próprias da plataforma logística para estoque, diminuindo assim  assim o espaço necessário na própria planta do cliente;
  3. Alcance maior na cadeia de distribuição, a possibilidade de realização de transporte multimodal/intermodal, o que contribui para a diminuição dos custos logísticos, assim como no balanceamento da matriz de transportes;
  4. Proximidade de estruturas de apoio e a possibilidade de exploração de inúmeras alternativas no âmbito de terceiras partes que estão envolvidas no serviço
  5. Geração imediata de empregos na região de operação da plataforma logística.

Agora que você já sabe a importância da automação logística para operações eficientes, compartilhe este post em suas redes sociais, e entre em contato conosco. Vamos ser parceiros logísticos


Inscreva-se e receba nossos artigos!

Tem alguma dúvida sobre Logística para E-Commerce?