Inscreva-se e receba nossos artigos

Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form.
13
09
2020

Como se tornar um gerente de logística de sucesso

logística
logística para e-commerce
gestão

Como já é possível prever, o setor de logística é um dos mais complexos e, dependendo do gerenciamento, pode trazer grandes prejuízos, ou economia, para uma empresa. Em resumo, as etapas que fazem parte da logística demandam:

  • Poder de negociação;
  • Economia inteligente;
  • Pensamento estratégico;
  • Transparência;
  • Integração e
  • Atenção e comunicação com clientes e fornecedores.

Dessa forma, o gerente de logística, responsável por cada setor, precisa ser um reflexo direto das necessidades da empresa e seguir com lealdade as diretrizes determinadas tanto para o seu setor, quanto para atingir os objetivos e metas programados.

As funções dos gestores de logística não estão relacionadas somente a concretização das entregas dos produtos, mas também a relação entre marca e cliente. Diante disso, essa não é uma tarefa muito fácil, ainda mais em tempos de crise, como a que estamos no Brasil, em que a gestão inadequada pode significar a diferença entre lucro e prejuízo de um negócio.
Como esses profissionais enfrentam problemas logísticos, cabe a eles encontrar a melhor solução para não afetar a entrega e despacho dos produtos.
É por esse motivo que vamos abordar neste artigo os principais passos para se tornar um gestor de logística de sucesso! 

5 passos para se tornar um gerente de logística de sucesso

Como se tornar um gerente de logística de sucesso

1) Tenha um planejamento

A implantação de gestão logística é importante, entretanto ela precisa ser estruturada de forma correta para não se tornar ineficiente e ocasionar perda de tempo e dinheiro, pontos importante quando o assunto são os negócios. Portanto, para que ela dê certo, é essencial estabelecer um planejamento detalhado de todos os processos e acompanhar, permanentemente, se esse planejamento está sendo cumprido.

Para iniciar com o pé direito, é preciso deixar claro que um planejamento de sucesso começa a partir da alta direção, sendo necessário a aplicação de mudanças internas que irão possibilitar elevar a corporação a outro patamar. Os gestores de logística precisam ter em mente quais metas, objetivos e índices de qualidade esperam. São fatores que irão constituir o planejamento estratégico.

Se guiando por essa premissa, chegamos à etapa de alinhamento entre as equipes, as quais precisam ter uma definição esclarecida das metas e caminhos que serão percorridos.

Elas podem participar desse processo de definição para otimizar as diretrizes,que em sequência permite o estabelecimento de indicadores robustos e controles. Esses irão servir para demonstrar a direção, as metas e as correções em casos de desvios dos focos principais definidos de forma prévia.

Para além do planejamento estratégico da alta direção, em que se define o modo geral da organização, é importante ter planejamentos estratégicos em setores, pois auxiliam a diagnosticar a necessidade de mercado, sendo importante possuírem metas, tempo de execução e acompanhamentos esperados para fomentar e manter o sucesso da empresa e dos seus clientes.

2) Indicadores de desempenho

É muito importante ter indicadores de desempenho que reflitam os processos da empresa, o que demanda um amplo conhecimento dos processos internos.

Os principais KPIs, ou indicadores-chave de desempenho, têm como responsabilidade refletir os valores estratégicos da empresa, garantindo o sucesso futuro da organização. Nesse sentido, precisam ter por base pilares que envolvam qualidade, nível de serviço e custos operacionais.

Você pode estabelecer alguns indicadores como os principais para abarcar as metas estratégicas da empresa, como:

  • índices de prazos de entrega;
  • níveis de satisfação dos clientes;
  • taxas de rupturas operacionais;
  • índices e controles de ociosidade;
  • níveis de custos operacionais.

3) Profissionais de supply chain qualificados

Como se tornar um gerente de logística de sucesso

A cadeia logística possui como foco a integração ou junção das etapas logísticas — e o transporte é somente uma delas. Entretanto, ele é tão fundamental quanto o desenvolvimento e produção de um produto, sua estratégia comercial e sua disponibilidade no mercado.

A equipe de supply chain qualificada é essencial para garantir uma integração excelente, exemplar e magnífica entre esses elos e a todos os membros e processos de suprimento, dando a devida importância ao transporte e armazenagem. Isso irá proporcionar o equilíbrio e qualidade entre fornecedores e clientes.

É justamente por esse motivo que é fundamental a contratação de profissionais especializados que possam contribuir com a gestão da qualidade. Por outro lado, é necessário fazer com que a equipe absorva a cultura empresarial e conheça o modo mais adequado de realizar os processos. Ela também necessita ter consciência dos resultados que as perdas causam para o empreendimento, é o que irá colaborar para a excelência nas rotinas logísticas, afinal, serão colaboradores capacitados e conscientes que irão realizá-las.

Leia mais: Terceirizar logística para o seu negócio online ou não? Eis a questão

4) Agilidade no transporte de cargas

O transporte de cargas é um dos fatores mais importantes na cadeia de suprimentos, e merece atenção especial. A gestão da qualidade precisa definir instrumentos que permitam otimizar essa área, sob risco de impactar e tornar menos eficientes os outros processos logísticos que com ela interagem ou dela dependem.

Nesse sentido, para otimizar esse setor e conseguir aumentar os níveis de satisfação dos clientes, o interessante é contratar uma transportadora de cargas que seja qualificada, apta a assegurar agilidade e segurança na entrega dos produtos. O indicado é que ela tenha capacidade de atender, de forma efetiva, as demandas dos clientes, sobretudo em épocas de maior sazonalidade de vendas.

Outra questão importante é o fator tecnológico. Isso ocorre porque, em um mundo globalizado, as exigências impõem que as relações de consumo sejam cada vez mais competitivas, o que faz com que o investimento em tecnologia seja primordial para o sucesso das entregas.

Como se tornar um gerente de logística de sucesso

Portanto, contrate uma transportadora que realize investimentos altos em ferramentas tecnológicas que vão além de inovações, mas que também entregam informações rápidas, precisas e seguras, bem como constantes atualizações e cumprimentos legais.

Não podemos deixar de falar sobre outro recurso importante, que é o rastreamento logístico, operacional e também de processos, que garante a perenização da empresa e, principalmente, irá proporcionar soluções diferenciadas aos clientes.

5) Tecnologia especializada

Você deve contar com uma transportadora que invista em tecnologia para agilizar o transporte, mas também é vital que a própria organização dê atenção especial para a tecnologia.

Dessa forma, é essencial contar com sistemas de automação e outras ferramentas tecnológicas voltadas para a gestão da qualidade na logística. Por exemplo, um sistema/software robusto (ERP), que permite a gestão integrada e confere maior confiabilidade ao negócio da empresa, podendo entregar informações em tempo real e melhorar o controle e gerenciamento de dados. Além disso, colabora para tomadas de decisões rápidas, otimização de desperdícios e aumento do aproveitamento do tempo, o qual é obtido em resposta a uma padronização dos serviços.

Existem ainda mais programas de inteligência de dados, que colaboram para decisões mais acertadas dos gestores, e regras de negócio seguindo parâmetros, ambos com foco também no mercado. Programas que permitem a redução de riscos, mitigação de falhas e controle na busca contínua de melhorias também são importantes para diminuir problemas internos. 

A Pier 8 tem soluções em logística para seu negócio! Entre em contato conosco, estamos ansiosos por sua parceria logística. 

Inscreva-se e receba nossos artigos!

Tem alguma dúvida sobre Logística para E-Commerce?