Inscreva-se e receba nossos artigos

Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form.
26
03
2021

Como funciona um rastreador de cargas?

Tag
Transporte - Pier8 Logística para E-commerce
Confira nossas postagens sobre Logística aqui na Pier8!

Há muitos benefícios a serem usufruídos com a tecnologia aplicada à logística. O rastreamento de cargas é um exemplo, pois torna possível que a equipe de logística, assim como o consumidor final, receba informações sobre o que está acontecendo, e onde está a mercadoria a ser recebida.

Assim, a maneira mais comum de realizar o monitoramento de cargas é fazendo o uso de um dispositivo GPS, que irá enviar o posicionamento em tempo real do transporte. Nessa dinâmica, o rastreio de mercadoria pode ser acompanhado em mapas digitais, integrados a softwares de gestão da frota, em um escritório de indústria e afins. Mas não tem como falar disso sem se apropriar da discussão sobre tecnologia logística, então vamos começar por aí. 

Como funciona um rastreador de cargas? 

O mercado passará por diversas transformações em decorrência das novas tecnologias para os processos logísticos. Por menor que seja o negócio, todos já se beneficiam de alguma tecnologia, seja um simples smartphone ou planilha no notebook. Porém, o mercado está evoluindo, e cada vez mais depressa, se você deseja levar a sua operação logística a novos patamares, você deve ficar atento às novas tendências do setor.

Desse modo, os profissionais dessa área devem conhecer as novidades a respeito do assunto, pois é uma forma de ganhar destaque frente a concorrência, e isso certamente vai trazer benefícios no dia a dia empresarial, como segurança na informação, possibilidade de rastreamento, e muitos outros benefícios.

O envolvimento da TI (Tecnologia da Informação) e de seus profissionais com a logística, a elevaram a um outro patamar, no lugar de que o pensamento estratégico unido à análise de dados e estatísticas proporciona às empresas uma visão muito ampla dos processos, tornando a gestão muito mais eficiente e econômica. 

Além do caminho percorrido, o rastreamento de cargas oferece outras informações importantes sobre o transporte, como dados sobre a aceleração do veículo, abertura de portas, períodos de pausa do caminhão e a jornada de trabalho do motorista, apoiando pessoas atentas aos desafios de logística no Brasil

No entanto, o rastreamento de cargas pode também ser enviado para o cliente, garantindo assim que o consumidor final se sinta seguro com seus serviços, afinal, ele receberá mensagens via SMS ou por e-mail. Estarão a par de possíveis atrasos na entrega ou, se tudo acontecer como o esperado, receberão apenas informações sobre quando o produto que ela espera saiu para a entrega, chegou à cidade de destino e uma data estimada de quando deve estar à sua porta.Maneiras de impulsionar o rastreamento de cargas:

Outras formas de monitoramento de cargas

  • GPS;
  • radiofrequência: faz apenas o monitoramento de cargas em tempo real;
  • telemetria: mais completa que a anterior, ela faz o rastreio de mercadoria, registra dados de frenagem e períodos de parada do veículo, que pode usar sinais de rádio ou de satélite.

Benefícios de rastrear cargas

Sem dúvidas, a possibilidade de rastreamento de cargas contribui significativamente para a segurança no transporte de cargas, já que esse recurso intensifica o controle da frota e minimiza as chances de ataques nas estradas.

O acompanhamento online traz outro benefício: com ele, os responsáveis pelo Transporte supervisiona o serviço dos condutores, pois tem meios de checar se eles estão cumprindo os percursos definidos ou infringindo limites de velocidade.

Com relação às rotas, elas também podem ser otimizadas com o auxílio de um software qualificado. Programas de planejamento automatizam a criação de trajetos, levando em conta diversos fatores definidos pela transportadora, por exemplo:

  • pontos de entrega de carga;
  • paradas programadas;
  • percursos mais rápidos;
  • vias notoriamente perigosas ou em más condições — que precisam ser evitadas.

Tenha um plano de gerenciamento de riscos

Conforme falamos, a melhor forma de amenizar ameaças é por meio do conhecimento e do planejamento. Nesse contexto, o plano de gerenciamento de riscos é, resumidamente, um conjunto de práticas que uma empresa seleciona para se organizar e aperfeiçoar o controle a fim de evitar danos.

Esse projeto consiste em analisar todos os riscos em potencial e incorporar ferramentas e técnicas que preservem a empresa e a deixe preparada para lidar com transtornos. As vantagens desse plano estratégico são muitas, pois, com ele, o Transporte:

  • identifica as principais ameaças do segmento;
  • toma decisões mais acertadas diante de adversidades;
  • orienta melhor seus funcionários;
  • diminui prejuízos operacionais;
  • aproveita oportunidades;
  • controla com mais rigor a documentação obrigatória;
  • maximiza o uso de recursos financeiros e infraestrutura.

Por que investir em tecnologia logística? 

O uso de sistemas de informação pelas empresas é o que viabiliza inúmeros setores que fazem parte das inovações do mercado. Afinal, por meio deles é possível centralizar a gestão da informação de toda a empresa, integrando a logística de variadas filiais em diferentes localidades, por exemplo, e permitindo uma tomada de decisão muito mais conjunta, que podemos chamar também de alinhada.

Por outro lado, esses sistemas permitem a análise dos dados de modo a antecipar futuras demandas e/ou possíveis inconsistências nos processos, dando permissão a empresa que se adapte para um aumento ou diminuição no fluxo de entregas, este é um exemplo, ou corrija falhas antes que elas tenham o poder de ocasionar prejuízos.

A disseminação da computação em nuvem fez com que inúmeros dos conceitos apresentados se tornassem mais acessíveis, sobretudo às pequenas e médias empresas. Afinal, a partir dela os custos reduziram bastante. Um exemplo são os softwares de gestão de estoque e ERP, que podem migrar para a nuvem e alcançar mais empresas.

É bem perceptível que, atualmente, a eficiência dos processos logísticos é diretamente proporcional aos investimentos em tecnologia e inovação que a empresa faz. 

A Pier8 pode ajudar você nessa etapa importante a partir de tecnologias logísticas! Entre em contato conosco através do formulário, podemos agendar uma conversa.



Inscreva-se e receba nossos artigos!

Tag
Transporte - Pier8 Logística para E-commerce
Confira nossas postagens sobre Logística aqui na Pier8!

Como funciona um rastreador de cargas?

Há muitos benefícios a serem usufruídos com a tecnologia aplicada à logística. O rastreamento de cargas é um exemplo, pois torna possível que a equipe de logística, assim como o consumidor final, receba informações sobre o que está acontecendo, e onde está a mercadoria a ser recebida.

Assim, a maneira mais comum de realizar o monitoramento de cargas é fazendo o uso de um dispositivo GPS, que irá enviar o posicionamento em tempo real do transporte. Nessa dinâmica, o rastreio de mercadoria pode ser acompanhado em mapas digitais, integrados a softwares de gestão da frota, em um escritório de indústria e afins. Mas não tem como falar disso sem se apropriar da discussão sobre tecnologia logística, então vamos começar por aí. 

Como funciona um rastreador de cargas? 

O mercado passará por diversas transformações em decorrência das novas tecnologias para os processos logísticos. Por menor que seja o negócio, todos já se beneficiam de alguma tecnologia, seja um simples smartphone ou planilha no notebook. Porém, o mercado está evoluindo, e cada vez mais depressa, se você deseja levar a sua operação logística a novos patamares, você deve ficar atento às novas tendências do setor.

Desse modo, os profissionais dessa área devem conhecer as novidades a respeito do assunto, pois é uma forma de ganhar destaque frente a concorrência, e isso certamente vai trazer benefícios no dia a dia empresarial, como segurança na informação, possibilidade de rastreamento, e muitos outros benefícios.

O envolvimento da TI (Tecnologia da Informação) e de seus profissionais com a logística, a elevaram a um outro patamar, no lugar de que o pensamento estratégico unido à análise de dados e estatísticas proporciona às empresas uma visão muito ampla dos processos, tornando a gestão muito mais eficiente e econômica. 

Além do caminho percorrido, o rastreamento de cargas oferece outras informações importantes sobre o transporte, como dados sobre a aceleração do veículo, abertura de portas, períodos de pausa do caminhão e a jornada de trabalho do motorista, apoiando pessoas atentas aos desafios de logística no Brasil

No entanto, o rastreamento de cargas pode também ser enviado para o cliente, garantindo assim que o consumidor final se sinta seguro com seus serviços, afinal, ele receberá mensagens via SMS ou por e-mail. Estarão a par de possíveis atrasos na entrega ou, se tudo acontecer como o esperado, receberão apenas informações sobre quando o produto que ela espera saiu para a entrega, chegou à cidade de destino e uma data estimada de quando deve estar à sua porta.Maneiras de impulsionar o rastreamento de cargas:

Outras formas de monitoramento de cargas

  • GPS;
  • radiofrequência: faz apenas o monitoramento de cargas em tempo real;
  • telemetria: mais completa que a anterior, ela faz o rastreio de mercadoria, registra dados de frenagem e períodos de parada do veículo, que pode usar sinais de rádio ou de satélite.

Benefícios de rastrear cargas

Sem dúvidas, a possibilidade de rastreamento de cargas contribui significativamente para a segurança no transporte de cargas, já que esse recurso intensifica o controle da frota e minimiza as chances de ataques nas estradas.

O acompanhamento online traz outro benefício: com ele, os responsáveis pelo Transporte supervisiona o serviço dos condutores, pois tem meios de checar se eles estão cumprindo os percursos definidos ou infringindo limites de velocidade.

Com relação às rotas, elas também podem ser otimizadas com o auxílio de um software qualificado. Programas de planejamento automatizam a criação de trajetos, levando em conta diversos fatores definidos pela transportadora, por exemplo:

  • pontos de entrega de carga;
  • paradas programadas;
  • percursos mais rápidos;
  • vias notoriamente perigosas ou em más condições — que precisam ser evitadas.

Tenha um plano de gerenciamento de riscos

Conforme falamos, a melhor forma de amenizar ameaças é por meio do conhecimento e do planejamento. Nesse contexto, o plano de gerenciamento de riscos é, resumidamente, um conjunto de práticas que uma empresa seleciona para se organizar e aperfeiçoar o controle a fim de evitar danos.

Esse projeto consiste em analisar todos os riscos em potencial e incorporar ferramentas e técnicas que preservem a empresa e a deixe preparada para lidar com transtornos. As vantagens desse plano estratégico são muitas, pois, com ele, o Transporte:

  • identifica as principais ameaças do segmento;
  • toma decisões mais acertadas diante de adversidades;
  • orienta melhor seus funcionários;
  • diminui prejuízos operacionais;
  • aproveita oportunidades;
  • controla com mais rigor a documentação obrigatória;
  • maximiza o uso de recursos financeiros e infraestrutura.

Por que investir em tecnologia logística? 

O uso de sistemas de informação pelas empresas é o que viabiliza inúmeros setores que fazem parte das inovações do mercado. Afinal, por meio deles é possível centralizar a gestão da informação de toda a empresa, integrando a logística de variadas filiais em diferentes localidades, por exemplo, e permitindo uma tomada de decisão muito mais conjunta, que podemos chamar também de alinhada.

Por outro lado, esses sistemas permitem a análise dos dados de modo a antecipar futuras demandas e/ou possíveis inconsistências nos processos, dando permissão a empresa que se adapte para um aumento ou diminuição no fluxo de entregas, este é um exemplo, ou corrija falhas antes que elas tenham o poder de ocasionar prejuízos.

A disseminação da computação em nuvem fez com que inúmeros dos conceitos apresentados se tornassem mais acessíveis, sobretudo às pequenas e médias empresas. Afinal, a partir dela os custos reduziram bastante. Um exemplo são os softwares de gestão de estoque e ERP, que podem migrar para a nuvem e alcançar mais empresas.

É bem perceptível que, atualmente, a eficiência dos processos logísticos é diretamente proporcional aos investimentos em tecnologia e inovação que a empresa faz. 

A Pier8 pode ajudar você nessa etapa importante a partir de tecnologias logísticas! Entre em contato conosco através do formulário, podemos agendar uma conversa.



Preencha seus dados e acesse o e-book.

Tem alguma dúvida sobre Logística para E-Commerce?