Inscreva-se e receba nossos artigos

Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form.
10
02
2020

Como funciona Supply Chain nas empresas

logística
logística para e-commerce
loja virtual

Você já passou pela experiência de chegar em uma loja ou supermercado e não encontrou aquele produto que você estava desejando bastante? É uma sensação muito frustrante, não é mesmo? 


O que você fez depois? Procurou outro estabelecimento? Deixou de consumir naquele lugar?


Quando isso ocorre, pode ter certeza que houve um problema de Supply Chain. Existem casos que tornam erros como esses destruidores para o negócio. Neste artigo vamos te apresentar como funciona supply chain nas empresas. 


Vamos lá! 

Leia também: Qual a importância do Business Intelligence para as práticas logísticas?

O que é Supply Chain

Como funciona Supply Chain nas empresas

Ao falarmos em Supply Chain, estamos nos referindo ao Supply Chain Management (SCM) ou, traduzindo para português, Gestão de Cadeia de Suprimentos. O conceito surgiu em uma entrevista dada ao jornal Financial Times em 1982 pelo consultor de negócios Keith Oliver, conhecido hoje como o pai dessa ideia em torno do conceito.


O que ele fez foi resumir em três palavrinhas um dos grandes fenômenos que mudou a gestão das empresas nos últimos anos. O conceito tem por base duas ideias centrais:


1- Os produtos finais vendidos ao consumidor originam-se de um esforço coletivo que envolve várias organizações, que são pertencentes da chamada cadeia de suprimentos.


2- As cadeias de suprimentos sempre existiram, porém, as empresas só voltavam os olhos para o próprio umbigo! Elas não prestavam atenção na complexidade que envolve a criação de um produto final, que passa pela matéria prima, diferentes processadores e transportadores.


Supply Chain pensada como um processo integrado levou essas organizações a um nível totalmente novo. Ao começarem a compartilhar informações, elas perceberam o poder do trabalho em parceria.


Essa atuação conjunta possibilitou como nunca antes eliminar as ineficiências de uma cadeia como um todo, não só em cada empresa dentro das suas quatro paredes.

Qual a relação entre Logística e Supply Chain?

Antes de qualquer coisa, logística e Supply Chain não são a mesma coisa. A logística é responsável pelas pontes do transporte de mercadorias, da segurança delas e das tecnologias de monitoramento para garantir a entrega de maneira correta. Por outro lado, o Supply Chain abrange tanto a logística como todos os processos desde a retirada da matéria-prima até a chegada do produto pronto ao consumidor final.


A logística possui um papel essencial dentro da cadeia de suprimentos porque os custos de frete e armazenamento podem se tornar os maiores de uma cadeia, dessa forma é crítica a importância do controle e gerenciamento de todos os detalhes logísticos.

Leia mais: Qual a importância do Business Intelligence para as práticas logísticas?

Gestão de Cadeia de Suprimentos x Gestão de Fornecedores 

Diversas pessoas confundem a gestão de fornecedores com a gestão da cadeia de suprimentos em si. Mas essa confusão tem uma razão, isso porque é aqui onde o profissional de supply gasta boa parte do seu tempo. A gestão de fornecedores perpassa pela negociação de preços de insumos, gestão de qualidade, auditoria, mensuração de métricas de performance dos fornecedores, entre outros.


A área também é responsável pelo estabelecimento dos acordos de nível de serviço, os chamados SLA (Service Level Agreement). É necessário usar esse contrato para ter regras claras e objetivas sobre o que é esperado acerca da prestação de serviço de determinado fornecedor, assim como as punições cabíveis para quando ele não entregar como o prometido.

Quais são os benefícios de uma boa gestão de Supply Chain nas empresas?

Como funciona Supply Chain nas empresas

Não é a toa que a gestão da cadeia de suprimentos possui hoje um papel estratégico gigante nas companhias. O seu uso com qualidade tem um potencial gigante para reduzir custos e aprimorar a experiência do consumidor, ou seja, entrega maior valor com menor gasto de recursos.

Alcançá-la envolve abandonar o gerenciamento de funções individuais e buscar a integração das atividades a partir da estruturação de processos-chave na cadeia de suprimentos.

Entre os processos de negócios considerados chave para o sucesso de implementação do Supply Chain Management, destacamos os principais. Veja:

  1. Desenvolver equipes que têm foco em clientes estratégicos, que busquem um entendimento comum sobre características de produtos e serviços, com a finalidade de torná-los atrativos para aquela classe de clientes.
  2. Fornecer um ponto de contato único para todos os clientes, de modo que atenda de forma eficiente a suas consultas e requisições;
  3. Captar, compilar e continuamente atualizar dados de demanda, com o objetivo de equilibrar a oferta e a demanda;
  4. Atender aos pedidos dos clientes sem erros e dentro do prazo de entrega combinado anteriormente;
  5. Desenvolver sistemas flexíveis de produção que sejam capazes de responder de forma rápida às mudanças nas condições do mercado;
  6. Gerenciar relações de parceria com fornecedores com o objetivo de garantir respostas rápidas e a contínua melhoria de desempenho;
  7. Buscar o mais rápido possível o envolvimento dos fornecedores no desenvolvimento de novos produtos.


Em relação aos profissionais de Supply Chain, atualmente, se espera não apenas um controle mais eficaz da sua área de atuação, espera-se também a capacidade de proporcionar de forma rápida resultados significativos que beneficiem a organização como um todo.

Não deixe de ler: Logística 4.0: você não pode deixar de saber!

É por esse motivo que os profissionais de Supply Chain não são mais deixados para segundo plano nas companhias, agora eles estão no epicentro da estratégia das corporações e o impacto do seu trabalho é perceptível imediatamente, tanto para os clientes, como para os colaboradores, fornecedores e acionistas.


Segundo estudos realizados por consultorias renomadas, entre as companhias que tiveram problemas com Supply Chain, grande parte sofreu significativa queda nos preços de seus produtos. Com esses desafios em mãos, os profissionais de Supply Chain precisam ser incessantes na busca pelo conhecimento que pode guiar suas atividades e, certamente, sua empresa aos resultados esperados.


As pessoas que trabalham inseridas no conceito supply chain devem estar muito dispostas ao trabalho com agilidade, devem olhar suas próprias operações tão bem quanto aquelas de fora de suas companhias para conseguir a inovação, conseguir um diferencial positivo, dessa forma, estarão trabalhando sempre com as melhores práticas e tecnologias.


Em alguns casos, isto pode significar olhar não apenas para o que fazem os concorrentes, porém, também para negócios de indústrias inteiramente diferentes do seu ramo, esta busca é necessária porque a maioria das empresas já têm extraído bons resultados dos esforços tradicionais relacionados ao Supply Chain.

Terceirizar Logística para maximizar resultados

Como funciona Supply Chain nas empresas

O trabalho em conjunto com uma empresa que possui profissionais com amplo conhecimento no seu negócio é uma das vantagens mais importantes para o crescimento dele. A terceirização de logística para e-commerce está em uma das novas tendências do mercado, afinal,supre todas necessidades do setor em armazenagem e gestão de estoque. 

 

Caso você seja dono de um e-commerce, de pequeno a grande porte, e sente dificuldade nesse processo, o momento perfeito de buscar por uma empresa de confiança para trabalhar em parceria com você é agora! 


Como já dissemos, uma empresa de logística de e-commerce é responsável por todos os processos de armazenagem, separação, controle das mercadoria, entrada e saída, além do monitoramento até a chegada na casa do cliente. Todos nós sabemos que este é um processo que demanda um trabalho de análise e experiência. Quando há uma empresa responsável por isso, você ganha mais segurança, assim como seu cliente. O melhor é que o contratante consegue acompanhar tudo em tempo real. 


Levando em consideração todos os históricos de sucesso de negócios na internet, a parte estrutural de um comércio eletrônico é um dos principais problemas enfrentados pelas empresas nacionais e internacionais. Diante disso, antes de montar seu planejamento estratégico de e-commerce você deve estar atento com a estrutura de logística. Afinal, uma vez que haja uma falha nesse processo, o que pode ocorrer são atrasos na entrega, falta de controle do estoque e muitas reclamações dos clientes.

 

A Pier8 pode ajudar você nessa etapa importante a partir das soluções em logísticas para e-commerce! Entre em contato conosco através do formulário , podemos tirar todas suas dúvidas! :) 


Fique atento à esse blog e receba mais dicas para seu negócio! 


Até a próxima! 

Inscreva-se e receba nossos artigos!

Tem alguma dúvida sobre Logística para E-Commerce?