Inscreva-se e receba nossos artigos

Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form.
18
10
2021

Automação Logística para aumentar vendas no e-commerce

Tag
Confira nossas postagens sobre Logística aqui na Pier8!
Confira as postagens sobre Logística para E-Commerce aqui na Pier8!

Um processo logístico envolve diversas etapas capazes de auxiliar no planejamento das melhores estratégias para entrega da mercadoria, controlar o estoque, armazenar e entregar dentro do prazo o produto de modo seguro. 

No último período, a tecnologia tem se mostrado cada vez mais importante para diversos setores do mercado. A tecnologia e logística caminham juntas para o futuro. 

Uma plataforma logística com alta tecnologia, por exemplo, possui maior relevância no desempenho das vendas online. Afinal, é exatamente o correto controle de estoque, cálculo de frete, planejamento de vendas e até o empacotamento do produto, que tornam a relação de uma indústria bem avaliada por consumidores modernos. 

Com essa influência, os processos logísticos se tornaram ainda mais importantes e embasados em tomada de decisões inteligentes, isso porque eles são responsáveis pelo sucesso de uma empresa. 

Para trabalhar a favor do negócio, o processo logístico deve ser bem planejado, executado e controlado. No entanto, práticas que implicam em gastos que podem preocupar os responsáveis pela gestão organizacional devem ser observadas. Questões como qualidade de serviço, disponibilidade do produto, informações claras e entregas dentro do prazo são somente alguns fatores que agregam valor à experiência do cliente.

Neste conteúdo, entenda como a automação logística é vital para aumentar vendas no e-commerce

10 efeitos da Automação Logística para aumentar vendas no e-commerce

A automação logística possibilita que sistemas de gestão e outras ferramentas que fazem com que os processos sejam executados de maneira automática. E assim, elimina-se — ou diminui-se de forma considerável— a necessidade de trabalhos e controles manuais.

1. Monitoramento do processo logístico

Com o uso de sistemas como o TMS (ferramenta de controle no gerenciamento de transporte) é possível monitorar informações sobre o frete, rastreamento de mercadorias, planejamento das rotas entre outras tarefas relacionadas aos processos de logística. Este recurso, além de melhorar a qualidade do serviço, pode exterminar com os erros na gestão da cadeia de suprimentos.

2. Redução de custos

A partir de um melhor aproveitamento de estoque, sistemas de gerenciamento e equipamentos que eliminam o esforço físico, é possível ter uma redução de custos operacionais considerável, o que permite que a empresa faça uma boa economia.

3. Oportunidades em áreas estratégicas

Apesar da tecnologia dispensar alguns serviços operacionais, antes realizados por colaboradores, a automação logística é capaz de gerar mais oportunidades aos funcionários nas áreas com funções mais estratégicas como: pesquisa, desenvolvimento de produtos e gestão de equipes.

4. Segurança para o colaborador

Os recursos que permitam a automação logística de armazéns e em outras atividades operacionais são capazes de garantir mais segurança para as pessoas, pois reduzem de forma significativa os riscos físicos associados às tarefas que exponham os empregados às lesões.

5. Monitoramento de desempenho

Os sistemas de avaliação de desempenho e competências possibilitam que a liderança de cada área identifique a queda de produtividade e as falhas em alguns processos gerenciais, administrativos e operacionais. E mais que isso, os supervisores e o RH contam com este tipo de tecnologia para o suporte na tomada de decisão para demissões e promoções dos funcionários.

6. Integração dos processos

O uso de ferramentas que auxiliem na automação logística garante a integração nos processos, permitindo que o fluxo das atividades seja otimizado de modo mais rápido e eficiente. Além desses benefícios, a interligação dos processos contribui para que gestores tenham uma visão sistêmica dos processos para a tomada de decisões.

7. Controle de estoques

O uso de softwares de gestão de estoque na cadeia de suprimentos torna possível controlar com maior precisão as entradas e saídas de insumos, dessa forma, garante que a disponibilidade dos itens acompanhe a demanda para a comercialização, evitando possíveis faltas e também desperdícios.

8. Maior índice de produtividade

Recursos tecnológicos, como sistemas de gerenciamento nos processos e ferramentas de automatização logística, possibilitam o alcance de maiores índices de produtividade e qualidade. Este ponto é crucial na capacidade de atender grandes demandas e atingir metas desafiadoras.

9. Fidelização dos clientes

Empresas que consigam trabalhar com mais eficiência nos processos poderá direcionar seus esforços no que é de fato mais importante para o negócio, ou seja, o cliente.

O ganho de tempo para estudar as necessidades e desejos de seus consumidores possibilita que as empresas façam pesquisas de desenvolvimento de produtos e serviços, garantindo assim a melhoria na qualidade das mercadorias e consequentemente na experiência de seus consumidores.

10. Planejamento de vendas e operações

Por trás de todo resultado que é positivo e satisfatório há um planejamento envolvido. Nesse sentido, para que sua empresa se mantenha competitiva, faça um bom planejamento, mantenha a organização e o controle da sua operação e defina uma estratégia comercial em sintonia com suas estratégias de logística.

Há algumas etapas básicas para guiá-lo para o caminho certo. Sendo elas:

  1. Atualização de dados: este é o primeiro passo na elaboração de um planejamento eficaz, seja para aplicar um processo totalmente novo na empresa ou para fazer uma reestruturação da sua cadeia de suprimentos. Essa atualização de dados deve ser sempre feita no fechamento mensal das vendas ou outro período mensurável definido. Analisar dados de um momento anterior colabora para melhorar as vendas futuras.
  2. Planejamento de demanda e vendas: trata-se da previsão de vendas. O objetivo nessa etapa é elaborar um plano de vendas que indique o que realmente seu e-commerce está disposto a oferecer ao mercado em determinado período com base na combinação de previsões estatísticas obtidas a partir de um histórico e outras informações fornecidas pela equipe de vendas, por exemplo.
  3. Planejamento de produção e suprimentos: essa atividade é fundamental na definição dos níveis desejados de estoque para cada família de produtos existentes no portfólio de seu negócio.
  4. Reunião para dar início às ações: é uma reunião essencial para formalizar o planejamento e disseminá-lo para toda a empresa. É de extrema importância que todas as equipes estejam alinhadas para que o planejamento seja seguido à risca e os resultados não fujam do esperado de forma negativa.

Agora que você já sabe a importância da automação logística para aumentar vendas no e-commerce, compartilhe este post em suas redes sociais, e entre em contato conosco. 

Temos soluções em logística para seu negócio. Entre em contato



Inscreva-se e receba nossos artigos!

Tag
Confira nossas postagens sobre Logística aqui na Pier8!
Confira as postagens sobre Logística para E-Commerce aqui na Pier8!

Automação Logística para aumentar vendas no e-commerce

Um processo logístico envolve diversas etapas capazes de auxiliar no planejamento das melhores estratégias para entrega da mercadoria, controlar o estoque, armazenar e entregar dentro do prazo o produto de modo seguro. 

No último período, a tecnologia tem se mostrado cada vez mais importante para diversos setores do mercado. A tecnologia e logística caminham juntas para o futuro. 

Uma plataforma logística com alta tecnologia, por exemplo, possui maior relevância no desempenho das vendas online. Afinal, é exatamente o correto controle de estoque, cálculo de frete, planejamento de vendas e até o empacotamento do produto, que tornam a relação de uma indústria bem avaliada por consumidores modernos. 

Com essa influência, os processos logísticos se tornaram ainda mais importantes e embasados em tomada de decisões inteligentes, isso porque eles são responsáveis pelo sucesso de uma empresa. 

Para trabalhar a favor do negócio, o processo logístico deve ser bem planejado, executado e controlado. No entanto, práticas que implicam em gastos que podem preocupar os responsáveis pela gestão organizacional devem ser observadas. Questões como qualidade de serviço, disponibilidade do produto, informações claras e entregas dentro do prazo são somente alguns fatores que agregam valor à experiência do cliente.

Neste conteúdo, entenda como a automação logística é vital para aumentar vendas no e-commerce

10 efeitos da Automação Logística para aumentar vendas no e-commerce

A automação logística possibilita que sistemas de gestão e outras ferramentas que fazem com que os processos sejam executados de maneira automática. E assim, elimina-se — ou diminui-se de forma considerável— a necessidade de trabalhos e controles manuais.

1. Monitoramento do processo logístico

Com o uso de sistemas como o TMS (ferramenta de controle no gerenciamento de transporte) é possível monitorar informações sobre o frete, rastreamento de mercadorias, planejamento das rotas entre outras tarefas relacionadas aos processos de logística. Este recurso, além de melhorar a qualidade do serviço, pode exterminar com os erros na gestão da cadeia de suprimentos.

2. Redução de custos

A partir de um melhor aproveitamento de estoque, sistemas de gerenciamento e equipamentos que eliminam o esforço físico, é possível ter uma redução de custos operacionais considerável, o que permite que a empresa faça uma boa economia.

3. Oportunidades em áreas estratégicas

Apesar da tecnologia dispensar alguns serviços operacionais, antes realizados por colaboradores, a automação logística é capaz de gerar mais oportunidades aos funcionários nas áreas com funções mais estratégicas como: pesquisa, desenvolvimento de produtos e gestão de equipes.

4. Segurança para o colaborador

Os recursos que permitam a automação logística de armazéns e em outras atividades operacionais são capazes de garantir mais segurança para as pessoas, pois reduzem de forma significativa os riscos físicos associados às tarefas que exponham os empregados às lesões.

5. Monitoramento de desempenho

Os sistemas de avaliação de desempenho e competências possibilitam que a liderança de cada área identifique a queda de produtividade e as falhas em alguns processos gerenciais, administrativos e operacionais. E mais que isso, os supervisores e o RH contam com este tipo de tecnologia para o suporte na tomada de decisão para demissões e promoções dos funcionários.

6. Integração dos processos

O uso de ferramentas que auxiliem na automação logística garante a integração nos processos, permitindo que o fluxo das atividades seja otimizado de modo mais rápido e eficiente. Além desses benefícios, a interligação dos processos contribui para que gestores tenham uma visão sistêmica dos processos para a tomada de decisões.

7. Controle de estoques

O uso de softwares de gestão de estoque na cadeia de suprimentos torna possível controlar com maior precisão as entradas e saídas de insumos, dessa forma, garante que a disponibilidade dos itens acompanhe a demanda para a comercialização, evitando possíveis faltas e também desperdícios.

8. Maior índice de produtividade

Recursos tecnológicos, como sistemas de gerenciamento nos processos e ferramentas de automatização logística, possibilitam o alcance de maiores índices de produtividade e qualidade. Este ponto é crucial na capacidade de atender grandes demandas e atingir metas desafiadoras.

9. Fidelização dos clientes

Empresas que consigam trabalhar com mais eficiência nos processos poderá direcionar seus esforços no que é de fato mais importante para o negócio, ou seja, o cliente.

O ganho de tempo para estudar as necessidades e desejos de seus consumidores possibilita que as empresas façam pesquisas de desenvolvimento de produtos e serviços, garantindo assim a melhoria na qualidade das mercadorias e consequentemente na experiência de seus consumidores.

10. Planejamento de vendas e operações

Por trás de todo resultado que é positivo e satisfatório há um planejamento envolvido. Nesse sentido, para que sua empresa se mantenha competitiva, faça um bom planejamento, mantenha a organização e o controle da sua operação e defina uma estratégia comercial em sintonia com suas estratégias de logística.

Há algumas etapas básicas para guiá-lo para o caminho certo. Sendo elas:

  1. Atualização de dados: este é o primeiro passo na elaboração de um planejamento eficaz, seja para aplicar um processo totalmente novo na empresa ou para fazer uma reestruturação da sua cadeia de suprimentos. Essa atualização de dados deve ser sempre feita no fechamento mensal das vendas ou outro período mensurável definido. Analisar dados de um momento anterior colabora para melhorar as vendas futuras.
  2. Planejamento de demanda e vendas: trata-se da previsão de vendas. O objetivo nessa etapa é elaborar um plano de vendas que indique o que realmente seu e-commerce está disposto a oferecer ao mercado em determinado período com base na combinação de previsões estatísticas obtidas a partir de um histórico e outras informações fornecidas pela equipe de vendas, por exemplo.
  3. Planejamento de produção e suprimentos: essa atividade é fundamental na definição dos níveis desejados de estoque para cada família de produtos existentes no portfólio de seu negócio.
  4. Reunião para dar início às ações: é uma reunião essencial para formalizar o planejamento e disseminá-lo para toda a empresa. É de extrema importância que todas as equipes estejam alinhadas para que o planejamento seja seguido à risca e os resultados não fujam do esperado de forma negativa.

Agora que você já sabe a importância da automação logística para aumentar vendas no e-commerce, compartilhe este post em suas redes sociais, e entre em contato conosco. 

Temos soluções em logística para seu negócio. Entre em contato



Preencha seus dados e acesse o e-book.

Tem alguma dúvida sobre Logística para E-Commerce?