Inscreva-se e receba nossos artigos

Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form.
25
12
2020

Aprenda a corrigir as falhas no picking

Tag
pick pack

Picking é o processo logístico relacionado a preparação de pedidos, com certeza esta é uma das mais importantes etapas de uma operação logística. Esse processo é responsável por lidar diretamente com o atendimento ao cliente, além de representar mais de 60% do custo total de um armazém logístico. 

A partir do picking, os itens do pedido são separados, conferidos, embalados e expedidos. Se houver qualquer falha nessa etapa, o erro pode representar não apenas o atraso na entrega, mas também o envio de produtos errados. A consequência é uma desconfiança do consumidor, que pode julgar sem negócio nas redes sociais, diante disso, esteja atento às falhas no picking, pois elas custam tempo e dinheiro.

Como corrigir falhas no picking

 Falha 1 no Picking: não encontra-se a localização do item

 Se qualquer item não estiver em sua localização de picking no armazém, o funcionário responsável pela separação do produto terá que gastar um tempo extra procurando por ele. O resultado é um atraso para atender aquele pedido e os pedidos subsequentes, causando uma grande ineficiência na operação logística, com desperdício de tempo e queda da produtividade.

A solução para este problema é o sistema WMS em seu armazém, que funcionará da seguinte forma: cada item que chega no Centro de Distribuição é conferido e direcionado para um endereço. O uso do software torna obrigatório ao funcionário bipar tanto o produto quanto o endereço, garantindo assim a execução correta do processo, além disso, há o registro atualizado da posição da mercadoria no estoque. As notificações existem para identificar as falhas imediatamente. No WMS, a rotação do estoque acontece em função do picking, isso significa que o sistema garante que as áreas de picking estejam sempre abastecidas.

Falha 2 no Picking: erros na separação dos itens

Quando há erros na separação de pedidos, duas consequências são possíveis:

  • Tempo gasto;
  • Se a falha não for identificada, o item errado será enviado,como consequência: prejuízos financeiros para a empresa e, principalmente, a insatisfação do consumidor.

Para solucionar esta falha, é importante que todas as movimentações em um armazém sejam rastreadas, principalmente as de picking. A implementação de um sistema WMS, permite que as atividades sejam feitas com o apoio de dispositivos móveis que usam scanners de código de barras responsáveis por impedir a separação de itens errados ou na quantidade incorreta. Consegue enxergar a importância da tecnologia aliada à logística? Além disso, vale lembrar que na separação, é essencial também definir políticas de conferência (checkout), podendo ser totais ou por amostragem.

Falha 3: tarefas exclusivamente manuais 

Se ainda existe algum profissional de picking que utiliza listas de papel, oportunidades estão sendo perdidas. Além do trabalho de ficar carregando papéis para localizar e selecionar os itens, o processo se torna mais lento e ineficiente, além disso, pode deixar uma grande margem de erros. Operações logísticas estritamente manuais, deixam a cargo do funcionário responsável por tal tarefa as tomadas de decisão em relação à priorização de pedidos e tarefas a executar. 

Para resolver essa falha, o primeiro passo é eliminar o papel do processo de picking, como? 

Utilizando um sistema WMS com um dispositivo móvel. A partir disso, o funcionário será guiado durante todo o processo de picking, e assim irá garantir a coleta do produto certo na quantidade certa, e só poderá encerrá-lo quando o sistema fizer a notificação de que a tarefa foi concluída. Diminuir falhas humanas é reduzir custos de logística.

Falha 4: pedidos sem ordem de prioridade 

Se sua decisão for não priorizar os pedidos, dois desafios podem surgir: 

  • exceder o prazo de entrega que foi acordado com o cliente;
  • ocupar a área de expedição com pedidos que serão despachados em outro momento, potencializando o mau uso do espaço, que também pode gerar falhas no carregamento da carga.

Para solucionar esse problema, você deve encontrar um método mais favorável para classificar suas ordens e parametrizar o sistema de gestão do armazém de acordo com o modelo desenvolvido. O uso do sistema de gestão será ideal para determinar quais os pedidos que devem ser separados, assim através de indicadores, informações sobre o andamento do picking serão mais assertivas.

Falha 5 no picking: falta de rastreamento 

Uma coisa é certa: se não há registro do que está sendo feito na operação logística, não é possível medir a performance ou acompanhar o que está acontecendo. O rastramento permite não apenas avaliar a eficiência da sua equipe, como – e principalmente – acompanhar o andamento do processo, identificando se está dentro do prazo ideal, se está sendo bem executado, entre outros detalhes. 

Investir em um sistema WMS, que esteja agregando valor a partir de dispositivos móveis para registrar as movimentações dentro do CD, assim como quem executou, data e hora, entre outros dados importantes, fará toda a diferença. O sistema WMS permite que todos esses registros estejam em dashboards e KPIs, elevando a eficiência no acompanhamento pelo gestor. 

WMS para corrigir falhas no picking

Se antes o controle era feito manualmente, a partir dessa solução o próprio software assume total controle do estoque, desde o momento da chegada de um produto, até a etapa de expedição. O resultado? Diminuição de falhas nos processos logísticos e redução de custos, mas a lista não para por aí, além disso:

  • Otimização do tempo gasto;
  • Organização de todos os processos internos;
  • Controle da entrada e saída de produtos;
  • Planejamento de recursos;
  • Melhoria na comunicação;
  • Controle e abastecimento da linha de produção;

O sistema WMS na logística se conecta a um banco de dados, ali são registrados toda e qualquer movimentação que acontece dentro do armazém, tudo é mediado a partir do uso de códigos de barras, QR codes ou sensores automáticos. Algumas atividades realizadas pelo software, capaz de reduzir falhas importantes na logística:

  • Registra entrada e saída de mercadorias;
  • Atualizar o inventário com informações gerais sobre os produtos, como data de validade, peso, dimensões e número de lote;
  • Impulsiona a organização do estoque, com base na demanda, otimizando o espaço disponível;
  • Fornece relatórios atualizados sobre o status dos produtos no armazém.

Tecnologia Logística é o presente e futuro. Atente-se, os negócios de sucesso no mundo moderno se beneficiam de alguma tecnologia, isso é um fato. O mercado está evoluindo cada vez mais depressa, e é possível elevar a operação logística a novos patamares.

Profissionais dessa área têm repertório, e por isso tendem a orientar empresas no caminho certo para ganhar destaque frente à concorrência, e isso certamente vai trazer benefícios no dia a dia empresarial, como segurança na informação, possibilidade de rastreamento, e muitos outros benefícios.

A Pier 8 tem soluções em logística a partir de tecnologias consistentes, como o sistema WMS. Entre em contato conosco!


Inscreva-se e receba nossos artigos!

Tag
pick pack

Aprenda a corrigir as falhas no picking

Picking é o processo logístico relacionado a preparação de pedidos, com certeza esta é uma das mais importantes etapas de uma operação logística. Esse processo é responsável por lidar diretamente com o atendimento ao cliente, além de representar mais de 60% do custo total de um armazém logístico. 

A partir do picking, os itens do pedido são separados, conferidos, embalados e expedidos. Se houver qualquer falha nessa etapa, o erro pode representar não apenas o atraso na entrega, mas também o envio de produtos errados. A consequência é uma desconfiança do consumidor, que pode julgar sem negócio nas redes sociais, diante disso, esteja atento às falhas no picking, pois elas custam tempo e dinheiro.

Como corrigir falhas no picking

 Falha 1 no Picking: não encontra-se a localização do item

 Se qualquer item não estiver em sua localização de picking no armazém, o funcionário responsável pela separação do produto terá que gastar um tempo extra procurando por ele. O resultado é um atraso para atender aquele pedido e os pedidos subsequentes, causando uma grande ineficiência na operação logística, com desperdício de tempo e queda da produtividade.

A solução para este problema é o sistema WMS em seu armazém, que funcionará da seguinte forma: cada item que chega no Centro de Distribuição é conferido e direcionado para um endereço. O uso do software torna obrigatório ao funcionário bipar tanto o produto quanto o endereço, garantindo assim a execução correta do processo, além disso, há o registro atualizado da posição da mercadoria no estoque. As notificações existem para identificar as falhas imediatamente. No WMS, a rotação do estoque acontece em função do picking, isso significa que o sistema garante que as áreas de picking estejam sempre abastecidas.

Falha 2 no Picking: erros na separação dos itens

Quando há erros na separação de pedidos, duas consequências são possíveis:

  • Tempo gasto;
  • Se a falha não for identificada, o item errado será enviado,como consequência: prejuízos financeiros para a empresa e, principalmente, a insatisfação do consumidor.

Para solucionar esta falha, é importante que todas as movimentações em um armazém sejam rastreadas, principalmente as de picking. A implementação de um sistema WMS, permite que as atividades sejam feitas com o apoio de dispositivos móveis que usam scanners de código de barras responsáveis por impedir a separação de itens errados ou na quantidade incorreta. Consegue enxergar a importância da tecnologia aliada à logística? Além disso, vale lembrar que na separação, é essencial também definir políticas de conferência (checkout), podendo ser totais ou por amostragem.

Falha 3: tarefas exclusivamente manuais 

Se ainda existe algum profissional de picking que utiliza listas de papel, oportunidades estão sendo perdidas. Além do trabalho de ficar carregando papéis para localizar e selecionar os itens, o processo se torna mais lento e ineficiente, além disso, pode deixar uma grande margem de erros. Operações logísticas estritamente manuais, deixam a cargo do funcionário responsável por tal tarefa as tomadas de decisão em relação à priorização de pedidos e tarefas a executar. 

Para resolver essa falha, o primeiro passo é eliminar o papel do processo de picking, como? 

Utilizando um sistema WMS com um dispositivo móvel. A partir disso, o funcionário será guiado durante todo o processo de picking, e assim irá garantir a coleta do produto certo na quantidade certa, e só poderá encerrá-lo quando o sistema fizer a notificação de que a tarefa foi concluída. Diminuir falhas humanas é reduzir custos de logística.

Falha 4: pedidos sem ordem de prioridade 

Se sua decisão for não priorizar os pedidos, dois desafios podem surgir: 

  • exceder o prazo de entrega que foi acordado com o cliente;
  • ocupar a área de expedição com pedidos que serão despachados em outro momento, potencializando o mau uso do espaço, que também pode gerar falhas no carregamento da carga.

Para solucionar esse problema, você deve encontrar um método mais favorável para classificar suas ordens e parametrizar o sistema de gestão do armazém de acordo com o modelo desenvolvido. O uso do sistema de gestão será ideal para determinar quais os pedidos que devem ser separados, assim através de indicadores, informações sobre o andamento do picking serão mais assertivas.

Falha 5 no picking: falta de rastreamento 

Uma coisa é certa: se não há registro do que está sendo feito na operação logística, não é possível medir a performance ou acompanhar o que está acontecendo. O rastramento permite não apenas avaliar a eficiência da sua equipe, como – e principalmente – acompanhar o andamento do processo, identificando se está dentro do prazo ideal, se está sendo bem executado, entre outros detalhes. 

Investir em um sistema WMS, que esteja agregando valor a partir de dispositivos móveis para registrar as movimentações dentro do CD, assim como quem executou, data e hora, entre outros dados importantes, fará toda a diferença. O sistema WMS permite que todos esses registros estejam em dashboards e KPIs, elevando a eficiência no acompanhamento pelo gestor. 

WMS para corrigir falhas no picking

Se antes o controle era feito manualmente, a partir dessa solução o próprio software assume total controle do estoque, desde o momento da chegada de um produto, até a etapa de expedição. O resultado? Diminuição de falhas nos processos logísticos e redução de custos, mas a lista não para por aí, além disso:

  • Otimização do tempo gasto;
  • Organização de todos os processos internos;
  • Controle da entrada e saída de produtos;
  • Planejamento de recursos;
  • Melhoria na comunicação;
  • Controle e abastecimento da linha de produção;

O sistema WMS na logística se conecta a um banco de dados, ali são registrados toda e qualquer movimentação que acontece dentro do armazém, tudo é mediado a partir do uso de códigos de barras, QR codes ou sensores automáticos. Algumas atividades realizadas pelo software, capaz de reduzir falhas importantes na logística:

  • Registra entrada e saída de mercadorias;
  • Atualizar o inventário com informações gerais sobre os produtos, como data de validade, peso, dimensões e número de lote;
  • Impulsiona a organização do estoque, com base na demanda, otimizando o espaço disponível;
  • Fornece relatórios atualizados sobre o status dos produtos no armazém.

Tecnologia Logística é o presente e futuro. Atente-se, os negócios de sucesso no mundo moderno se beneficiam de alguma tecnologia, isso é um fato. O mercado está evoluindo cada vez mais depressa, e é possível elevar a operação logística a novos patamares.

Profissionais dessa área têm repertório, e por isso tendem a orientar empresas no caminho certo para ganhar destaque frente à concorrência, e isso certamente vai trazer benefícios no dia a dia empresarial, como segurança na informação, possibilidade de rastreamento, e muitos outros benefícios.

A Pier 8 tem soluções em logística a partir de tecnologias consistentes, como o sistema WMS. Entre em contato conosco!


Preencha seus dados e acesse o e-book.

Tem alguma dúvida sobre Logística para E-Commerce?