Join Our Newsletter
  Corrija o(s) campo(s) assinalado(s) acima.

Anvisa e E-commerce: O que você precisa saber

21.7.2019 16:53

Todo mundo que vende online sabe que são muitos os desafios. Se planejar, competir com os concorrentes de mercado, acondicionar, separar e embalar os produtos, não são tarefas fáceis. E se o seu e- commerce necessita de licença Anvisa para vender cosméticos, produtos correlatos à saúde e alimentos, os desafios conseguem ser ainda maiores.

Mesmo assim, os números do mercado são animadores. Na contramão da crise, o e-commerce no Brasil fechou o ano de 2016 com um faturamento R$ 44,4 bilhões, crescimento de 7,4%, se comparado com os R$ 41,3 bilhões registrados em 2015. Em volume de pedidos, a categoria “saúde, cosméticos e perfumaria’’ já ocupa a 4º posição com 11% da fatia do mercado.

avisa e e-commerce

Por isso, nossa equipe de especialistas separou dicas e as exigências feitas pela ANVISA para e-commerce. Confira!

Leia: Você está preparado para vender o que vende?

Anvisa e E-commerce: O que você precisa saber

1. Qual a embalagem adequada?

A melhor embalagem é aquela que é ideal para cada tipo de produto. Pode parecer óbvio, mas muitos lojistas virtuais perdem dinheiro nesse momento.

Nos casos dos produtos correlatos a saúde, cosméticos e alimentos, a embalagem precisa mais do que tudo, proteger o produto. Imagine todo o caminho que o produto vai fazer até a casa do seu cliente.

Não deixe de ler: A embalagem de seu produto é muito mais do que uma embalagem!

2. Treine sua equipe

Geralmente esse tipo de produto costuma ser mais frágil. Nessa hora, uma equipe treinada e profissional faz toda a diferença. Em momentos como carregamento e descarregamento podem quebrar o produto.

Além disso, evite ao máximo que seja feito empilhamentos desses produtos.

3. Medicamentos

Desde o armazenamento até a distribuição, a venda de remédios pela internet precisa atender algumas exigências, por exemplo, é necessário possuir loja física e disponibilizar um farmacêutico online.

Mas atenção, nos casos dos medicamentos que exigem prescrição médica, a resolução Nº 44 de 2009, da ANVISA, exige que esse tipo de medicamento só pode ser comercializado em lojas físicas.

anvisa e ecommerce
Conteúdo especial para você: Fulfillment Sustentável - Como o dinheiro investido volta para você

Anvisa e E-Commerce: Quais os benefícios de terceirizar meu estoque?

Quem tem e-commerce precisa vender. E na grande maioria das situações, terceirizar a logística é a melhor opção.

Procure uma empresa que tenha certificação Anvisa, assim, você tem a garantia que seus produtos estão sendo entregues dentro das exigências do órgão, e se você não fizer tudo certo, certamente será autuado.

Vamos conversar?

anvisa e ecommerce

Conteúdos Relacionados

Tem alguma dúvida sobre logística?

fale com um expert