Inscreva-se e receba nossos artigos

Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form.
13
01
2020

8 estratégias de logística para e-commerce!

logística
logística para e-commerce

Você sabia que você pode estar perdendo dinheiro por não ter uma estratégia de logística eficiente


Vamos refletir juntos sobre a seguinte situação: 


Você e sua equipe realizaram um bom investimento com um orçamento em marketing e outras ações para levar os consumidores ao seu e-commerce. Agora eles estão na sua loja. 


Acharam algo que adoraram. Colocaram no carrinho. Clicaram em “Prosseguir e… Abandonaram o carrinho! (Ai ai ai!) Desconectaram de seu e-commerce.


 Você perdeu mais algumas vendas. O que pode estar acontecendo? O que há de errado?

Podemos te dizer muito assertivamente que as principais razões para abandonarem seu carrinho: logística e entrega.


É bem provável que você invista o máximo para projetar uma loja virtual com a melhor experiência de compra para seus consumidores, com uma boa campanha de marketing, análise de ações e resultados. Mas aí vem uma má notícia: isso não resolve o problema. 


Em contrapartida, temos a boa notícia é: vamos apresentar 8 estratégias para você incorporar à sua logística para ajudar a gerar uma economia significativa para sua empresa e aos seus clientes. E melhor, tudo isso sem sacrificar a qualidade da sua logística.


Leia também: Como a terceirização de logística ajuda no e-commerce

8 estratégias de logística para e-commerce

8 estratégias de logística para e-commerce!

1 – Calcular o peso cubado

Antes de analisar as diversas estratégias para melhorar seus custos de logística, é importante que você saiba o peso cubado do seus produtos e da embalagem que será utilizada. A maioria das transportadoras utiliza o peso cubado para calcular os preços de entrega. Isso porque, além de ser uma boa prática, é fundamental calcular o espaço a ser usado para armazenamento de seus produtos. Você também irá precisar saber o peso cubado antes de expedir os pedidos, para então garantir que esteja pagando o preço correto.


O peso cubado é útil para medir a densidade da carga, pois ele compara o tamanho com o peso real do pacote. Depois de comparar o peso cubado com o peso real, a taxa irá ser calculada pelo maior desses dois valores. Esse será o peso considerado.


Por que o peso cubado é tão importante?


Há muitas décadas, as transportadoras tinham dificuldades em torno da cobrança dos preços, pois não eram master em apresentar os preços corretamente. Sobretudo porque os inúmeros tipos de mercadorias eram transportados nos caminhões, navios ou nos aviões. Em alguns casos, as mercadorias eram mais pesadas mas não ocupavam o compartimento inteiro ou então eram bem leves. Ou seja, ela não faziam muito efeito para o motor trabalhar, mas ocupavam o baú inteiro. 


Cada modal calcula o peso cubado de formas diferentes, utilizando-se o fator de cubagem. É comum no modal rodoviário 300 kg por metro cúbico; no aéreo 167 kg por metro cúbico (valor também utilizado por couriers); e no marítimo 1.000 kg por metro cúbico.

2 – Negociar com as transportadoras

Negociar preços é relativamente simples: quanto mais envios você possui, menos você paga. Caso você não esteja enviando quantidade suficiente para ter uma taxa mais competitiva, sua melhor opção é realizar uma boa previsão do volume de entregas com base na projeção das suas vendas. Diversas transportadoras estão dispostas a conceder um certo desconto se acreditarem que serão consideradas como seu parceiro de longa data quando o seu volume aumentar.


Uma coisa você não pode perder de vista: sua empresa não é a única nem a primeira de pequeno ou médio porte com a qual eles trabalham. Então eles darão um tempo, é bem provável algo em torno de três meses, para então você trabalhar bastante e aumentar a quantidade de entregas, antes mesmo de exigir que você tenha um volume mínimo de entregas por mês.


No entanto, atenção: aproveite os preços reduzidos de entrega nesse meio tempo e realize investimentos de dinheiro, que você vai economizar, no marketing de seu e-commerce. Isso tudo é essencial para aumentar as vendas e manter os preços oferecidos a você no longo prazo. Do contrário, esqueça: os preços vão sofrer alterações, no caso, vão subir.

3 – Escale sua loja por meio de um operador de fulfillment

Você negociou com as transportadoras na melhor das expectativas. Mesmo isso, não foi bom o suficiente para atrair a atenção dos seus clientes. O que você pode fazer?


Desapega de ficar olhando para seu estoque com seus produtos todo santo dia, garagem, salão ou qualquer que seja o espaço que você utiliza. Avalie usar os serviços de um operador de fulfillment. Esse é um tipo de empresa especialista em logística. 


Basicamente ela faz o seguinte: recebe as mercadorias dos seus fornecedores; armazena; faz a gestão de estoque; importa os seus pedidos; separa os produtos; embala os pacotes dos seus clientes; faz a expedição, a gestão das entregas e dos fretes.


Isso pode trazer muitas vantagens. Afinal, o operador de fulfillment tem tarifas de frete melhores, por conta do maior volume movimentado com todos os seus clientes. Como especialista em logística e transportes, ele irá te orientar sobre as melhores práticas e estratégias de logística para você economizar em inúmeros aspectos. Ao invés de investir em um salão ou galpão, segurança, vigilância, mão de obra, insumos, suprimentos, equipamentos, entre outras muitas coisas essenciais, você pagará somente uma taxa fixa por espaço utilizado e por pedido expedido. E melhor, ainda terá acesso à uma tabela de frete mais competitiva.


Você irá ganhar mais tempo e liberdade para se concentrar na gestão da sua loja e na venda dos seus produtos, afinal, eles farão a gestão de estoque e das entregas. Com o dinheiro que gastaria nessas atividades operacionais, você pode reverter para investir em marketing e focar no que você faz de melhor. Irá assumir um papel mais estratégico no seu negócio, enquanto eles cuidam do restante, sem prejudicar a qualidade do atendimento aos seus clientes.


Não deixe de ler também: Fulfillment for e-commerce: quais as vantagens

4 – Oferecer frete grátis com um valor mínimo de pedido

Internalize a seguinte frase: onde há dificuldade sempre existe uma oportunidade


Após visitar e adicionar produtos ao carrinho, ainda assim tem clientes abandonando o seu site somente porque o frete é alto. Por que não eliminar totalmente esse problema e atrair novos clientes a partir do oferecimento do frete grátis?


No entanto, o primeiro passo para isso é estabelecer um valor mínimo. Embora você esteja absorvendo parte do custo da entrega, o ticket médio de seus pedidos vai aumentar e compensar a diferença no frete. Mas preste atenção, antes de sair oferecendo frete grátis por aí, analise as margens dos seus produtos e faça o mapeamento para as regiões viáveis à oferta da gratuidade do transporte. Isso porque talvez você ajuste o mínimo apenas para entregas na sua região ou então para produtos específicos de maior valor agregado.


Algumas outras coisas devem ser consideradas antes de se aventurar no oferecimento de frete grátis. Você pode oferecê-lo em períodos específicos como um apelo às campanhas sazonais — para gerar mais vendas. Por outro lado, considere a possibilidade de oferecer frete grátis a membros do seu programa de fidelidade. Se ainda não possuir, avalie criar um, e faça o possível para coletar informações úteis para ofertar novas promoções. Existem ferramentas para ajudar você nessa prática.


A dica que sempre damos, e é de máxima importância sobre esse assunto, é que antes de dar frete grátis, faça com que eles se inscrevam ou participem de campanhas de e-mail, redes sociais ou indicação de amigos. Nesse sentido, você pode segmentar os clientes com as próximas promoções, campanhas e lançamentos. Frete grátis aliado a essas dicas pode ser uma tática de marketing fortemente poderosa e lucrativa ao seu negócio.

5 – Cobrar o valor da entrega dos seus clientes

8 estratégias de logística para e-commerce!

Você realizou as contas mas não vai dar para absorver os custos para ofertar frete grátis. Não perca a esperança! Você ainda pode oferecer as melhores ofertas, cobrando exatamente o quanto você pagaria para enviar os seus produtos. Da mesma forma que, essa abordagem é benéfica para ambas as partes e pode criar um nível de transparência para a sua marca.


Permita que seus clientes saibam que os fretes são os melhores possíveis no mercado e que você não está ganhando nada em cima da logística e da entrega. Transforme esse ponto negativo sobre os valores de frete em uma relação de confiança com a sua marca, que pode ser construída durante a jornada de compra. 


Não se esqueça: as pessoas compram de empresas que elas gostam e a melhor forma de transformar seus clientes em fãs é conquistá-los sendo honestos com eles.


Dica bônus: caso seja possível, disponibilize no checkout um menu de fretes para seus clientes. Apresente as taxas de entrega dos métodos disponíveis. Desse modo eles irão ver em primeira mão que os preços são justos, sem custos adicionais.

6. Promover o frete fixo

À depender do tamanho e do peso dos seus produtos, o frete fixo pode ser uma boa opção. Você pode oferecer frete fixo aos clientes com base no tamanho, no peso ou na quantidade total de itens. Antes de fixar o frete em sua loja, faça a lição de casa: calcule o custo exato de quanto é essa taxa e qual transportadora irá funcionar melhor para sua empresa.


Por exemplo, caso você venda itens pequenos e pesados, aproveite as taxas de transportadoras do modal rodoviário. Muitas transportadoras oferecem diferentes métodos de envio para simplificar a cobrança de seus clientes. Existem muitas oportunidades e muita flexibilidade quando se trata de frete fixo. Nesse sentido, você vai precisar pesquisar e testar diferentes transportadoras e métodos para aproveitar ao máximo todas as opções.

7 – Analisar a rentabilidade dos produtos sem contar com o custo de frete

É muito importante pesquisar a opção de entrega mais econômica com base no tamanho, peso e valor dos seus produtos, diversas vezes esquecidos por pequenas empresas. 


É comum eles não realizarem essa análise da rentabilidade com adição correta dos custos de logística e frete antes de comprá-los. Isso porque sentem-se sobrecarregados quando necessitam comparar entre as tabelas das diversas opções de operadores, transportadoras e os vários métodos e preços que elas oferecem.


Abaixo está algumas perguntas que você pode fazer antes de comprar novos itens para seu e-commerce:


O item é caro? Caso você esteja vendendo um produto de baixo custo, é bem provável que seu cliente não queira pagar a mais pelo frete.


  • Qual é o tamanho do item já embalado?
  • Qual é o peso do item com a embalagem?
  • Seu produto cabe em uma embalagem padrão?
  • É pesado ou leve em relação ao seu tamanho? Lembra do peso cubado…
  • Em média, quantos pedidos você faz por mês?
  • Qual é o percentual de entregas locais, regionais e interestaduais?
  • Por quanto tempo o seu cliente está disposto a esperar pelo pedido?
  • Seu cliente estaria disposto a pagar mais pela entrega expressa?


Essas são perguntas que validamos de grande importância para superar este ponto decisivo de seu negócio. Isso dá muito trabalho, não é mesmo? 


Não há atalho para fazer essas pesquisas e elas servem apenas para o seu negócio. Não vale colar, pois a pesquisa do amigo do lado pode ser bem diferente e distorcer sua estratégia, desdobrando na geração de resultados dos quais você não deseja. Ter as respostas a essas perguntas é a melhor forma de decidir por quais operadores logísticos, transportadoras e métodos de entrega são as melhores opções para o seu negócio.


Leia também: Qual empresa de logística escolher? Te ajudamos na escolha! 

8 -  Logística Terceirizada com Pier 8 

Algumas das vantagens de terceirizar a logística da sua loja com a Pier 8:

  • Diminuição nos custos de estoque;
  • Menos pessoas de sua equipe alocada;
  • Know-how do parceiro serviço de mais qualidade;
  • Redução no preço final do frete segurança prazos. 


Independentemente da operação, seja ela terceirizada ou interna, utilize essas dicas em seu processo de fulfillment. Essas estratégias irão te ajudar a reduzir custos e otimizar sua gestão no e-commerce.

  1. Picking & Packing: Todo o nosso processo de picking é feito por código de barras e dupla conferência. No packing atendemos o que o seu produto precisar. 
  2. Transporte: Pelo grande volume de vendas feito por nossos clientes possuímos condições diferenciadas de frete para reduzir seus custos e do cliente final. 
  3. WMS: Temos parceria com diversas Plataformas de ERP, assim conseguimos integrar seus pedidos em nossa plataforma de forma simples e automatizada.
  4. Segurança: Seu produto na Pier8 é nossa responsabilidade. Trabalhamos somente com produtos com NF e Seguro. 
  5. 100% Online: Sua ferramenta de gestão é 100% online, onde você consegue acompanhar todas as etapas do seu processo.

Essas são apenas algumas das vantagens que o sistema de gestão logística proporciona para as empresas que estão envolvidas, você pode reduzir os custos no processo de entrega. Entretanto, não se esqueça que os frutos gerados de uma boa parceria podem ir além dessa lista, contribuindo, inclusive, para uma gestão de cadeia de nutrição ainda mais eficaz!


Boas vendas!


Inscreva-se e receba nossos artigos!

Tem alguma dúvida sobre Logística para E-Commerce?