Inscreva-se e receba nossos artigos

Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form.
30
03
2020

7 Dicas para monitorar os KPI's na Logística

logística
logística para e-commerce

Poder contar com bons indicadores na logística é importante por inúmeros motivos. Esse cuidado reforça muitas questões importante do seu negócio, inclusive a estratégia da empresa e ajuda a identificar gargalos que precisam ser neutralizados, corrigidos ou eliminados. Diante disso, vale a pena saber como monitorar KPIs na logística.


São muitos os indicadores de logística, o que demanda a habilidade de selecionar os mais adequados e colocar em prática o monitoramento. Além disso, é importante entender como transformar esses KPIs em resultados reais para o setor de logística, sendo assim, garante vantagens para todo o negócio.


Leia abaixo as 7 dicas para monitorar KPIs na logística e como usar essa abordagem para otimizar a gestão da sua empresa. Continue lendo!

Leia também: Como reduzir os prejuízos em devolução de mercadoria

7 Dicas para monitorar KPI’s na Logística

7 Dicas para monitorar os KPI's na Logística

1. Selecione um conjunto de indicadores

Antes de qualquer coisa, é essencial selecionar os indicadores realmente úteis para a área de logística e para a empresa. De nada adianta monitorar o que não é útil, nem mesmo o que não tem relação com o objetivo que deseja atingir.


Há três questões importante para selecionar bons indicadores na logística:


  1. Como eles se relacionam com os objetivos do setor de logística?
  2. Como eles contribuem para identificar gargalos e resolver problemas?
  3. Como eles estão alinhados à estratégia da empresa?


Não existe uma quantidade exata de KPIs (indicadores de desempenho na logística) que precisam ser monitorados, mas é muito importante focar nos que são realmente essenciais. O número geralmente varia entre 5 e 12 KPIs.

2. Determine a frequência de levantamento

Outra questão de extrema importância é estabelecer a frequência com a qual os KPIs serão monitorados. Isso pode variar bastante, isso vai depender da mão de obra dedicada e as tecnologias usadas para o levantamento.


O ideal é que os indicadores na logística sejam levantados mensalmente. Dessa forma, os gestores podem avaliar o avanço (ou retrocesso) nos resultados de um mês para outro. Além disso, elaborar periodicamente relatórios para explicar o que tem ocorrido.


Quando os relatórios são levantados com espaçamentos longos, como de seis em seis meses, fica mais difícil identificar pequenos problemas. E não acaba por aí, o tempo de resposta fica comprometido. Porque apenas a cada seis meses será possível diagnosticar o problema e agir para solucioná-lo.

3. Adote tecnologias de ponta

Boas tecnologias auxiliam no levantamento de indicadores de forma mais rápida, pois muitas vezes totalmente automatizada. Isso significa que a equipe não precisa estar envolvida no operacional, ou seja, fazendo o levantamento, e sim, somente a análise dos dados finais.


Existem muitas tecnologias úteis à logística, como softwares de monitoramento de cargas e sistemas de controle de estoque. Essas ferramentas costumam contar com dashboards, isto é, painéis de controle que identificam e classificam as informações mais úteis.


É essencial selecionar as tecnologias certas e seus respectivos fornecedores. Na hora da pesquisa, vale a pena conhecer os softwares mais proeminentes no mercado, realizar testes gratuitos e conferir a reputação dos fornecedores.

4. Utilize o modelo de gestão à vista

Os indicadores na logística não são de interesse somente da alta administração, mas de toda a equipe. Afinal, todos são responsáveis pelos processos de logística, portanto, nada mais justo que compartilhar os indicadores com a sua equipe, ao menos os que não são confidenciais. O modelo de gestão que estamos falando cumpre exatamente esse propósito.


Trata-se de um modelo gerencial, no qual os indicadores na logística ( KPIs) são dispostos em painéis localizados em pontos estratégicos da empresa, visíveis aos funcionários, como a sala de reuniões. Os indicadores serão levantados e permitem que todos os envolvidos se mantenham atualizados.


O modelo de gestão ajuda criar um senso de transparência, pertencimento e responsabilidade, além de ajudar no engajamento do time de profissionais.

5. Identifique os gargalos existentes

Definir os tipos de KPIs na logística serve a um propósito específico: identificar gargalos. “Gargalo” trata-se de tudo que impede o cumprimento dos resultados. Por exemplo, um processo de logística repleto de atrasos, que demora mais que a média, é um enorme gargalo.


Os números obtidos com os indicadores auxiliam na identificação de problemas que ainda não são tão perceptíveis, mas que podem prejudicar bastante o processo de logística. Por melhor que ele seja, sempre existe um ou outro gargalo. Eles são responsáveis por impedir que as tarefas diárias sejam realmente rápidas, precisas e rentáveis. Ao identificar um problema, é possível aprimorar a logística.

7 Dicas para monitorar os KPI's na Logística

6. Estabeleça metas para a empresa

O KPI na logística é um instrumento fundamental para a definição de boas metas. Os indicadores oferecem informações atuais da empresa, que garantem metas realistas e desafiadoras, capazes de levar o time de logística à direção correta.


No entanto, é importante utilizar os atuais relatórios de indicadores para criar novas metas. Vamos a um exemplo: se o custo de transporte está muito elevado, é necessário definir metas de custo desejado, depois traçar um bom plano e colocar tudo em prática.


Há um padrão interessante para verificar se uma meta está bem construída. Trata-se do SMART: a meta deve ser Específica, Mensurável, Alcançável, Relevante e Temporal (com tempo bem definido). Aqui é bom ter o cuidado de detalhar as metas para o time, explicar como esses horizontes beneficiam a logística e tornam a empresa mais competitiva.

7. Comprometa-se com a melhoria contínua

Faça uso de cada KPI na logística para monitorar a evolução dos processos, verificar a eliminação dos problemas encontrados e acompanhar o cumprimento das metas. Os indicadores na logística servem de base para o processo de melhoria contínua.


São esses indicadores que determinam o status quo do processo de logística, ou seja, o estado atual das coisas. Dessa forma, os números identificados com os KPIs devem ser tidos como primeiro passo na tarefa de propor soluções para a cadeia logística da empresa.

Pier 8: sua parceira logística 

7 Dicas para monitorar os KPI's na Logística

Algumas das vantagens de terceirizar a logística da sua loja virtual com a Pier 8:

  • Diminuição nos custos de estoque;
  • Menos pessoas de sua equipe alocada;
  • Know-how do parceiro serviço de mais qualidade;
  • Redução no preço final do frete segurança prazos. 


Independentemente da operação, seja ela terceirizada ou interna, utilize essas dicas em seu processo de fulfillment. Essas estratégias irão te ajudar a reduzir custos e otimizar sua gestão na loja virtual.

  1. Picking & Packing: Todo o nosso processo de picking é feito por código de barras e dupla conferência. No packing atendemos o que o seu produto precisar. 
  2. Transporte: Pelo grande volume de vendas feito por nossos clientes possuímos condições diferenciadas de frete para reduzir seus custos e do cliente final. 
  3. WMS: Temos parceria com diversas Plataformas de ERP, assim conseguimos integrar seus pedidos em nossa plataforma de forma simples e automatizada.
  4. Segurança: Seu produto na Pier8 é nossa responsabilidade. Trabalhamos somente com produtos com NF e Seguro. 
  5. 100% Online: Sua ferramenta de gestão é 100% online, onde você consegue acompanhar todas as etapas do seu processo.
Leia mais: Como funciona o cálculo de ICMS sobre frete sem segredos!

Essas são somente algumas das vantagens que a terceirização de logística proporciona para as empresas que estão envolvidas, porém os frutos gerados de uma boa parceria podem ir além dessa lista, contribuindo, inclusive, para uma gestão de cadeia de nutrição ainda mais eficaz!


Até a próxima!

Inscreva-se e receba nossos artigos!

Tem alguma dúvida sobre Logística para E-Commerce?