Inscreva-se e receba nossos artigos

Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form.
09
10
2021

5 dicas para elaborar logística para e-commerce eficaz

Tag
Confira nossas postagens sobre Logística aqui na Pier8!
Confira as postagens sobre E-commerce aqui na Pier8!

Todas as etapas de logística são fundamentais para o bom desempenho de e-commerce. Aliás, etapas como o controle de estoque, cálculo de frete, planejamento de vendas e até mesmo o empacotamento dos produtos devem estar bem alinhadas para garantir uma boa experiência de compra e a fidelização dos clientes.

Segundo pesquisa sobre logística promovida pela Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABComm), 61% dos e-commerce têm como principal problema o atraso nas entregas. Alguns desafios como extravios, furtos e roubos são os principais problemas para 39% dos entrevistados.

Neste conteúdo, vamos te apresentar as principais etapas de logística para e-commerce de sucesso!

5 Dicas essenciais para elaborar logística para e-commerce

1. Entenda a importância da logística

O primeiro passo para elaborar uma boa gestão logística é compreender a importância da gestão logística. Portanto, é preciso reconhecer as etapas logísticas, que envolvem desde o processo de planejar, executar e controlar eficientemente o transporte, a movimentação e o armazenamento de produtos, garantindo a integridade e os prazos de entrega das empresas no menor tempo e custo possíveis.

De acordo com a mesma pesquisa da  Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABComm), em operações logísticas, o gasto com frete representa a maior parte dos custos logísticos, com 58%. Os gastos com armazenagem representam 23% e com manuseio 19%. Para resolver essa questão, grande parte das empresas (55%) repassa o valor do frete para o cliente, enquanto 30% delas adotam um modelo híbrido.

Portanto, são dados que indicam a importância em organizar o fluxo logístico e entender também como funciona cada parte do processo, desde a aquisição dos produtos com os fornecedores até o envio dos mesmos para o consumidor final. Por isso, as dicas a seguir são fundamentais para seu e-commerce de sucesso. 

2. Mantenha o seu estoque sempre atualizado

Outro desafio bastante presente no e-commerce é não atualizar o site. Com isso, o cliente quer realizar uma compra de um produto em específico, mas se depara com a mensagem de “produto indisponível”. Para evitar a falta ou o excesso de produtos, é essencial realizar uma gestão adequada e cautelosa das mercadorias reservadas em suas estantes.

O mais indicado é ter uma estratégia de controle do estoque bem definida, onde sejam determinados quais critérios de reposição serão observados, quais níveis serão mantidos e qual será o load time de reposição (intervalo entre a realização do pedido e a entrega do produto que está no estoque).

Além disso, também é importante estabelecer uma estratégia para a queima de estoques obsoletos e acumulados sem necessidade. Conferir regularmente e assegurar a conciliação dos itens diariamente, se possível, é uma das maneiras de superar tais desafios de logística para e-commerce.

3. Evite atrasos no prazo de entrega

No e-commerce, atrasos ou falhas nas entregas podem, muitas vezes, provocar a perda do cliente. Isso não acontece por menos, não é verdade?

Imagine que desagradável se o presente de aniversário que você comprou para celebrar uma data importante chegasse com uma semana de atraso. Por conta disso, a operação de entrega do produto, ou seja, a operação logística, deve funcionar de maneira eficiente, a entrega deve ser feita na data exata com segurança.

Após a confirmação da realização do pedido e confirmação do pagamento, o gestor de e-commerce deve providenciar a separação da mercadoria, embalagem, emissão da documentação fiscal e entrega ao transportador. Contudo, lembre-se, o tempo de entrega começa a valer desde a confirmação do pagamento do pedido.

Diante disso, busque organizar minuciosamente cada etapa do processo, definindo as atribuições para cada uma das pessoas envolvidas. Além disso, jamais prometa prazos que você não será capaz de cumprir.

4. Atente para os indicadores de performance

Os KPI’s (key performance indicator), também conhecidos como  indicadores-chave de performance, são utilizados para avaliar periodicamente o desempenho dos processos prioritários para a empresa e identificar os aspectos que devem ser melhorados no seu negócio.

Entre os indicadores, um dos mais importantes é o On Time in Full (OTIF), que mede a eficácia no cumprimento de prazos e a eficiência de todos os processos de atendimento. Assim, o conceito conhecido como Acuracidade do Inventário, serve para medir a diferença entre o estoque físico e a informação que consta no sistema de controle de estoque. Por outro lado, o Order Fill Rate (OFR) mede o tempo interno necessário para o processo do pedido.

5. Invista em plataformas eficientes

A tecnologia, hoje, está presente em diversos nichos do mercado. Dessa maneira, não seria diferente na logística. A tecnologia empregada nas plataformas de e-commerce torna possível que os negócios possam focar completamente sua atenção na gestão de seu próprio negócio, mesmo com os grandes volumes de dados e informações que as vendas online envolvem.

Além de escolher uma boa plataforma de e-commerce, é importante prever cada um dos caminhos que sua empresa deverá fazer durante as etapas do processo de logística, assegurando, assim, os bons resultados e a fidelização dos clientes.

O mais recomendado é que o sistema de gestão do seu e-commerce seja integrado com o sistema de operação logística, assim, pode ser capaz de integrar o estoque físico com o virtual, para facilitar as operações. O auxílio da plataforma de gestão empresarial (ERP), para que todas as informações se mantenham bem organizadas e alinhadas, é outra dica pertinente para um e-commerce de sucesso. 

Gostou do conteúdo? Continue acompanhando o blog e receba mais dicas para seu negócio. 


Inscreva-se e receba nossos artigos!

Tag
Confira nossas postagens sobre Logística aqui na Pier8!
Confira as postagens sobre E-commerce aqui na Pier8!

5 dicas para elaborar logística para e-commerce eficaz

Todas as etapas de logística são fundamentais para o bom desempenho de e-commerce. Aliás, etapas como o controle de estoque, cálculo de frete, planejamento de vendas e até mesmo o empacotamento dos produtos devem estar bem alinhadas para garantir uma boa experiência de compra e a fidelização dos clientes.

Segundo pesquisa sobre logística promovida pela Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABComm), 61% dos e-commerce têm como principal problema o atraso nas entregas. Alguns desafios como extravios, furtos e roubos são os principais problemas para 39% dos entrevistados.

Neste conteúdo, vamos te apresentar as principais etapas de logística para e-commerce de sucesso!

5 Dicas essenciais para elaborar logística para e-commerce

1. Entenda a importância da logística

O primeiro passo para elaborar uma boa gestão logística é compreender a importância da gestão logística. Portanto, é preciso reconhecer as etapas logísticas, que envolvem desde o processo de planejar, executar e controlar eficientemente o transporte, a movimentação e o armazenamento de produtos, garantindo a integridade e os prazos de entrega das empresas no menor tempo e custo possíveis.

De acordo com a mesma pesquisa da  Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABComm), em operações logísticas, o gasto com frete representa a maior parte dos custos logísticos, com 58%. Os gastos com armazenagem representam 23% e com manuseio 19%. Para resolver essa questão, grande parte das empresas (55%) repassa o valor do frete para o cliente, enquanto 30% delas adotam um modelo híbrido.

Portanto, são dados que indicam a importância em organizar o fluxo logístico e entender também como funciona cada parte do processo, desde a aquisição dos produtos com os fornecedores até o envio dos mesmos para o consumidor final. Por isso, as dicas a seguir são fundamentais para seu e-commerce de sucesso. 

2. Mantenha o seu estoque sempre atualizado

Outro desafio bastante presente no e-commerce é não atualizar o site. Com isso, o cliente quer realizar uma compra de um produto em específico, mas se depara com a mensagem de “produto indisponível”. Para evitar a falta ou o excesso de produtos, é essencial realizar uma gestão adequada e cautelosa das mercadorias reservadas em suas estantes.

O mais indicado é ter uma estratégia de controle do estoque bem definida, onde sejam determinados quais critérios de reposição serão observados, quais níveis serão mantidos e qual será o load time de reposição (intervalo entre a realização do pedido e a entrega do produto que está no estoque).

Além disso, também é importante estabelecer uma estratégia para a queima de estoques obsoletos e acumulados sem necessidade. Conferir regularmente e assegurar a conciliação dos itens diariamente, se possível, é uma das maneiras de superar tais desafios de logística para e-commerce.

3. Evite atrasos no prazo de entrega

No e-commerce, atrasos ou falhas nas entregas podem, muitas vezes, provocar a perda do cliente. Isso não acontece por menos, não é verdade?

Imagine que desagradável se o presente de aniversário que você comprou para celebrar uma data importante chegasse com uma semana de atraso. Por conta disso, a operação de entrega do produto, ou seja, a operação logística, deve funcionar de maneira eficiente, a entrega deve ser feita na data exata com segurança.

Após a confirmação da realização do pedido e confirmação do pagamento, o gestor de e-commerce deve providenciar a separação da mercadoria, embalagem, emissão da documentação fiscal e entrega ao transportador. Contudo, lembre-se, o tempo de entrega começa a valer desde a confirmação do pagamento do pedido.

Diante disso, busque organizar minuciosamente cada etapa do processo, definindo as atribuições para cada uma das pessoas envolvidas. Além disso, jamais prometa prazos que você não será capaz de cumprir.

4. Atente para os indicadores de performance

Os KPI’s (key performance indicator), também conhecidos como  indicadores-chave de performance, são utilizados para avaliar periodicamente o desempenho dos processos prioritários para a empresa e identificar os aspectos que devem ser melhorados no seu negócio.

Entre os indicadores, um dos mais importantes é o On Time in Full (OTIF), que mede a eficácia no cumprimento de prazos e a eficiência de todos os processos de atendimento. Assim, o conceito conhecido como Acuracidade do Inventário, serve para medir a diferença entre o estoque físico e a informação que consta no sistema de controle de estoque. Por outro lado, o Order Fill Rate (OFR) mede o tempo interno necessário para o processo do pedido.

5. Invista em plataformas eficientes

A tecnologia, hoje, está presente em diversos nichos do mercado. Dessa maneira, não seria diferente na logística. A tecnologia empregada nas plataformas de e-commerce torna possível que os negócios possam focar completamente sua atenção na gestão de seu próprio negócio, mesmo com os grandes volumes de dados e informações que as vendas online envolvem.

Além de escolher uma boa plataforma de e-commerce, é importante prever cada um dos caminhos que sua empresa deverá fazer durante as etapas do processo de logística, assegurando, assim, os bons resultados e a fidelização dos clientes.

O mais recomendado é que o sistema de gestão do seu e-commerce seja integrado com o sistema de operação logística, assim, pode ser capaz de integrar o estoque físico com o virtual, para facilitar as operações. O auxílio da plataforma de gestão empresarial (ERP), para que todas as informações se mantenham bem organizadas e alinhadas, é outra dica pertinente para um e-commerce de sucesso. 

Gostou do conteúdo? Continue acompanhando o blog e receba mais dicas para seu negócio. 


Preencha seus dados e acesse o e-book.

Tem alguma dúvida sobre Logística para E-Commerce?